fbpx

sábado, 22 de janeiro de 2022

CPI: Renan quer mudar lei do impeachment e Omar fala em prorrogação

Relator sinaliza que fim dos trabalhos devem acontecer no dia 29 deste mês, mas o presidente diz que há informações relevantes que precisam ser averiguadas.

14 de setembro de 2021

Compartilhe

Omar Aziz e Renan Calheiros, que costumam jogar afinados na direção da CPI, estão em lados opostos no caso do fim dos trabalhos (Foto: Reprodução)

O relator da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid-19, senador Renan Calheiros (MDB-AL), afirmou que vai propor, no relatório final da comissão, mudanças na lei de impeachment. O parlamentar também anunciou, nesta terça-feira (14), que pretende entregar o parecer entre os dias 23 e 24 de setembro, com votação prevista para os dias 29 e 30 deste mês.

A mudança na legislação, no entanto, depende de aprovação no Congresso Nacional. Cabe ao presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), o início do processo de impedimento do chefe do Executivo Federal. Atualmente existem 137 pedidos de impeachment contra o presidente na mesa do deputado progressista.

Calheiros destacou que “a CPI tem desfecho constitucional”.

“Vamos propor alterações ao encaminhamento de CPI e à tramitação de suas análises, tanto na Procuradoria-Geral da República (PGR) quanto na Câmara dos Deputados, no que significar processo de impeachment de presidente da República. São alterações na legislação que estão sendo propostas de modo a aprimorar e dar mais segurança jurídica e política a esse processo”, disse Renan, citando um documento que está sendo produzido pelo advogado Miguel Reale Júnior.

Prorrogação na pauta

Embora Renan Calheiros sinalize para o fim da CPI, o presidente da comissão, senador Omar Aziz (PSD), levantou a hipótese dos trabalhos entrarem pelo mês de outubro uma vez que novas informações surgiram sobre um personagem central para a compra da vacina Covaxin, do laboratório indiano Bharat Biotech, mas com intermediação da Precisa Medicamentos.

Conforme o senador pelo Amazonas, há indícios fortes da participação de outras pessoas no caso Covaxim e caso se concretize a veracidade destes indícios, a CPI não terminará no dia 19, pois a comissão terá de ouvir outras pessoas.

Texto: Gerson Severo Dantas, com informações do portal Metrópoles

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Wilson e Queiroga participam de mobilização contra Covid-19 em Manaus

Mobilização de ações contra a Covid-19, com a vacinação e a testagem da população em larga escala, acontecem simultaneamente nos sete estados da região Norte neste sábado.

21 de janeiro de 2022

Carol Braz e Luiz Castro dão primeiro passo na disputa por Governo e Senado

Carol desfiliou-se do PSC para disputar o governo do Amazonas pelo PDT, enquanto Luiz deixou a Rede para tentar pela segunda vez chegar ao Senado Federal.

21 de janeiro de 2022

Prefeito de Parintins, Bi Garcia revela que testou positivo para Covid-19

Nas redes sociais o prefeito de Parintins, Frank Bi Garcia, revelou que sentiu sintomas leves na noite desta quinta-feira e resolveu fazer um exame que confirmou a doença.

21 de janeiro de 2022

Bolsonaro chega ao velório da mãe, que morreu aos 94 anos em São Paulo

Olinda, que sofria com Alzheimer, morreu aos 94 anos na madrugada desta sexta. Ela estava internada em um hospital de São Paulo e a causa da morte não foi divulgada.

21 de janeiro de 2022

Lula segue na liderança do primeiro turno com 42%; Bolsonaro tem 28%

Esta rodada, no entanto, trouxe um fato novo: Lula entrou na zona do empate técnico em comparação ao somatório das intenções de voto dos demais candidatos.

21 de janeiro de 2022

TRE autoriza desfiliação de Marcelo Ramos do Partido Liberal

Marcelo Ramos confirmou que a partir de agora está formalmente fora do PL. O vice-presidente da Câmara Federal afirmou que deve anunciar um novo partido em breve.

21 de janeiro de 2022

MPAM expede recomendação contra nepotismo na Prefeitura de Canutama

Promotoria do MPAM de Canutama recomendou que o Município exonere agentes públicos que tenham algum parentesco com o prefeito e o vice-prefeito, em até 30 dias.

21 de janeiro de 2022

Partido de Bolsonaro tem de Tiririca a líder da bala no Congresso

Além de um numeroso grupo de candidatos leais a Bolsonaro e alinhados ao ideário do atual presidente, o PL deve chamar a atenção durante as eleições pela composição eclética.

21 de janeiro de 2022