fbpx

quinta, 23 de setembro de 2021

CPI centrará fogo nas plataformas de redes sociais que divulgaram mentiras

O senador Omar Aziz considera um absurdo a quantidade de mentiras e desinformação que circula nas plataformas de redes sociais a partir de robôs de internet.

29 de julho de 2021

Compartilhe

Redes sociais são os meios mais usados por produtores de conteúdo falso com o objetivo de desinformar a população. (Foto: Reprodução)

As grandes plataformas de redes sociais não ficarão livres de punição no relatório final da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid-19. A garantia foi dada pelo presidente CPI, senador Omar Aziz (PSD), ao anunciar a convocação dos representantes legais de Facebook, WhatsApp, Instagram – os três de propriedades do magnata Mark Zuckerberg –, Twitter e Youtube no Brasil para depor na comissão.

Conforme Omar Aziz, as plataformas precisam responder pelo fato de divulgar conteúdos mentirosos (fake news) sobre vacinas, tratamentos sem comprovação científica para a Covid e desinformação de um modo geral produzidos por grupos bolsonaristas e veiculados nas redes sociais. “A CPI vai responsabilizar o produtor do conteúdo mentiroso, mas as plataformas precisam se explicar. Não é possível ainda hoje termos robôs funcionando nessas plataformas”, afirmou o senador pelo Amazonas.

Essa nova frente de investigação aberta pela CPI da Covid, que vai investigar a responsabilidade das plataformas de mídia digital na disseminação de fake news, é um dos frutos da colaboração iniciada com a Comissão Parlamentar Mista das Fake News.

A troca de informações foi adensada no recesso a partir da cooperação estabelecida entre o relator da CPI da Covid, senador Renan Calheiros (MDB/AL), e um dos titulares da CPMI das Fake News, o deputado federal Alexandre Frota (PSDB/SP).

Texto: Gerson Severo Dantas

Leia mais:

Leia mais sobre Política

Reforma administrativa: Alberto Neto chama discussão de palhaçada

Capitão Alberto Neto, um dos deputados que integram a Comissão Especial da Reforma Administrativa, perdeu a paciência durante o debate dos colegas parlamentares.

23 de setembro de 2021

David recorre à Justiça e Amom monta nova ação para barrar ‘puxadinho’ da CMM

Vereador anunciou que tanto ele quanto Rodrigo Guedes já estão preparando não apenas as contrarrazões, mas também novas ações na justiça com outros argumentos.

23 de setembro de 2021

Trento, Flávio Bolsonaro e ministro foram a Las Vegas tratar de jogos de azar

Revelação veio a tona nas inquirições feitas pelos senadores Humberto Costa (PT/PE) e o governista Eduardo Girão, que revelou presença do filho do presidente na viagem.

23 de setembro de 2021

TRF-6 em Minas Gerais passa na frente e ‘rouba’ servidores do AM

Enquanto Minas Gerais ficará com o TRF-6, um Tribunal exclusivo, o TRF1, do qual o Amazonas faz parte, ficará responsável por 13 estados, uma matemática totalmente desigual.

23 de setembro de 2021

Fim das coligações: grandes caciques podem ficar sem a fatia do bolo

O fim das coligações partidárias pode dificultar a entrada de muitos políticos já acostumados a serem eleitos mesmo com o número de votos inferior a outros concorrentes.

23 de setembro de 2021

Amazonino e Braga intensificam ‘paternidade’ de obras públicas no AM

Nesse mês de setembro, as equipes de Amazonino e Braga intensificaram postagem sobre obras e projetos criados na gestão dos políticos, que hoje caminham em lados opostos.

23 de setembro de 2021

Wilson libera pagamento de indenizações às famílias que residiam no Igarapé do 40

De 2019 até setembro desse ano, já foram investidos R$ 56,7 milhões para retirar famílias de áreas alagadas e reassentá-las em áreas com infraestrutura e saneamento.

23 de setembro de 2021

TRE cassa mandato de Sandro Maia por abuso de poder econômico

A sentença afirma que o vereador realizou reuniões com usuários da ONG Sandro Maia para angariar votos, de forma ilícita, em seu favor no pleito municipal do ano passado.

23 de setembro de 2021