fbpx

sábado, 16 de outubro de 2021

Congresso Nacional analisa veto de Bolsonaro a MP da Eletrobrás

Para que um veto do presidente da República seja derrubado é necessário o apoio mínimo de 257 votos na Câmara e 41 no Senado.

27 de setembro de 2021

Compartilhe

Para que um veto do presidente da República seja derrubado é necessário o apoio mínimo de 257 votos na Câmara e 41 no Senado. Se os deputados decidem pela manutenção de um veto, a decisão é final, ou seja, a análise nem chega ao Senado. (Foto: Divulgação)

Após convocação do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, o Congresso Nacional faz nesta segunda-feira sessão semipresencial para analisar vetos presidenciais e de projetos de lei. A sessão será dividida em três etapas: às 10h, para deputados; às 16h para senadores; e às 19h novamente para deputados. A terceira sessão servirá para que a Câmara delibere sobre vetos a projetos iniciados no Senado. 

Pela manhã, deputados analisam vetos a projetos de lei iniciados naquela Casa e originários de projetos e medidas provisórias editadas pelo Executivo. Entre eles está o veto parcial (VET 36/2021) ao projeto de lei de conversão que modificou a  MP de privatização da Eletrobras (MP 1.031/2021). Bolsonaro vetou diversos artigos, como a possibilidade de empregados demitidos após a privatização adquirirem ações da empresa com desconto. Para ele, vendas de ações dessa forma tipificam conduta ilegal de distorção de práticas de mercado.

Também foi vetada a permissão para que funcionários demitidos da Eletrobras até um ano após a privatização sejam realocados em outras empresas públicas. Nesse caso, Bolsonaro alegou que práticas desse tipo violam a Constituição em relação ao acesso a emprego público por concurso.

Para que um veto do presidente da República seja derrubado é necessário o apoio mínimo de 257 votos na Câmara e 41 no Senado. Se os deputados decidem pela manutenção de um veto, a decisão é final, ou seja, a análise nem chega ao Senado. O mesmo ocorre quando os senadores mantêm um veto a projeto iniciado na Casa. Nesse caso, a Câmara não se pronuncia.  

A pauta inclui 36 vetos, entre eles o veto total (VET 49/2021) do presidente da República, Jair Bolsonaro, ao projeto de lei (PLS 477/2015) que institui as federações partidárias. O PL permitia que partidos políticos se unissem a fim de atuar como uma só legenda nas eleições e na legislatura.

Com informações, da Agência Senado

Leia mais sobre Política

Luta antiga e futuro incerto: corte no orçamento afeta diretamente a Amazônia

Pesquisadores acreditam que o corte de verbas para C&T acabará sendo direcionado para o agronegócio, que, segundo eles, vem sendo a causa do desmatamento na Amazônia.

15 de outubro de 2021

Jornalistas Alexandre Garcia e Rodrigo Constantino serão citados na CPI

Os dois produziam discurso antivacina em veículos de comunicação e defenderam as teses negacionistas de Jair Bolsonaro durante a crise sanitária.

15 de outubro de 2021

Dia dos Professores: deputados pouco ajudaram educação do Amazonas

Em pleno Dia dos Professores, categoria questiona a falta de diálogo com o poder público e falta de auxílio da Comissão de Educação da Aleam nas demandas dos educadores.

15 de outubro de 2021

Governo destaca ações de 2021 pela valorização dos servidores da Educação

Entre as medidas está o envio de um projeto de lei que visa pagar 14º e 15º salários aos servidores da área. A pauta ainda não tem data para ser votada na Aleam.

15 de outubro de 2021

CPI da Covid: senadores ouvem último depoente na segunda-feira

A CPI ouviria um número maior de convocados, mas nem todos seriam necessariamente ouvidos já que o presidente da CPI, Omar Aziz, decidiu realizar apenas mais uma oitiva.

15 de outubro de 2021

ICMS sobre combustíveis: Rodrigo Pacheco quer ouvir governadores

A Câmara já aprovou o projeto de lei que torna o ICMS invariável frente a variações do preço do combustível. O projeto ainda precisa ser votado pelos senadores.

15 de outubro de 2021

Ministério Público pede anulação de licença do ‘Linhão de Tucuruí’

Ministério Público viu irregularidades no processo de licenciamento ambiental para liberação da obra do 'Linhão' por falta de consulta prévia ao povo Waimiri Atroari.

15 de outubro de 2021

Pesquisadores veem retrocesso de 20 anos após corte de R$ 600 milhões

O RealTime1 ouviu pesquisadores que, ao longo dos anos de carreira dedicados à ciência e tecnologia, estão empenhados em projetos realizados no Amazonas.

15 de outubro de 2021