fbpx

segunda, 01 de maro de 2021

Com mais promessas Bolsonaro quer ‘meter o dedo na energia elétrica’

Um dia após o anúncio de mudanças na Petrobrás, o presidente falou durante uma transmissão ao vivo que agora as intervenções serão para alterar os preços da energia elétrica.

21 de fevereiro de 2021

Compartilhe

Crítico às intervenções a empresas do governo Bolsonaro anuncia mudanças na Petrobras e energia elétrica. Foto: Reuters

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) prometeu durante uma transmissão ao vivo, neste sábado (20) que vai “meter o dedo na energia elétrica”. A fala foi proferida um dia após o anúncio da troca da presidência da Petrobrás depois do quarto aumento concecutivo do combustível no país.

“Vamos meter o dedo na energia elétrica, que é outro problema também”, disse Bolsonaro, ao chegar ao Palácio da Alvorada.

Na última quinta-feira (18), durante a live semanal na internet, Bolsonaro criticou a Petrobrás pela alta nos preços da gasolina e do disel anunciados no primeiros bimestre do ano, mas assegurou que não iria interferir na companhia.

Mudanças

Entretando, logo em seguida declarou que alguma coisa iria acontecer na petroleira nos dias seguintes e fez críticas aos contantes mudanças na tabela de preços dos combustíveis.

“Teve um aumento, no meu entender, aqui, eu vou criticar, um aumento fora da curva da Petrobras. 10% hoje na gasolina e 15% no diesel. É o quarto reajuste do ano. A bronca vem sempre para cima de mim, só que a Petrobras tem autonomia”, disse Bolsonaro.

“Eu não posso interferir, nem iria interferir na Petrobras, se bem que alguma coisa vai acontecer na Petrobras nos próximos dias, você tem que mudar alguma coisa, vai acontecer”, acrescentou, durante a transmissão.

No dia seguinte a fala nas redes sociais, o presidente crítico das intervenções na Petrobrás realizadas nos Governos anteriores, mais uma vez, recorreu a um nome ligado as Forças Armadas para assumir cargos e dessa vez o general da reserva Joaquim Silva e Luna deve substituir Roberto Castello Branco na empresa de capital misto.

Leia mais:

Leia mais sobre Política

Vereador lança plataforma gratuita de educação política para a população

Inicialmente serão abordados assuntos como a Constituição Federal, a divisão dos poderes, a competência legal dos vereadores e como funcionam as eleições no Brasil.

1 de março de 2021

Defensoria Pública quer “delessários” de volta às atividades policiais

Wilson Lima (PSC) encaminhou à ALE-AM um novo Projeto de Lei para recolocar os delegados no cargo de comissários de polícia. O projeto não foi analisado por falta de quórum.

1 de março de 2021

Compra direta de vacinas terá tramitação rápida e fácil na Câmara Municipal de Manaus

Vereadores ouvidos pelo RealTime1 já se mostraram favoráveis a participação de Manaus no consórcio da Frente Nacional de Prefeitos para compra dos imunizantes.

1 de março de 2021

Ministério da Saúde tem um sério problema com registro de datas

Essa e outras notícias na coluna TEMPO REAL do portal RealTime1: Informação com credibilidade sobre política e os últimos acontecimentos do Amazonas.

1 de março de 2021

Senado debate lei que incentiva empresas a vacinar os trabalhadores

Projeto de lei garante as empresas incentivos fiscais para aquelas que por vontade própria adotem medidas para vacinar os trabalhadores delas

1 de março de 2021

Reunião com governadores pautará a PEC emergencial e socorro à saúde

A conversa do presidente da Câmara Federal, Artur Lira (PP-AL) com os chefes do executivo estadual vai de encontro as falas de Jair Bolsonaro (sem partido) nos últimos dias.

1 de março de 2021

Horário restrito deve causar aglomeração de praticantes nas academias de Manaus

A avaliação é de vereadores de Manaus que não concordam com o horário estabelecido pelo Governo. Eles defendem que o horário seja ampliado.

1 de março de 2021

Ministério Público dá posse aos novos membros do Conselho Superior

Novos conselheiros serão responsáveis pelas ações administrativas do Ministério Público do Estado do Amazonas e também pela discussão de diretivas internas

1 de março de 2021