fbpx

quinta, 30 de junho de 2022

Carpê faz ação midiática contra suposto roubo de medicamentos em UBS

Em 2020, Capitão Alberto Neto (PL) disputava a Prefeitura de Manaus e interviu em um suposto assalto a ônibus e prendeu um pedreiro. Na época, ele também divulgou o fato.

25 de maio de 2022

Compartilhe

Ao ser eleito, vereador Carpê, que era capitão da Polícia Militar, passou para a reserva remunerada, perdendo a prerrogativa de prender como se fosse policial (Foto: Divulgação)

Com o avizinhamento da eleição, o pré-candidato à Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), vereador Capitão Carpê (Republicanos) repetiu a tática que o elegeu vereador em 2020 e publicou nas redes sociais a prisão de dois servidores da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) que estariam furtando medicamentos de uma Unidade Básica de Saúde (UBS) no bairro Compensa. A ocorrência aconteceu na manhã desta quarta-feira (25).

Ao se eleger vereador, Carpê passou automaticamente para a reserva remunerada da Polícia Militar. Ou seja, o vereador não tem prerrogativa para prender como se ainda fosse policial, apesar de que todo cidadão brasileiro pode prender um infrator em flagrante.

No entanto, o vereador não deixou de vincular a imagem pessoal à instituição.

“Acabei de prender em flagrante esses dois funcionários da Semsa por peculato (furto de remédios e insumos) no bairro da Compensa. Breve subirei o vídeo com toda ocorrência. Nesse saco preto na mão do [homem] de camisa azul encontrava-se o material”, publicou Carpê, sem detalhar se usou algum símbolo da polícia na abordagem.

O vídeo pode ser visto AQUI.

Ao RealTime1, a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) informou que recebeu a denúncia de furto de material da UBS Leonor de Freitas e disse ter encaminhado o caso à Secretaria Municipal de Segurança Pública e Defesa Social (Semseg) para as providências necessárias.

“No âmbito administrativo, a Secretaria dará início aos processos previstos pelo Estatuto do Servidor”, completou a Semsa.

Militares midiáticos

A exemplo do que aconteceu hoje com Carpê, em outubro de 2020, o deputado federal Capitão Alberto Neto (PL), que disputou à Prefeitura de Manaus, interviu em um suposto assalto a ônibus e prendeu um pedreiro.

Na época, Alberto Neto tentou usar a mídia para se beneficiar com o caso e, assim, tentar alavancar os números nas pesquisas de intenção de voto. O pedreiro, ao contrário do agora deputado, disse ter perdido inúmeros trabalhos após ser exposto como infrator.

*Após a publicação do material, a assessoria do vereador entrou em contato com a reportagem para dizer que Carpê não prendeu os homens – apesar do próprio ter anunciado em suas redes sociais. A assessoria do vereador também o defendeu em relação à comparação com o caso de Alberto Neto, alegando que, no fato de hoje houve “materialidade” e que o vereador estava cumprindo “seu papel de fiscalizar o Executivo”.

Texto: Jefferson Ramos

*Matéria atualizada às 18h07 para acrescentar o posicionamento da assessoria do vereador Capitão Carpê.

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Comissão realiza oitivas sobre falta de segurança em terra indígena

Comissão vai pedir providências sobre os assassinatos de Bruno Pereira e do jornalista Dom Phillips, além de apurar a omissão do poder público na segurança dos indígenas.

30 de junho de 2022

Wilson entrega mais de R$ 10 milhões em materiais para Operação Enchente 2022

A entrega de 19 lanchas rápidas e 300 purificadores, que juntos somam o investimento de R$ 10,8 milhões dão continuidade nas ações de enfrentamento da enchente 2022.

30 de junho de 2022

‘Wilson Lima tem habilidade e é um dos favoritos da eleição’ , diz Hissa

Pré-candidato pelo Avante, Hissa Abraão afirmar que vai lutar pela Reforma Tributária e pela revisão dos impostos para que a classe média pague menos que os mais ricos.

30 de junho de 2022

‘Mesmo sob ditadura camuflada, golpe não virá’, avalia um dos criadores do PT

Foragido político por 15 anos, Carlos Augusto, para muitos Raimundo Cardoso viveu escondido em Manaus; integrou o PCdoB na década de 70 e está no PT há 43 anos.

30 de junho de 2022

Governo suspende publicações em redes sociais até o fim da eleição

Medida atende vedação prevista na legislação eleitoral que visa dar igualdade de disputa na corrida eleitoral minimizando o peso da máquina pública na eleição.

30 de junho de 2022

Federação PT, PV e PCdoB confirma pré-candidatos em 1º de agosto

O presidente estadual do PCdoB no Amazonas já definiu os nomes que vão ocupar as oito vagas da sigla na federação, sendo seis para Aleam e dois para a Câmara Federal.

30 de junho de 2022

Valdemir Santana ‘sonha’ com Lula no palanque de Ricardo Nicolau

Como motivos, o presidente municipal do PT destacou o apoio do Solidariedade, de Nicolau, em defesa da ZFM e a atuação da família do deputado no combate à Covid-19.

30 de junho de 2022

Maioria dos pré-candidatos ignora Dia do Orgulho LGBTQIA+ na Internet

Quase todos são pré-candidatos de partidos da esquerda, que devem disputar as eleições deste ano no Amazonas, lembraram da data e fizeram menções nas redes sociais.

30 de junho de 2022