fbpx

sexta, 21 de janeiro de 2022

Braga destaca atuação ‘equilibrada’ no Senado e diz que 2022 será desafiador

O senador diz que 2021 foi um ano particularmente difícil e ressalta que sua intenção para 2022 é redobrar o trabalho para reverter estatísticas estarrecedoras do Amazonas.

31 de dezembro de 2021

Compartilhe

Senador Eduardo Braga é um dos nomes que pode vir na disputa para o Governo do Amazonas em 2022 (Foto: Agência Senado)

Garantido no Senado Federal até o ano de 2021 e um dos nomes cotados para a disputa do Governo do Amazonas no ano que vem, o senador Eduardo Braga (MDB) disse ao RealTime1 que espera um ano político “desafiador” em 2022. Mas, também, fez uma avaliação do seu trabalho junto aos colegas, feito ao longo deste ano.

Braga acredita que é preciso, mais uma vez, maturidade política dos parlamentares para “tentar tirar a economia do fundo do poço” e encarar a construção de políticas públicas capazes de gerar maior renda e emprego no país. Ele destacou ainda que o adiamento de votação de reformas estruturais, como a reforma tributária, não pode continuar ocorrendo.

O senador diz que 2021 foi um ano particularmente difícil, mas garante ter tido uma “atuação equilibrada” no Senado visando o bem-estar da população em geral.

“Ninguém imaginava que a pandemia duraria tanto. A vacina trouxe alívio e esperança para o país, mas a crise econômica castigou ainda mais cidadãos e empresas, com a escalada alarmante da inflação e da miséria”, analisa o parlamentar.

Ele conta que “agiu de forma bastante equilibrada e responsável no Senado, priorizando o diálogo e a negociação e passando por cima de paixões políticas, na busca de saídas para estender o auxílio emergencial e para socorrer os setores mais impactados pela pandemia, como as microempresas e as área de cultura e eventos”.

Programa Gás para os brasileiros

Um dos trabalhos de 2021 que Braga destacou foi a aprovação do programa ‘Gás para os Brasileiros’, que vai garantir acesso ao gás de cozinha para centenas de famílias em situação de vulnerabilidade.

“Tivemos também a felicidade de ver um de nossos projetos virar lei, com a criação do Programa Nacional de Bioquerosene, e vários outros projetos, como o de incentivo ao empreendedorismo e às startups, serem aprovados no Senado”, elenca o parlamentar.

Senador destaca conquistas em Brasília

Eduardo Braga diz que a principal vitória no Senado foi a inclusão da renda básica como direito social garantido pela Constituição. Isso significa mais proteção e dignidade para brasileiros em situação de vulnerabilidade.

Além disso, o parlamentar diz que comemorou, mais uma vez, o resultado da luta pela liberação de mais recursos para investimentos em infraestrutura, saúde e educação em todos os municípios do Amazonas. Investimentos que, segundo ele, certamente, geraram e ainda vão gerar muitos empregos diretos, movimentando a economia amazonense.

Se disputar a cadeira de governador…

Braga, que está garantido no Senado até 2027, pode ser um dos candidatos ao governo do Amazonas em 2022. O político tem cada vez mais usado as redes sociais para mostrar programas e projetos que beneficiaram a população de Manaus e do interior do Estado quando ocupou cargos públicos, seja como prefeito, governador ou, agora, como senador da República.

“Além dos avanços da ciência na prevenção e tratamento da covid-19, espero que tenhamos nossa esperança renovada com as eleições de outubro. O exercício do direito sagrado do voto é também um exercício de renovação e esperança”, destacou o senador ao RealTime1.

O senador diz que sua intenção no Amazonas é redobrar o trabalho para reverter estatísticas estarrecedoras do Estado em áreas como a segurança, o atendimento social e o desenvolvimento humano.

“Não dá para aceitar que quase 3 milhões de amazonenses vivam em situação de insegurança alimentar. Preservação ambiental e crescimento econômico precisam andar passo a passo, garantindo mais oportunidades aos amazonenses. Por fim, reiteramos nossa atenção e nossa defesa pelos interesses da Zona Franca de Manaus, que segue como modelo de sucesso de desenvolvimento regional”, destacou Braga.

Justiça para os brasileiros (e para ele)

Braga avalia que a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia no Senado foi fundamental para desconstruir a narrativa negacionista que agravou a crise sanitária em todo o país. Para ele, foi a pressão da comissão que garantiu o avanço da compra e distribuição de vacinas no país.

O senador diz que lutou pela prorrogação do auxílio emergencial, na forma de uma renda básica permanente para os mais vulneráveis; repudiou às fake news, que semearam desinformação e intolerância no cenário político; e buscou a construção de caminhos para a melhoria do país por meio do diálogo e do bom senso.

Braga também destacou o reconhecimento do Supremo Tribunal Federal (STF) que, após cinco anos, apontou que não há qualquer prova ou indícios contra ele no caso das denúncias relacionadas à Operação Lava Jato.

“São absolutamente infundadas”, garantiu o senador.

Da Redação, com informações da assessoria

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Congresso tem 30 medidas provisórias para analisar em 2022

Apesar de produzir efeitos jurídicos imediatos, a MP precisa da posterior apreciação pelas do Congresso Nacional (Câmara e Senado) para se converter definitivamente em lei.

21 de janeiro de 2022

Sete governadores e 20 parlamentares anunciaram ter Covid-19 em 22

Doença se espalhou entre os políticos neste período de recesso parlamentar, mas não há informações sobre a variante que predominou no caso das infecções ou reinfecções.

21 de janeiro de 2022

Senador Omar Aziz revela que está com Covid, mas sem sintomas graves

O senador Omar Aziz, que presidiu a CPI da Covid do Senado, revelou, nas redes sociais, que tomava todas as precauções e seguia os protocolos, mas acabou contraindo a doença.

21 de janeiro de 2022

Mãe de Jair Bolsonaro morre aos 94 anos no interior de São Paulo

Olinda Bonturi Bolsonaro, morreu na madrugada desta sexta-feira (21), aos 94 anos, em Registro, no interior de São Paulo, onde estava internada desde a última segunda-feira.

21 de janeiro de 2022

PSOL aciona MPF contra aquisição da ‘DarkMatter’ pelo ‘gabinete do ódio’

Bancada do PSOL considera risco à democracia se 'gabinete do ódio' adquirir ferramenta de espionagem que pode ser usada para perseguir ativistas políticos e jornalistas.

21 de janeiro de 2022

Carol Braz e Luiz Castro ingressam no PDT durante convenção em Brasília

Defensora e ex-deputado vão liderar chapa majoritária do partido nas eleições. Filiação ocorrerá durante convenção que oficializará Ciro Gomes como candidato a Presidência.

21 de janeiro de 2022

Alas do MDB e do PSDB pressionam para união entre Doria e Simone

Doria tem dito que deseja ter uma mulher na sua chapa. Por meio de sua equipe de pré-campanha, ele afirmou que senadora estará ao seu lado na disputa pela presidência.

20 de janeiro de 2022

Presidente do TCE-AM determina retorno do regime híbrido de trabalho

Presidente Érico Desterro argumentou que o momento, onde os números de casos de Covid-19 voltaram a crescer no Amazonas, requer que se preserve a saúde dos servidores.

20 de janeiro de 2022