fbpx

quinta, 07 de julho de 2022

Braga deleta postagem das redes sociais após ordem judicial

O senador apagou a publicação no início da tarde de hoje (15). Justiça do AM havia determinado a retirada da notícia falsa do ar no dia 11 de setembro.

15 de setembro de 2021

Compartilhe

Decisão foi tomada na última sexta-feira e determina, além da exclusão da publicação, a vinculação de direito de resposta (Foto: Reprodução)

O senador Eduardo Braga (MDB) apagou, nesta quarta-feira (15), das suas redes sociais as publicações que responsabilizam o Governo do Amazonas pelo aumento do preço no óleo diesel, mesmo havendo uma determinação judicial para retirá-las por não corresponderem a realidade. Até às 14h de hoje, a publicação ainda estava no ar.

A decisão do juiz Paulo Fernando de Britto Feitoza, da 4° Vara da Fazenda Pública do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), foi emitida na última sexta-feira (10) e determinava a divulgação dentro de três dias de direito de resposta e retratação na mesma rede social.

No mesmo dia, o senador respondeu por meio da assessoria de imprensa, que não havia sido notificado e que se manifestaria apenas após tal notificação pela Justiça. Hoje, o RealTime1 procurou a assessoria de Braga, que se limitou a dizer que a “notificação pode ser feita até 15 dias” e, pela exclusão da postagem, ao que tudo indica, tal comunicado judicial aconteceu.

Em decisão que acatou o pedido de tutela de urgência do Governo do Amazonas, o juiz entendeu que as publicações nas redes sociais do emedebista são “maculadas de má-informação, que não tem a proteção” prevista na liberdade de expressão.

O magistrado deu um dia para a exclusão das postagens. Nos autos, Paulo Fernando acatou o argumento de que a alta do dólar e do barril de petróleo no mercado internacional formaram a “tempestade perfeita” para o aumento dos combustíveis nas refinarias do país.

Em uma rede social, Braga, que ensaia concorrer a governador em 2022, publicou na última sexta-feira (3), um vídeo comentando um projeto de lei que apresentou no Senado para baixar o preço do gás de cozinha. Na prévia do vídeo, o senador registrou.

“Enquanto o Governo do Amazonas autoriza o aumento do ICMS do diesel, o Senado propõe aliviar o bolso do consumidor”. O senador exibiu o título de uma matéria jornalística “Governo do Amazonas autoriza aumento do ICMS do diesel”.

O governador Wilson Lima (PSC) reagiu e acusou a postagem do senador de “mentirosa” e “leviana”. Lima afirmou que não haverá aumento da alíquota do imposto no governo dele.

Texto: Jefferson Ramos

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Justiça do AM suspende show de Wesley Safadão com cachê de R$ 700 mil

Show de Wesley Safadão estava marcado para acontecer em agosto, mas o MPAM entrou com ação contra a Prefeitura e provocou a decisão da Comarca de Tabatinga.

6 de julho de 2022

Parlamento europeu pode condenar ataques do presidente Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro havia afirmado que Dom e Bruno, assassinados em junho deste ano no Vale do Javari, no Amazonas; estavam em uma aventura não recomendável.

6 de julho de 2022

Lula tem 45% contra 31% de Bolsonaro no primeiro turno, mostra Quaest

Na pesquisa anterior da Quest, divulgada em junho, Lula tinha 46% das intenções de votos contra 30% do presidente Bolsonaro, comprovando estabilidade na disputa do eleitor.

6 de julho de 2022

Com cota feminina mantida, cresce preocupação com candidaturas laranjas

Após virar lei, e o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) determinar que a mínima de 30% de candidaturas femininas deverá ser cumprida, individualmente

6 de julho de 2022

Legítima defesa da honra em feminicídios pode ser proibida no Brasil

Comissão na Câmara Federal aprovou projeto de lei que proíbe o uso da tese da "legítima defesa da honra" como argumento para a absolvição de acusados de feminicídio.

6 de julho de 2022

Pré-candidaturas femininas são as mais competitivas no PCdoB, avalia Eron

Das nove vagas que a sigla esquerdista tem direito na federação, quatro são ocupadas por pré-candidatas. O PCdoB lançou quatro pré-candidaturas femininas.

6 de julho de 2022

PT do AM já reconhece que executiva nacional definirá apoio a Braga

Sinésio Campos afirmou que vai acolher qualquer decisão do comitê nacional da sigla e confirmou que o nome do senador Eduardo Braga não está descartado.

6 de julho de 2022

Paulo Guedes vai ter que explicar na Câmara ameaças à Zona Franca

O requerimento para a convocação de Paulo Guedes, de autoria do deputado federal Zé Ricardo (PT), foi aprovado nesta quarta-feira (6). Agora, ele será obrigado a comparecer.

6 de julho de 2022