fbpx

sexta, 28 de janeiro de 2022

Bolsonaro relembra facada e diz temer segurança na campanha de 2022

O presidente voltou a falar da facada que levou em 2018 durante um ato de campanha promovido em Minas Gerais. A Polícia Federal decidiu pelo arquivamento do caso.

5 de janeiro de 2022

Compartilhe

Bolsonaro também comentou sobre o processo de lisura da votação (Foto: Reprodução)

O presidente Jair Bolsonaro (PL) disse que não teme por sua saúde, mas por sua segurança durante as campanhas para a eleição deste ano. A declaração foi dada durante entrevista coletiva na manhã desta quarta-feira (5) após receber alta hospitalar. O presidente Jair Bolsonaro passou dois dias internado no Hospital Vila Nova Star, em São Paulo, com um quadro de obstrução intestinal.

Questionado por um repórter sobre sua condição de saúde e as viagens que uma campanha eleitoral demanda, o presidente respondeu que o que mais o preocupa é sua segurança. Ele voltou a falar da facada que levou em 2018 durante ato de campanha em Juíz de Fora, Minas Gerais, e cobrou maiores investigações em relação ao caso.

“A minha preocupação não é com as minhas viagens, é com a segurança. Nós não sabemos até onde o outro lado pode chegar. A gente sabe que a política brasileira, depois que a esquerda se fez mais presente, como eles são agressivos, como eles têm tentado eliminar seu adversário, não interessa como”, afirmou.

Bolsonaro também falou que não está preocupado com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e garantiu que as eleições de 2022 serão limpas. Ainda assim, voltou a colocar em dúvida a lisuda do sistema eleitoral brasileiro comentando sobre o que ele define como “fragilidades da urna eletrônica”, às quais afirmou que estão sendo questionadas pelo Ministério da Defesa.

“As forças armadas foram convidadas pelo ministro Barroso para participar das eleições. Aceitamos. Para participar de todo o processo eleitoral, sem exceção. E a Defesa agora fez alguns questionamentos sobre fragilidades da urna eletrônica. Então estamos aguardando a resposta do TSE, pode ser que ele nos convença que estamos errados, agora se nós não tivermos errados pode ter certeza que algo tem que ser mudado no TSE. E não vai ser com bravata, de quem quer que seja no Brasil, que nós vamos aceitar o que querem impor à nossa população”, disse.

Com informações do Congresso em Foco

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

PT entra com ação no STF por ampliação de prazo para federações

O PT entende que o prazo previsto na Lei para a formação das federações é muito curto e pede que seja estendido pelo STF pelo menos até maio deste ano, ou até agosto.

28 de janeiro de 2022

Bolsonaristas apelam para reajuste de professores para cativar votos

Reajuste de 33,24% concedido pelo presidente Jair Bolsonaro ignorou técnico do Ministério do Educação e não considerou a pressão nas contas dos governadores e prefeitos.

28 de janeiro de 2022

Pré-candidato a deputado federal, Saullo Vianna caminha com Wilson e David

À TV RealTime1, o deputado revelou os planos dele para disputar uma vaga na Câmara Federal, bastidores da política local e quem está na frente na corrida presidencial no AM.

28 de janeiro de 2022

Bolsonaro avalia com AGU se vai ou não prestar depoimento à PF

O ministro Bruno Bianco analisa os precedentes que podem ser aplicados a Bolsonaro para tentar minimizar o desgaste que poderia sofrer ao prestar depoimento.

28 de janeiro de 2022

Justiça do Distrito Federal arquiva caso do tríplex contra Lula

O MPF afirma que os crimes imputados ao ex-presidente Lula prescreveram. O petista tem 76 anos e, mesmo se condenado, a pena estaria prescrita até que pudesse ser cumprida.

28 de janeiro de 2022

MPAM investiga licitação de fornecimento de gás ao Hospital de Coari

Para o MPAM, valor da compra do gás de cozinha (GLP), de R$ 71 mil ultrapassa o limite máximo de dispensa de licitação que, no ano de 2019, era de R$ 17,6 mil.

28 de janeiro de 2022

Trabalho em regime híbrido é prorrogado até o dia 7 de fevereiro no TCE

A decisão também prorroga, automaticamente, até o dia 7 de fevereiro o regime de home office para todos os servidores acima dos 60 anos de idade e imunossuprimidos.

28 de janeiro de 2022

David Reis libera mais de R$ 2,5 milhões em cinco licitações da CMM

O presidente da Câmara Municipal de Manaus, vereador David Reis, tem surpreendido com licitações bastante específicas, sem se preocupar com as críticas da opinião pública.

28 de janeiro de 2022