fbpx

sexta, 22 de outubro de 2021

Blogueiro, advogado e empresários entram na lista de investigados da CPI

Allan dos Santos, do blog Terça Livre, Danilo Trento e Marcos Tolentino, do esquema da Precisa Medicamentos, e Otávio Fakhoury, elevaram para 36 o total de investigados,

6 de outubro de 2021

Compartilhe

Os 36 serão denunciados por crimes como genocídio, epidemia, contra a saúde popular, imperícia e outros mais (Foto: Reprodução)

O relator da Comissão Parlamentar de Inquérito da Covid-19, senador Renan Calheiros (MDB-AL), anunciou, nesta quarta-feira (6), que elevou para 36 o total de pessoas que serão denunciadas no relatório final da CPI. Cada nome será discutido com os senadores, de maneira individual, a partir do dia 15 deste mês.

O número de denunciados cresceu com a inclusão dos nomes dos empresários Danilo Trento e Otávio Fakhoury, do advogado Marcos Tolentino e do blogueiro Allan dos Santos, fundador do blog Terça Livre. Segundo Renan, os 36 serão denunciados por crimes como genocídio, epidemia, contra a saúde popular, imperícia e outros mais.

Incluído nessa lista, o empresário Danilo Trento é diretor-institucional da Precisa Medicamentos, empresa que tentou vender a vacina Covaxin, produzida pelo laboratório indiano Bharat Biotech, ao Ministério da Saúde por preços superfaturados e sem tê-la ainda aprovada pela agência sanitária da Índia. Trento é acusado de agir neste caso em combinação com o líder do governo Jair Bolsonaro na Câmara Federal, deputado Ricardo Barros (PP/PR).

Já o advogado Marcos Tolentino é acusado de participar da mesma trama da Precisa Medicamentos por intermédio da Fib Bank, empresa que deu a garantia fiduciária para a realização do contrato de aquisição da Covaxin. Tolentino nega, mas a CPI reuniu provas de que ele é o verdadeiro dono do Fib Bank, que apesar do nome sugerir, não é um banco, e de ser também do círculo de Ricardo Barros.

Otávio Fakhoury também é empresário e entrou no rol dos investigados por financiar a propagação de informações falsas sobre a pandemia, vacinas e tratamento precoce. O empresário atuava também no Instituto Força Brasil, que tentou vender vacinas da Astrazeneca por intermédio da Davati Medical Suply e seus representantes no Brasil, o cabo da Polícia Militar de Minas Gerais Luís Paulo Dominguetti e Cristiano Carvalho.

Por fim, Allan dos Santos encara as mesmas acusações feitas a Fakhoury de disseminar fake news e atacar ministros do Supremo Tribunal Federal por suas decisões judiciais sobre temas relativos a pandemia. Allan dos Santos, que fugiu para os Estados Unidos após ser incluído no inquérito do STF sobre atos anti-democráticos, relatado pelo ministro Alexandre de Moraes.

O blogueiro voltou as manchetes dos jornais nesta quarta-feira após a Folha de São Paulo revelar que ele mantinha uma “informante” no gabinete do ministro Ricardo Lewandoswki, a estagiária de Direito Tatiana Garcia Bressan, 45.

Texto: Gerson Severo Dantas

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Governo pede correção na autorização de empréstimo de R$ 452 milhões

Governo alegou que o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) solicitou garantias mais sólidas para a celebração do contrato entre as partes.

22 de outubro de 2021

Contratos realizados pela ManausCult são questionados por vereador

A dispensa de licitação envolve três empresas. Órgãos de controle e fiscalização foram acionados para investigar contratos da gestão de Alonso Oliveira na ManausCult.

22 de outubro de 2021

Marcelo Ramos é eleito o melhor deputado federal de 2021

Pelo terceiro ano consecutivo, o deputado federal pelo Amazonas e vice-presidente da Câmara dos Deputados esteve entre os premiados da seletiva do Prêmio Congresso em Foco.

22 de outubro de 2021

Após manobra para Auxílio de R$ 400, secretários de Guedes pedem demissão

A decisão ocorre no mesmo dia em que o governo definiu um acordo para rever a regra do teto de gastos em busca de garantir o Auxílio Brasil de R$ 400.

21 de outubro de 2021

Presidente do Senado quer mediar reunião entre estados e Petrobras

Os governadores reclamam que a matéria, que agora precisa passar pela análise do Senado, implica na perda de R$ 24,1 bilhões em arrecadação apenas para os estados.

21 de outubro de 2021

Militares perdem ação no TJAM e vão ter de pagar mais pela previdência

ADIN apresentada pela Associação dos Subtenentes e Sargentos da Polícia e Bombeiros questionava lei que estabelece novas alíquotas de contribuição deles para a previdência.

21 de outubro de 2021

Confira: relatório da CPI não ficou só nas sugestões de indiciamentos

Além do indiciamento de 66 pessoas e duas empresas, relatório de Renan Calheiros propõe 15 projetos de lei, um projeto de lei complementar e uma PEC.

21 de outubro de 2021

Senado avalia projeto que destina 10% das vagas no Sine às mulheres violentadas

Pesquisa encomendada pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública revelou que, em 2020, uma em cada 4 mulheres acima de 16 anos afirmou ter sofrido algum tipo de violência.

21 de outubro de 2021