fbpx

sexta, 22 de outubro de 2021

Bessa insiste em PL que já foi apresentado por Sandro Maia e arquivado pela CMM

É a segunda vez esse ano que um vereador da Câmara Municipal de Manaus quer aprovação de um Projeto de Lei para instituir o dia municipal do Hip Hop.

28 de setembro de 2021

Compartilhe

Vereador Sandro Maia (à esquerda) e Bessa (à direita) (Fotos: Divulgação)

O vereador Bessa (SDD) quer, por meio de um Projeto de Lei (PL), instituir a data 12 de novembro como o dia do Hip Hop. A mesma proposta já foi apresentada em maio desse ano pelo colega de bancada e vereador Sandro Maia (DEM), mas acabou arquivada pela Câmara Municipal de Manaus (CMM).

Desta vez, Bessa insiste na proposta e defende que a comemoração do Dia Municipal do Hip Hop em Manaus tem o objetivo de fomentar e promover a conscientização da população sobre esta cultura, além de proporcionar a integração social entre jovens e apreciadores desta modalidade cultural, por meio das manifestações artísticas e culturais em espaços diversos, com apoio do Poder Público Municipal.

Conforme a proposta do parlamentar, durante o Dia Municipal do Hip Hop será promovida a divulgação de trabalhos realizados nas diversas modalidades artísticas, que são características do movimento hip-hop, como o break, o grafite, DJ – Disc Jokey, MC – Mestre de Cerimônia e demais modalidades.

Podendo ser, também, oferecidas oficinas, debates, palestras, visando propagar a cultura do Hip Hop como ferramenta de integração social. A proposta foi assinada no dia 21 de setembro, porém só foi apresentada na última segunda-feira (27).

Confira o documento, em PDF e disponível para download, com o texto original do PL apresentado por Bessa:

Sandro Maia voltou atrás e pediu arquivamento do PL

O patrono do projeto para instituir o dia 12 de novembro como o Dia do Hip Hop em Manaus, vereador Sandro Maia, assinou o PL nº 266/2021 no dia 17 de maio deste ano. Dois dias depois foi protocolado na Casa e no dia 4 de agosto, por 39 votos a favor, foi aprovado em plenário.

No dia 24 do mesmo mês, recebeu parecer favorável da Procuradoria Legislativa. Porém, no dia seguinte (25) o próprio autor da proposta, vereador Sandro Maia, pediu a retirada do projeto em tramitação. Atualmente, o status do PL consta como arquivado.

Confira o documento, em PDF e disponível para download, com o texto original do PL apresentado por Sandro Maia em maio deste ano:

Mais de R$ 115 milhões aos vereadores em oito meses

A CMM recebeu, até o mês de agosto, mais de R$ 115,8 milhões para garantir o trabalho dos 41 vereadores, o que dá um custo de quase R$ 3 milhões para cada um deles, que deveriam fazer valer este dinheiro garantindo ao manauense boas e necessárias leis e a correta fiscalização do Executivo.

Em setembro, o RealTime1 divulgou que “vereadores custam caro para elaborar leis que têm pouca ou nenhuma utilidade“. Na ocasião, a temática abordou que entre os projetos e leis da CMM estão “a proibição de contratar músicos com repertório considerado “impróprio” e a regulamentação do exercício de capelão”.

Texto: Isac Sharlon

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Governo pede correção na autorização de empréstimo de R$ 452 milhões

Governo alegou que o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) solicitou garantias mais sólidas para a celebração do contrato entre as partes.

22 de outubro de 2021

Contratos realizados pela ManausCult são questionados por vereador

A dispensa de licitação envolve três empresas. Órgãos de controle e fiscalização foram acionados para investigar contratos da gestão de Alonso Oliveira na ManausCult.

22 de outubro de 2021

Marcelo Ramos é eleito o melhor deputado federal de 2021

Pelo terceiro ano consecutivo, o deputado federal pelo Amazonas e vice-presidente da Câmara dos Deputados esteve entre os premiados da seletiva do Prêmio Congresso em Foco.

22 de outubro de 2021

Após manobra para Auxílio de R$ 400, secretários de Guedes pedem demissão

A decisão ocorre no mesmo dia em que o governo definiu um acordo para rever a regra do teto de gastos em busca de garantir o Auxílio Brasil de R$ 400.

21 de outubro de 2021

Presidente do Senado quer mediar reunião entre estados e Petrobras

Os governadores reclamam que a matéria, que agora precisa passar pela análise do Senado, implica na perda de R$ 24,1 bilhões em arrecadação apenas para os estados.

21 de outubro de 2021

Militares perdem ação no TJAM e vão ter de pagar mais pela previdência

ADIN apresentada pela Associação dos Subtenentes e Sargentos da Polícia e Bombeiros questionava lei que estabelece novas alíquotas de contribuição deles para a previdência.

21 de outubro de 2021

Confira: relatório da CPI não ficou só nas sugestões de indiciamentos

Além do indiciamento de 66 pessoas e duas empresas, relatório de Renan Calheiros propõe 15 projetos de lei, um projeto de lei complementar e uma PEC.

21 de outubro de 2021

Senado avalia projeto que destina 10% das vagas no Sine às mulheres violentadas

Pesquisa encomendada pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública revelou que, em 2020, uma em cada 4 mulheres acima de 16 anos afirmou ter sofrido algum tipo de violência.

21 de outubro de 2021