fbpx

quinta, 21 de janeiro de 2021

‘Belão’ afirma que CPI da Saúde não investigou os últimos governos

A declaração foi dada por Belarmino, nesta quinta-feira (24), enquanto deputado estadual Delegado Péricles (PSL), presidente da CPI, anunciava o encerramento dos trabalhos.

24 de setembro de 2020

Compartilhe

Foto: Divulgação

O deputado estadual Belarmino Lins (PP) afirmou que a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Saúde não alcançou a finalidade de apurar as ilicitudes cometidas na Saúde do Estado ao longo dos últimos cinco anos.

A declaração foi dada por Belarmino, nesta quinta-feira (24), enquanto deputado estadual Delegado Péricles (PSL), presidente da CPI, anunciava o encerramento dos trabalhos da Comissão.

A votação do requerimento que solicitava a prorrogação da Comissão por mais 60 dias foi adiada para a próxima semana, porque durante a sessão de quarta-feira (23) não havia a quantidade mínima de 13 deputados presentes para discutir a pauta.

Ao que tudo indica, os trabalhos da Comissão vão encerrar porque o prazo limite da CPI é na próxima terça-feira, dia 29 de setembro, e as votações da Assembleia Legislativa, geralmente, ocorrem somente às quartas-feiras.

“Se a Comissão se ateve aos anos de 2020 e 2019, e os anos anteriores? Vai ficar na saudade? Para uma próxima? Aí eu quero lamentar, sem deixar de reconhecer o trabalho de vossas excelências”, disse ‘Belão’.

Manaus – Porto Velho

O parlamentar ainda comparou a atividades da CPI da Saúde ao trajeto Manaus (AM) – Porto Velho (RO), por meio da BR-319. Belarmino exemplificou que, ao sair de Manaus e encontrar um lamaçal na metade da rodovia nas proximidades de Humaitá, é necessário interromper a vigem, fazendo um paralelo com as investigações.

O deputado disse que nos anos anteriores à 2019, onde se foi constatado a maior quantidade de casos de corrupção na Saúde, o colegiado da Comissão não vai ter como dar prosseguimento nas investigações.

“Ficou esse período de 2019 pra trás sem sabermos o que a CPI fez e não quis fazer”, disse Belarmino.

Processos indenizatórios

Em tom de despedida, Delegado Péricles agradeceu os parlamentares que fizeram parte da Comissão, acrescentando que ao longo de 120 dias de investigações 41 depoentes foram ouvidos.

O parlamentar também parabenizou as medidas do atual secretário de Saúde, Marcellus Campêlo, com relação à extinção dos pagamentos mediante processos indenizatórios o que, de acordo com o deputado, foi uma irregularidade apontada pela CPI da Saúde.

“Poderíamos avançar mais, caso a CPI fosse prorrogada. Mas infelizmente não vai acontecer. Esse ofício que é nosso, de investigar, vai ser paralisado. Porque a CPI não vai prosseguir”, lamentou Péricles.

Reportagem: Izaías Godinho

Leia Mais:

Veja mais notícias

Vacinação suspensa: campanha vai passar por reformulação em Manaus

Semsa se comprometeu em suspender as vacinas nesta quinta-feira para que seja feita a reprogramação da campanha. Segunda dose para profissionais já vacinados está garantida.

21 de janeiro de 2021

Cientista fala sobre atraso de insumos: ‘incompetência diplomática’

Emocionada ao receber premiação, Margareth Dalcomo fez um desabafo sobre a escassez de vacinas contra a Covid-19 no Brasil. Para ela é "injustificável" não ter imunizantes.

21 de janeiro de 2021

Portugueses vão enviar 50 mil Euros para hospital em Manaus

A ajuda chega num dos momentos mais desafiantes da pandemia de em Manaus, que enfrenta uma devastadora segunda onda de incidências de casos de covid-19.

21 de janeiro de 2021

É golpe: MS alerta sobre falso agendamento de vacinação contra covid-19

De acordo com o Ministério da Saúde, não existe nenhum agendamento, via telefone, do sendo realizado e "jamais pede esse tipo de confirmação de dados".

21 de janeiro de 2021

David quer informações sobre as obras que Arthur deixou inacabadas

O prefeito alega que por toda a capital existem obras a serem terminadas e que geram prejuízo para a população, como por exemplo os terminais de ônibus 4 e 5 e creches.

20 de janeiro de 2021

Covid: oito cidades do Brasil receberam 135 pacientes transferidos do AM

A medida, que conta com o apoio da Força Aérea, foi tomada para desafogar a rede do sistema de saúde público do Estado, que colapsou em meio à falta de oxigênio.

20 de janeiro de 2021

Médicos e familiares em crise na pandemia são atendidos no ‘Escuta AM’

Projeto de escuta compassiva é voltado também aos outros profissionais de saúde que atuam na linha de frente do combate ao coronavírus. São até quatro sessões gratuitas.

20 de janeiro de 2021

Vereador cobra 100% de ônibus nas ruas; IMMU fala em normalidade

De acordo com o Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU), o número da ônibus circulando na cidade já é de 100%, inclusive, com veículos a mais nos horários de pico.

20 de janeiro de 2021