fbpx

terça, 15 de junho de 2021

Bancada evangélica no AM mostra que tem poder

Os deputados estaduais da bancada evangélica da ALE-AM mostraram que têm força na casa. Lei transforma igrejas e cultos em atividade essencial em caso de calamidade pública.

6 de junho de 2020

Compartilhe

A força da bancada evangélica na Assembleia Legislativa do Amazonas foi demonstrada mais uma vez. A partir de agora, as manifestações religiosas em igrejas e templos de qualquer culto são consideradas essenciais e estão isentas de restrição de mobilidade em caso de calamidade pública.


Conforme publicação no Diário Oficial do Estado, o governador Wilson Lima sancionou a Lei 5.198, de 29 de maio deste ano, classificando as igrejas e templos como atividade essencial, independente do culto ou tendência religiosa.


O decreto já vale para esta pandemia provocada pelo Coronavírus. Mas há algumas restrições visando, principalmente, à manutenção do distanciamento social. Idosos com mais de 60 anos e pessoas que apresentem algum problema de saúde não poderão participar das manifestações religiosas.


Quem apresentar sintomas de contaminação de Covid-19 ou até mesmo esteja convivendo com infectados pelo vírus também serão vetados nos cultos e atividades, assim como crianças e pessoas cujos familiares reprovem a participação presencial no local.


As demais medidas de prevenção contra a pandemia também devem ser respeitadas: uso de máscaras de proteção; distanciamento de pelo menos três assentos entre uma pessoa e outra; separação de pelo menos 1,5 metro entre os fiéis e limitação de ocupação do espaço, que não deve ultrapassar a 30% do espaço do local.


Os responsáveis pela igreja ainda devem fornecer álcool em gel para todos os fiéis e evitar aglomeração nos locais de acesso e saída dos cultos.

Leia mais sobre Política

Prefeita e ex-secretário de Coari são denunciados pelo MPAM

De acordo com o MPAM, há indícios de uso do programa social 'Direito a Cidadania' para fins eleitoreiros, devido à possibilidade das Eleições suplementares no município.

14 de junho de 2021

Wizard poderá ser levado à CPI por condução coercitiva, caso falte na quinta

Caso o empresário não compareça, o auditor do TCU, Alexandre Figueiredo Costa Silva Marques, estará de sobreaviso para antecipar depoimento à comissão investigadora.

14 de junho de 2021

Entusiasmo de governador e prefeito esbarra na vontade da população

Essa e outras notícias na coluna TEMPO REAL do portal RealTime1: Informação com credibilidade sobre política e os últimos acontecimentos do Amazonas.

14 de junho de 2021

PEC da Guarda Municipal avança, mas sem trechos inconstitucionais

A proposta para regulamentação da Guarda Municipal armada no Amazonas tramita em regime de urgência na Assembleia Legislativa e deve entrar em pauta nesta quarta-feira (16).

14 de junho de 2021

Supremo abre crise na CPI com decisões divergentes sobre sigilos

Analisando casos de quebras dos sigilos telefônico e telemático, Luís Roberto Barroso, Alexandre de Moraes e Ricardo Lewandowski tomaram decisões bastante diferentes.

14 de junho de 2021

Parceria com David na imunização vai ter ‘bis’ nos próximos dias, diz Wilson

Governador e prefeito comemoraram os números alcançados na ação do final de semana e agradeceram aos profissionais da saúde envolvidos na operação.

14 de junho de 2021

Depoimento de Marcellus Campêlo pode evidenciar omissões de Bolsonaro

O ex-secretário de Saúde do Amazonas deve ser questionado acerca da crise de oxigênio vivida em janeiro e da imposição do tratamento precoce pelo Ministério da Saúde.

14 de junho de 2021

Deputados levam indícios de crime de responsabilidade de Bolsonaro ao TCU

Os dados foram apresentado pelo deputado Elias Vaz (PSB-GO) também à CPI da Covid. O desvio de valores destinados a publicidade seriam de R$ 52 milhões.

14 de junho de 2021