fbpx

sábado, 22 de janeiro de 2022

Bancada do Amazonas no Senado gastou R$ 752.662,41 até agosto

Números do portal da Transparência do Senado mostram que o presidente da CPI da Pandemia, Omar Aziz (PSD), foi quem mais usou os recursos do cotão e dos gastos reembolsáveis.

8 de setembro de 2021

Compartilhe

Os três senadores do Amazonas gastaram mais de R$ 750 mil com contratação de serviços de apoio aos mandatos deles no Congresso (Foto: Reprodução)

Os três representantes do Amazonas no Senado Federal usaram, até agosto deste ano, R$ 752.662,41 em recursos da Cota para o Exercício da Atividade Parlamentar (Ceap), o “Cotão”, e de recursos reembolsáveis pela Casa. O líder neste ranking é o senador e presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito da Covid-91, Omar Aziz (PSD), que usou R$ 314.628.28, seguido por Eduardo Braga (MDB), com R$ 258.815,21, e o tucano Plínio Valério, com gastos de R$ 179.218,92.

A maior parte do cotão usado por Omar Aziz foi para a “contratação de serviços de apoio parlamentar”: R$ 190.000,00. Do cotão, ele ainda usou R$ 112.681,96 para a compra de “passagens aéreas, aquáticas e terrestres nacionais”. Dos gastos reembolsáveis, o senador usou R$ 4.601,74 para o “consumo de material”; e R$ 9.645,45 com Correios. No total desta rubrica, Omar gastou R$ 11.946,32.

Além dos gastos, Omar Aziz também emprega 27 funcionários no gabinete dele em Brasília, sendo 24 deles comissionados, de livre nomeação do senador. Em Manaus são outros 16 comissionados no escritório local. O senador não recebe auxílio-moradia, pois reside em apartamento funcional do Senado.

Eduardo Braga também usa a maior parte do cotão para a “contratação de serviços de apoio parlamentar”: R$ 200.000,00. Desde o início do ano ele usa regularmente R$ 25 mil mensais com este tipo de despesa. Do cotão, o senador medebista usou ainda R$ 45.948,59 com a compra de “passagens aéreas, aquáticas e terrestres nacionais”. Dos gastos não cobertos pelo cotão, Braga usou R$ 5.180,48 com “consumo de material” e mais R$ 10.276,38 com Correios.

O senador tem, ainda, à disposição 23 funcionários no gabinete em Brasília, sendo 22 comissionados, e mais 13 comissionados no escritório de Manaus. Assim como Omar, Braga não recebe auxílio-moradia porque vive em apartamento funcional do Senado.

Assim como os colegas de bancada, o senador Plínio Valério concentra os recursos do cotão na “contratação de serviços de apoio parlamentar”: R$ 110.000,00. Com “passagens aéreas, aquáticas e terrestres nacionais” Plínio Valério gastou R$ 22.199,35. O senador também usou R$ 23.503,07 com “aluguel de imóveis para escritório político”; R$ 6.202,83 com “locomoção, hospedagem, alimentação e combustíveis” e ainda R$ 1.150,00 com “divugação da atividade parlamentarar”.

Fora do cotão, o senador tucano usou R$ 2.135,36 com “consumo de material” e outros R$ 15095,99 com “Correios”. Plínio tem à disposição 15 funcionários no gabinete em Brasília, sendo dez comissionados, além de 44 outros comissionados no escritório no Amazonas. Como Omar e Braga, Plínio também mora em apartamento funcional do Senado e não recebe auxílio-moradia.

Texto: Gerson Severo Dantas

Leia mais:

Leia mais sobre Política

Wilson e Queiroga participam de mobilização contra Covid-19 em Manaus

Mobilização de ações contra a Covid-19, com a vacinação e a testagem da população em larga escala, acontecem simultaneamente nos sete estados da região Norte neste sábado.

21 de janeiro de 2022

Carol Braz e Luiz Castro dão primeiro passo na disputa por Governo e Senado

Carol desfiliou-se do PSC para disputar o governo do Amazonas pelo PDT, enquanto Luiz deixou a Rede para tentar pela segunda vez chegar ao Senado Federal.

21 de janeiro de 2022

Prefeito de Parintins, Bi Garcia revela que testou positivo para Covid-19

Nas redes sociais o prefeito de Parintins, Frank Bi Garcia, revelou que sentiu sintomas leves na noite desta quinta-feira e resolveu fazer um exame que confirmou a doença.

21 de janeiro de 2022

Bolsonaro chega ao velório da mãe, que morreu aos 94 anos em São Paulo

Olinda, que sofria com Alzheimer, morreu aos 94 anos na madrugada desta sexta. Ela estava internada em um hospital de São Paulo e a causa da morte não foi divulgada.

21 de janeiro de 2022

Lula segue na liderança do primeiro turno com 42%; Bolsonaro tem 28%

Esta rodada, no entanto, trouxe um fato novo: Lula entrou na zona do empate técnico em comparação ao somatório das intenções de voto dos demais candidatos.

21 de janeiro de 2022

TRE autoriza desfiliação de Marcelo Ramos do Partido Liberal

Marcelo Ramos confirmou que a partir de agora está formalmente fora do PL. O vice-presidente da Câmara Federal afirmou que deve anunciar um novo partido em breve.

21 de janeiro de 2022

MPAM expede recomendação contra nepotismo na Prefeitura de Canutama

Promotoria do MPAM de Canutama recomendou que o Município exonere agentes públicos que tenham algum parentesco com o prefeito e o vice-prefeito, em até 30 dias.

21 de janeiro de 2022

Partido de Bolsonaro tem de Tiririca a líder da bala no Congresso

Além de um numeroso grupo de candidatos leais a Bolsonaro e alinhados ao ideário do atual presidente, o PL deve chamar a atenção durante as eleições pela composição eclética.

21 de janeiro de 2022