fbpx

sexta, 22 de janeiro de 2021

Augusto Ferraz e Wilker Barreto trocam farpas durante sessão da Aleam

A discussão iniciou quando o deputado Augusto afirmou que as fragilidades constatadas na pasta da Saúde do Amazonas são fruto da má gestão de governos anteriores, Wilker reagiu

2 de julho de 2020

Compartilhe

Os deputados Augusto Ferraz e Wilker Barreto (Divulgação Aleam)

Os deputados estaduais Augusto Ferraz (DEM) e Wilker Barreto (Podemos) trocaram farpas durante a sessão plenária virtual da Assembleia Legislativa do Estado (Aleam), nesta quinta-feira (2).

A discussão iniciou quando o deputado Augusto Ferraz afirmou que as fragilidades constatadas na pasta da Saúde do Amazonas são fruto da má gestão de governos anteriores.

Na ocasião, Augusto Ferraz elogiou o andamento da Comissão Parlamentar de Inquérito que investiga possíveis crimes cometidos na Saúde do Estado, mas prestou apoio ao governador Wilson Lima (PSC). O parlamentar disse que todos os governos anteriores “brincaram” com a Saúde.

“Tem que buscar os últimos 10 anos, o governo Melo, e todos os governos. Eu queria dizer ao deputado Wilker que eu não como e nem bebo de política. Eu faço política porque quero ver o Amazonas desenvolvendo. O senhor esteve 10 anos na prefeitura, deputado Wilker Barreto. Para as suas escolas, galpões foram alugados e as crianças foram jogadas lá como animais. O senhor é tão bonzinho e porque não fez o que precisa ser feito em Manaus? ”, disparou o parlamentar.

O deputado Wilker Barreto, porém, defendeu-se afirmando que não fez parte do executivo municipal, mas cumpria as atividades do legislativo como vereador. O parlamentar acrescentou que não apoia governos corruptos e ressaltou que poderia agendar um debate com o parlamentar

“Vossa Excelência disse no pequeno expediente que independente de tudo o que está acontecendo, vai continuar a apoiando o governo. É essa a minha diferença para Vossa Excelência. Vamos em praça pública, deputado, para ver se o povo de Iranduba concorda com o senhor apoiando o governo”, respondeu o parlamentar.

Veja mais notícias

Manaus segue sem previsão para retomada da vacinação dos grupos prioritário

A vacinação deveria ocorrer em dez hospitais, até às 21h, exclusivamente para profissionais das Unidades de Terapia Intensiva (UTI), classificados como prioridade máxima.

22 de janeiro de 2021

Secretários são multados em R$ 50 mil por crise na saúde do AM

Jupiza cobrava regularização na distribuição de oxigênio nas unidades de saúde, a ampliação no número de leitos nos hospitais e a transparência no Plano de Imunização.

22 de janeiro de 2021

Audiência Pública discute criação de consórcio para compra de vacina

De acordo com a autora da proposta, deputada Dra. Mayara, o estado precisa ter independência para adquirir os imunizantes diretamente, sem a intermediação do Governo Federal.

22 de janeiro de 2021

Comitê aciona delegacia para investigar irregularidades na vacinação

Na solicitação, o Comitê de Combate à Corrupção pede que "em caso de comprovação, que sejam indicadas medidas administrativas e judiciais aos órgãos competentes".

22 de janeiro de 2021

Governo anuncia repasse do FTI para fortalecer combate à covid-19

Governo quer repassar R$ 100 milhões do Fundo de Fomento ao Turismo, Infraestrutura, Serviços e Interiorização do Desenvolvimento do Estado (FTI) para o interior

22 de janeiro de 2021

Vereador Amom libera pré-inscrições para vagas no gabinete

As pré-inscrições estão sendo feitas de forma virtual onde, no site do vereador, o candidato realiza um cadastro. O edital completo será divulgado dia 31 de janeiro.

22 de janeiro de 2021

Pico de síndromes respiratórias pode exigir consumo maior de oxigênio

As doenças respiratórias e o aumento dos casos de Covid-19 podem pressionar ainda mais o sistema de saúde do Amazonas, exigindo produção de mais de 100 m³ de oxigênio/dia.

22 de janeiro de 2021

Parintins receberá mais de 2 mil doses de vacina contra Covid-19

O imunizante é destinado ao Município através do Plano Nacional de Imunização contra Covid, elaborado pelo Governo Federal.

22 de janeiro de 2021