fbpx

sexta, 25 de junho de 2021

Após 423.229 mortes, Bolsonaro cria secretaria de enfrentamento à Covid

Medida ocorre ao mesmo tempo em que uma CPI analisa possíveis omissões do Executivo na condução do combate à doença e esvazia um Comitê que estava desagradando o presidente.

11 de maio de 2021

Compartilhe

O decreto deve ser publicado nesta terça-feira (Foto: Poder 360)

O presidente Jair Bolsonaro anunciou a criação, no Ministério da Saúde, de uma Secretaria Extraordinária de Enfrentamento à Covid-19.

A medida vem 461 dias após o Governo declarar estado de emergência para conter a pandemia e quando, na data de hoje (10), registrou-se 423.229 mortos em decorrência da doença em todo o país.

A criação da Secretaria ocorre ao mesmo tempo em que uma CPI está instalada no Senado para analisar possíveis omissões do Executivo na condução do combate à doença.

Em curto comunicado ainda na noite desta segunda, o Palácio do Planalto afirmou que será papel da secretaria “propor diretrizes nacionais e ações de implementação das políticas de saúde para o enfrentamento à Covid-19, em articulação com os gestores estaduais, municipais e do Distrito Federal”, assim como definir e coordenar as ações do Plano Nacional da Vacinação contra a doença.

O decreto deve ser publicado nesta terça-feira (11), em edição do ‘Diário Oficial da União’.

A medida, na prática, esvazia um comitê planejado por Bolsonaro para unir os três poderes. O grupo, além do chefe de Executivo, é composto pelo presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL) e do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), além de contar com a anuência do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux. Após algumas reuniões, o comitê deixou de se encontrar há cerca de um mês, após Bolsonaro se pronunciar contra as decisões tomadas pelo grupo.

Com informações do Congresso em Foco

Leia mais:

Leia mais sobre Política

Especialistas em Saúde são contrários, mas Alemão quer comércio 100% aberto

Empresário e parlamentar, William Alemão afirma que maioria das pessoas dos grupos de risco para a Covid-19 está imunizada e que cenário é ideal para flexibilizar medidas.

25 de junho de 2021

Agenda antiambiental de Bolsonaro pode prejudicar Zona Franca de Manaus

A transgressão de compromissos internacionais para a preservação da floresta amazônica pode acarretar boicotes a produtos brasileiros em outros países.

25 de junho de 2021

Maioria do STF impede convocação de governadores pela CPI da Covid

Os ministros seguem decisão individual da ministra Rosa Weber, que suspendeu as convocações de governadores determinadas pela CPI da Pandemia.

24 de junho de 2021

Por ordem de Alexandre de Moraes, Daniel Silveira é preso novamente

O ministro do STF alega em sua decisão que Daniel Silveira violou mais de 30 vezes as regras da prisão domiciliar que o deputado está cumprindo desde o início do ano.

24 de junho de 2021

Câmara autoriza candidatura de gestor multado por conta irregular

A lei aprovada por 345 favoráveis, 98 contrários e quatro abstenções, libera para concorrer os gestores que foram punidos apenas com multa. A matéria segue para o Senado.

24 de junho de 2021

Irmãos bolsonaristas prometem ‘bomba’ na CPI para derrubar República

Além de revelar que possuem informações quentes do Governo Federal, os irmãos Miranda pediram segurança à CPI após intimidação de Onix Lorenzoni.

24 de junho de 2021

Filipe Martins ganha liminar para ficar calado em depoimento na CPI

Assessor Internacional da Presidência da República será ouvido para esclarecer a presença dele na reunião com representantes da Pfizer, em novembro, para a compra de vacinas.

24 de junho de 2021

Luis Miranda pede prisão de Onyx Lorenzoni e Elcio Franco à CPI

O deputado federal encaminhou um ofício ao presidente da CPI da Covid, senador Omar Aziz, no qual afirma que Onyx e Élcio estariam buscando coagi-lo antes do seu depoimento.

24 de junho de 2021