fbpx

sexta, 20 de maio de 2022

Alexandre Saraiva adverte Braga Netto sobre o risco de prisão por desordem

Ex-superintendente da Polícia Federal no Amazonas escreveu numa rede social que o ministro poderia ser preso por tentativa de atrapalhar a eleição e promover a desordem.

22 de julho de 2021

Compartilhe

Trabalhando atualmente em Volta Redonda, delegado repercutiu as falas golpistas do ministro da Defesa, general Braga Netto (Foto: Reprodução)

O ex-superintendente da Polícia Federal no Amazonas e, atualmente, adjunto de uma delegacia na baixada fluminense (RJ), Alexandre Saraiva, postou em suas redes sociais uma dura resposta às declarações do Ministro da Defesa, Walter Braga Netto, de que sem voto impresso o Brasil pode não ter eleição em 2022, numa clara ameaça ao Congresso Nacional que examina essa matéria a partir de um projeto de lei da deputada bolsonarista Bia Kicis (PSL/DF).

Saraiva alertou que o ministro corre risco de prisão por crime de desordem e intenção de prejudicar os trabalhos visando a eleição.

“Espero que não tenha acontecido. Bom lembrar o disposto no Código Eleitoral artigo 175 (24): promover desordem que prejudique os trabalhos eleitorais. Pena de reclusão de um a quatro anos”, escreveu Alexandre Saraiva.

O delegado, tido até abril deste ano como um aliado do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), perdeu o posto de superintendente no Amazonas após entrar em choque com o ex-ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, a quem acusou de advocacia administrativa e tentativa de atrapalhar ação policial no caso da maior apreensão de madeira ilegal da história da Polícia Federal.

Demitido, Alexandre Saraiva foi realocado na delegacia da PF no município de Volta Redonda (RJ), mas antes participou duas vezes das tradicionais transmissões ao vivo que Bolsonaro faz às quintas-feiras. Nas oportunidades, Saraiva falou do trabalho da corporação no Amazonas.

O delegado, tido como um dos principais aliados do presidente na PF, teve ainda o nome especulado para assumir a superintendência do Rio de Janeiro durante o episódio que culminou com a demissão do ex-ministro da Justiça Sérgio Moro. O ex-juiz saiu do governo acusando o presidente de intromissão na Polícia Federal, fato que é alvo de um inquérito que corre no Supremo Tribunal Federal (STF).

Ainda sobre as ameaças golpistas de Braga Neto e interagindo com um seguidor que perguntou se ele teria coragem para prender o militar, Saraiva foi lacônico: “Não subestime nossa disposição para defender o cumprimento das leis. Dura lex, sed Lex”.

Texto: Gerson Severo Dantas

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Bolsonaro ataca o STF, e Moraes fala em luta contra antidemocráticos

Bolsonaro também afirmou que as Forças Armadas foram convidadas a participar do processo eleitoral e que suas observações "não vão ser jogadas no lixo".

19 de maio de 2022

Em pré-campanha, Arthur busca apoio de influenciadores digitais

O ex-prefeito reuniu com influenciadores digitais do Amazonas, que já o apoiaram durante sua gestão na Prefeitura. A ideia é ampliar sua rede de apoio nas redes sociais.

19 de maio de 2022

‘Não vou dar mole para essa empresa’, diz Sinésio sobre AM Energia

Ao comentar decisão que libera a AM Energia a instalar medidores, Sinésio afirma que os aparelhos são vergonhosos e que não vai deixar a empresa livre para cometer abusos.

19 de maio de 2022

João Pedro ‘bate o pé’ e lança seu nome ao Senado pelo PT-AM

O ex-senador afirmou que irá registrar candidatura ao Senado, contrariando Sinésio Campos, que afirmou que o PT não terá candidato ao posto para apoiar Omar Aziz.

19 de maio de 2022

General Franklimberg quer levar experiência militar para Aleam

Filiado ao União Brasil, o militar colocou seu nome à disposição da sigla para tentar uma vaga na Asembleia. Ele ajudou a atual gestão durante o período de transição.

19 de maio de 2022

Populares reagem a vídeo de Amazonino dizendo não ter dinheiro; confira

Depois de quatro mandatos como governador e três como prefeito, Amazonino Mendes disse, em vídeo, não ter dinheiro. O ex-governador quer voltar a chefiar o Estado.

19 de maio de 2022

Homeschooling: Átila, Bosco, Alberto Neto e Pablo dizem sim à educação domiciliar

A bancada do Amazonas na Câmara ficou dividida na votação do homeschooling. Os destaques do texto-base serão votados nesta quinta e depois segue para o Senado.

19 de maio de 2022

‘Gestor tem que ser jovem, andar e estar perto do povo’, diz Liliane Araújo

Liliane Araújo é a nova entrevistada da série do Real Time 1 com os pré-candidatos para a Câmara dos Deputados em Brasília onde faz a defesa de suas bandeiras.

19 de maio de 2022