fbpx

quinta, 18 de agosto de 2022

Aleam faz caridade com parte do salário dos servidores

Servidores que aderirem ao Programa Assembleia Participativa terão que contribuir com pelo menos 1% do salário mínimo. Aleam informa que todos podem cancelar a adesão.

24 de setembro de 2021

Compartilhe

(Foto: Reprodução)

A Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) que é a ”casa das leis”, publicou em seu Diário Oficial Eletrônico do último dia 13, uma portaria que cria o Programa Assembleia Participativa, um instrumento de filantropia que pretende beneficiar instituições amazonenses que atuem em favor da causa social bem como servidores da Casa que comprovem estar em situação de vulnerabilidade. Até aí tudo certo, o problema são os financiadores: servidores da ativa, aposentados, pensionistas e os deputados estaduais.

A portaria menciona que a participação de quem já faz parte do quadro de funcionários é voluntária. Enquanto os servidores que forem nomeados ou empossados a partir da publicação da portaria serão automaticamente incluídos no programa já com um desconto mensal de R$ 20,00. A contribuição mínima fica um pouco abaixo disso, um por cento do salário mínimo vigente, ou seja R$ 11 (R$ 11,69 baseado no salário mínimo de 2022). Aqueles que não desejarem contribuir precisam enviar um requerimento à Diretoria de Recursos Humanos da Aleam, o que causa um claro constrangimento ao servidor.

O RealTime1 procurou saber se a proposta está de acordo com a Constituição Federal. O advogado Helso Ribeiro declarou que o programa não é inconstitucional mas por querer fazer ”festa com o dinheiro dos outros” torna-se mal visto por tocar em algo inalienável, o salário do servidor.

Apesar de não infringir a lei, o programa desperta duas perguntas, que devem continuar carecendo de respostas: por que uma casa que tem um orçamento bastante considerável precisa de uma porcentagem do salário de servidores para fazer ações como essa? Será que os deputados estaduais que ganham R$ 25.322,25 (bruto) e R$ 18.682,81 (líquido) vão doar pelo menos umas cinco vezes o valor mínimo?

Texto: João Luiz Onety

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Projeto de Lei na CMM quer evitar mudança no nome de ruas em Manaus

Vereador denuncia que as alterações servem apenas para suprir os interesses de políticos locais, que priorizam homenagens a familiares de agentes políticos.

17 de agosto de 2022

TRE-AM obriga apoiadores de Bolsonaro a retirarem outdoors contra Lula

Outdoors com propaganda eleitoral foram retirados, por decisão do TRE-AM, em Itacoatiara. A divulgação do conteúdo nesse tipo de mídia é vedada por Lei.

17 de agosto de 2022

Podcast ‘OBSERVATÓRIO POLÍTICO – Eleições 2022’ estreia nesta quinta

Primeiro programa da parceria RealTime1 e Comitê de combate à Corrupção do AM vai detalhar a "Carta de Compromisso" que os candidatos majoritários do Estado estão assinando.

17 de agosto de 2022

Confira o TOP5 dos parlamentares federais e estaduais nas redes sociais

O levantamento das 5 melhores performances de parlamentares federais e estaduais do Amazonas nas redes sociais está sendo feito semanalmente pelo RealTime1.

17 de agosto de 2022

Para 41%, Bolsonaro tem gestão negativa, aponta pesquisa Quaest

Avaliação da gestão de Bolsonaro oscilou pouco, dentro da margem de erro, em relação à pesquisa anterior da Quaest, quando 43% achavam negativa e 27%, positiva.

17 de agosto de 2022

No Amazonas, 19 candidatos levam títulos religiosos para o nome de urna

De acordo com a plataforma Divulgacand, as denominações "pastor" e "pastora" são as mais utilizadas pelos candidatos da comunidade evengélica, com 11 registros.

17 de agosto de 2022

Amazonino e Wilson convocam seguidores a mudar foto do perfil

A estratégia é uma tentativa de aproximar os eleitores, gerar identificação e demonstrar apoio à campanha. Wilson usou as cores da sua campanha e Amazonino o azul e vermelho.

17 de agosto de 2022

Candidatos registram nomes inusitados para chamar atenção do eleitor

Chico Bento, Maria Bonita, Papaleguás, Babalu, Vanessa da ZL, Velho do Rio do Lago do Ubim, Neiva do Ceú são alguns dos nomes de urna escolhidos por candidatos no Amazonas.

17 de agosto de 2022