fbpx

sexta, 15 de janeiro de 2021

Aleam aprova Delegacia Anticorrupção com apenas um voto contrário

Com apenas um voto contra, Assembleia Legislativa do Amazonas aprovou a criação da Delegacia Especializada em Combate à Corrupção (DECCOR).

13 de agosto de 2020

Compartilhe

Parlamentares aprovaram a criação da nova delegacia (Foto: Izaias Godinho/RealTime1)

A criação da Delegacia Especializada em Combate à Corrupção (DECCOR) foi aprovada pela maioria dos parlamentares da Assembleia Legislativa do Estado (Aleam), nesta quarta-feira (13).

Por meio do PL 337/20 oriundo da mensagem governamental n. 64/2020 a Delegacia será vinculada à estrutura organizacional da Polícia Civil do Estado do Amazonas.

A criação da Delegacia teve parecer favorável da Comissões de
Constituição, Justiça e Redação; de Assuntos Econômicos; e de Obras, Patrimônio e Serviços Públicos (CCJ).

O deputado estadual Wilker Barreto (Pode) votou contrário ao PL, que teve como relator o deputado Delegado Péricles (PL).

Na ocasião, o parlamentar sugeriu uma emenda ao projeto em que se estabelecia que o Delegado titular da Delegacia Anticorrupção escolhido teria mandato de dois anos não prorrogáveis, e dependeria de sabatina e aprovação por maioria simples dos Deputados da Assembleia Legislativa,
após apresentação formal pelo Chefe do Poder Executivo de
seu nome.

No entanto, o texto original foi aprovado. De acordo com o Delegado Péricles, o responsável pela Delegacia de Combate à Corrupção será indicado pela Delegada-Geral Emília Ferraz.

Delegado Péricles (PSL) afirmou sugeriu ao deputado Wilker Barreto (Pode) que a emenda do parlamentar deveria ser discutida na CCJ, porque é complexa.

“A minha proposta é que seja vedado a nomeação para os cargos de delegado, procuradores e escrivãos lotados na Delegacia Especializada em Combate à Corrupção de policiais civis com filiação político-partidária ou que tenham tido filiação político-partidária nos últimos cinco anos, ou parentes consanguíneos”, sugeriu o parlamentar.

O deputado Dermilson Chagas (Pode) se absteve de votar a matéria afirmando que é favorável a isenção no comando da Delegacia. Concordando com o deputado Wilker Barreto.

A deputada estadual, Joana Darc (PSL) que é líder de Governo na Casa, foi contrária à emenda de Wilker Barreto (Pode) afirmando que seria necessário alterar a Constituição Estadual caso fosse retirada a autonomia de indicação por parte Governo e Secretarias.

“Eu até entendo a boa vontade dos colegas. Mas infelizmente, não passa de discurso político. Porque quem quiser a alterar a forma de escolher delegados, terá que fazer da forma correta. Até porque nós também não podemos fazer isso ou também seremos investigados”, afirmou a parlamentar.

Sinpol-AM favorável

O presidente do Sindicato dos Funcionários da Polícia Civil do Amazonas (Sinpol-AM), Jaime Lopes, acompanhou a votação e afirma que a criação da Delegacia é prevista no Fundo Nacional de Segurança Pública, do Governo Federal.

“Há uma cobrança do Ministério da Justiça, em relação a sete Estados que não haviam criado a Delegacia, a exemplo do Amazonas. Essa Delegacia fará parte da estrutura organizacional da Policia Civil. É competência do Delgado-geral indicar o delegado que responderá por essa Delegacia”, afirmou.

Texto: Izaias Godinho

Veja mais notícias

Vereador usa metade do salário para comprar cilindros de oxigênio

A iniciativa é do vereador de Manaus, Rodrigo Guedes (PSC) e a doação vai se destinar a movimentos sociais e ao Corpo de Bombeiros. A ação acontece neste sábado (16).

15 de janeiro de 2021

Apelação do Inep ‘cai’ e Enem permanece suspenso no Amazonas

Inep havia recorrido da decisão que suspendeu aplicação das provas no Amazonas por conta da pandemia de Covid-19. Porém, vereador Amom Mandel recorreu da apelação.

15 de janeiro de 2021

Governo enfrenta dificuldades para transportar oxigênio para Manaus

A maneira mais rápida de chegar aqui é via área. Contudo, as únicas aeronaves que podem fazer isso são da Força Aérea Brasileira.

15 de janeiro de 2021

‘Delivery está proibido’, orienta Associação de Bares e Restaurantes

Entidade destaca que dentro do período estipulado pelo governo, o funcionamento de restaurantes continua sendo para atendimento via delivery, take away, drive thru e balcão.

15 de janeiro de 2021

Farmácias pedem para funcionar durante toque de recolher no Amazonas

Os conselhos federal e regional de farmácia argumentam que desde 2014 farmácias e drogarias são estabelecimentos de saúde, previstos na Lei Federal nº 13.021.

15 de janeiro de 2021

Farmácias de Manaus passam a funcionar somente até as 18h

Após esse horário, o funcionamento é exclusivo pelos canais de delivery. O ajuste deve-se ao decreto estadual que estabelece toque de recolher das 19h às 6h.

15 de janeiro de 2021

Em meio à crise de oxigênio, Planalto insiste em realizar o Enem

Essa e outras notícias na coluna TEMPO REAL do portal RealTime1: Informação com credibilidade sobre política e os últimos acontecimentos do Amazonas.

15 de janeiro de 2021

Justiça veta aumento de gastos com deputados proposto por Josué Neto

Projeto aumentava em 35% a Cota de Exercício para a Atividade Parlamentar (Ceap) e em 20% a verba de gabinete para cada um dos 24 deputados estaduais.

15 de janeiro de 2021