fbpx

quarta, 20 de janeiro de 2021

Aleam adia votação de 22 projetos de lei por falta de quórum

A deputada estadual Alessandra Campêlo, que presidiu a sessão, disse que haviam apenas cinco parlamentares presentes de forma virtual, e outros cinco parlamentares em plenário.

23 de setembro de 2020

Compartilhe

A parlamentar chegou a suspender os trabalhos por cinco minutos para que mais três parlamentares registrassem presença (Foto: Izaías Godinho)

A votação de 22 projetos de lei na Assembleia Legislativa do Estado (Aleam), prevista para ocorrer nesta quarta-feira (23), foi adiada para a próxima semana.

A deputada estadual Alessandra Campêlo (MDB) disse que a quantidade mínima de 13 deputados presentes, exigida para a votação das matérias, tem sido prejudicada por conta das sessões híbridas, reuniões realizadas de forma presencial e virtual simultaneamente.

Alessandra afirmou que apenas cinco parlamentares estavam presentes de forma virtual, e outros cinco parlamentares em plenário.

A parlamentar chegou a suspender os trabalhos por cinco minutos para que mais três parlamentares registrassem presença. Por conta da permanência da falta de quórum, porém, a votação foi adiada para a próxima quarta (30).

“Desde que a gente começou esse trabalho e fazer as reuniões híbridas, o quórum tem sido dificultado porque é óbvio que quando você pode participar de forma virtual, você acaba também fazendo outras coisas. Você entra na sessão, muitas vezes está na rua, e às vezes a conexão cai”, afirmou a deputada.

Campêlo também acrescentou que dois parlamentares pediram para que se registrasse a presença deles, mesmo não conseguindo se conectar virtualmente e participar da sessão.

Matérias adiadas

Dentre as matérias que deixaram de ser votadas, consta o PL nº 353/20, oriundo da Mensagem Governamental nº 66/20 que cria o “Cartão Social”, instituindo fonte de recursos complementar ao Fundo de Promoção Social e Erradicação da Pobreza.

Além da mensagem governamental, o Projeto de Lei nº 74/20, de autoria da deputada Dra. Mayara Pinheiro (PP), que prevê a disponibilização na internet da lista de pessoas condenadas por crime de violência contra a mulher. A votação do requerimento que solicita a prorrogação da CPI da Saúde por mais 60 dias também foi adiada.

Reportagem: Izaías Godinho

Leia Mais:

Veja mais notícias

PSOL pede ao STF que proíba medicamentos para “tratamento precoce”

A sigla também pediu que o governo federal pare de divulgar qualquer informação que propague, induza ou incentive o uso de medicamentos sem comprovação.

20 de janeiro de 2021

Distribuição de vacinas no interior atende à quantidade de indígenas

Uma verdadeira operação de "guerra" está sendo montada para a distribuição dos "kits" com vacinas e seringas. Um avião anfíbio seguiu hoje para quatro municípios do Estado.

20 de janeiro de 2021

Pesquisa avalia se Vacina BCG reduz impactos da Covid-19

A vacina é uma das mais utilizadas no mundo para prevenir formas graves da tuberculose na infância. Sendo assim, pode gerar resposta imune contra outras infecções.

20 de janeiro de 2021

Parintins recebe 3.831 doses da vacina abaixo do esperado

A estimativa inicial da Prefeitura de Parintins era receber 4.900 doses da vacina. Porém, o município recebeu apenas 1.069 doses, sendo 514 para vacinação de índios aldeados.

20 de janeiro de 2021

Governo contará com o reforço de mais cinco usinas de oxigênio

Cada usina tem capacidade para produzir 26 m³/hora. O reforço ajudará a suprir a escassez de O2, ocasionado pelo aumento no número de hospitalizações na rede pública.

19 de janeiro de 2021

Bolsonaro ignora caos na saúde e não prioriza vacinação em Manaus

Doses recebidas pelo AM devem ser aplicadas prioritariamente e obrigatoriamente nos indígenas aldeados. Apenas 36% dos profissionais de saúde devem ser imunizados em Manaus.

19 de janeiro de 2021

Em efeito dominó falta de oxigênio hospitalar atinge cidade no Pará

A cidade de Faro (PA), que faz fronteira com Nhamundá (AM), anunciou o colapso do sistema de saúde e registrou seis mortes devido a falta do insumo.

19 de janeiro de 2021

Amazonas não tem previsão de quando receberá novo lote de vacina

Instituto Butantã ainda aguarda a chegada do princípio ativo para a fabricação das doses, o chamado Insumo Farmacêutico Ativo, que é importado da China.

19 de janeiro de 2021