fbpx

domingo, 23 de janeiro de 2022

Ações de ‘interventor’ do PDT deixa militância histórica insatisfeita

Em grupos de mensagens, militantes reclamaram que não foram convidados para conhecer o novo presidente da sigla, que optou por abrir conversas com os futuros filiados.

12 de janeiro de 2022

Compartilhe

Flávio Zacher é militante do diretório nacional do PDT e foi indicado para pacificar o partido no Amazonas, rachado por disputas internas nos últimos anos (Foto: Reprodução)

A nomeação do empresário gaúcho Flávio Zacher para a presidência do Diretório Estadual provisório do PDT no Amazonas gerou insatisfação de militantes históricos que se manifestaram em grupos de mensagens.

A ‘bronca’ é por ele ter optado em conversar primeiro com o ex-deputado estadual Luiz Castro (Rede) e a defensora pública Carol Braz, convidados pelo presidente nacional da sigla, Carlos Lupi, para liderarem e a chapa majoritária do partido nas eleições deste ano.

“Parece que ele veio resolver um problema eleitoral, quando precisávamos de uma discussão política”, escreveu um deles em um longo texto no qual cobrou do novo presidente que primeiro marcasse uma reunião para se apresentar à militância do partido, que soube de Flávio pela imprensa.

“O partido está necessitando e precisa ser discutido na sua formatação quanto às eventuais candidaturas, e de um modo geral, não só quanto a governador e senador. Se não tem base e muito menos é prestigiada (a base), não se chegará a lugar nenhum se não houver discussão. Penso que as coisas devam ser compartilhadas e, muito embora tenhamos pressa, não pode ser de afogadilho”, completou um outro militante histórico, este presidente de um diretório municipal do interior.

Flávio Pércio Zacher é um empresário e foi indicado por Lupi para dirigir o Diretório Estadual do Amazonas em substituição ao ex-deputado federal Hissa Abrahão, que deixou o partido após mais dez anos e está no alvo do prefeito David Almeida para disputar uma vaga na Câmara Federal pelo Avante.

O RealTime1 tenta ouvir Zacher desde sua chegada em Manaus, mas ainda não obteve resposta.

Texto: Gerson Severo Dantas

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Prefeito de Manaus, David Almeida, testa positivo para Covid-19

Esta é a segunda vez que David Almeida (Avante) foi diagnosticado com Covid-19. A primeira foi em setembro de 2020, durante a pré-campanha para prefeito de Manaus.

22 de janeiro de 2022

Governo vai enviar doses pediátricas para estados com baixos estoques

Remessa emergencial de vacinas para crianças será enviada a estados com estoques abaixo das 40 mil doses. Segundo o Ministério da Saúde, doze estados estão nessa situação.

22 de janeiro de 2022

‘De novo’: Bolsonaro minimiza números de mortes de crianças por Covid

Bolsonaro voltou a citar remédios sem eficácia comprovada contra o coronavírus e disse que o número de mortes de crianças pela doença foram insignificantes.

22 de janeiro de 2022

Ministério da Saúde prorroga contrato do Programa Mais Médicos em Manaus

O contrato seria encerrado no final deste mês, mas foi prorrogado a pedido da Prefeitura por conta do aumento dos atendimentos por Covid-19 e outras síndromes respiratórias.

22 de janeiro de 2022

Em Manaus, Queiroga defende vacinação mas critica passaporte vacinal

Marcelo Queiroga pediu esforço dos estados para aumentar os níveis de vacinação, mas criticou a adoção do passaporte vacinal ao dizer que o documento não ampliaria os números

22 de janeiro de 2022

Ciro diz que falhas do PT são responsáveis pela vitória de Bolsonaro

Na sua avaliação, os presidentes do PT não diferem de Bolsonaro em suas agendas econômicas, criticadas por não estabelecer políticas de tributação de grandes fortunas.

22 de janeiro de 2022

Enchente 2022: Governo do Estado institui Grupo de Ações Coordenadas

As 27 instituições integrantes do Grupo de Ações Coordenadas utilizarão seus recursos e infraestrutura já existentes para atuação integrada aos demais membros.

22 de janeiro de 2022

Eduardo Bolsonaro e Mário Frias atacam publicamente os irmãos Weintraub

Eduardo Bolsonaro e Mário Frias trocaram farpas nas redes sociais com os irmãos Weintraub, agora ex-aliados do presidente Jair Bolsonaro e que estão de volta ao País.

22 de janeiro de 2022