fbpx

domingo, 14 de agosto de 2022

65% dos brasileiros acham que Bolsonaro cuida mal do país, aponta DataFolha

Desaprovação da gestão do país do presidente Bolsonaro sobe para 70% no segmento mais pobre da população. Presidente mantém simpatia de setores do empresariado.

17 de dezembro de 2021

Compartilhe

A pesquisa foi realizada de 13 e 16 de dezembro com 3.666 pessoas, em 191 cidades. A margem de erro é de dois pontos para mais ou menos (Foto: Divulgação)

Dois terços dos brasileiros avaliam que o presidente Jair Bolsonaro (PL) cuida mal do país, segundo aponta pesquisa do instituto Datafolha.

Essa é a opinião de 65% dos entrevistados, contra 30% que acham que Bolsonaro cuida bem do Brasil. Não souberam responder 5% dos pesquisados.

A pesquisa vem depois que o mesmo instituto colocou o ex-presidente Lula (PT) com 48% das intenções de voto no primeiro turno.

A pesquisa foi realizada de 13 e 16 de dezembro com 3.666 pessoas, em 191 cidades. A margem de erro é de dois pontos para mais ou menos.

A opinião dos brasileiros sobre este tema espelha a avaliação geral que têm com relação ao desempenho de Bolsonaro, com grupos de maior renda e escolaridade fazendo um juízo mais positivo do presidente e o oposto ocorrendo entre os mais pobres e com menor grau de instrução.

No segmento mais pobre, dos que têm renda mensal de até dois salários mínimos, o percentual do que dizem que Bolsonaro cuida mal do Brasil vai a 70%.

No outro extremo, o grupo dos que têm renda mensal maior do que dez salários mínimos, 43% acham que o presidente cuida bem do país.

A pesquisa também confirma que um dos segmentos em que Bolsonaro desperta maior simpatia é o dos empresários, o único em que mais pessoas avaliam que ele cuida bem do país do que o inverso.

A avaliação positiva neste quesito é feita por 54% dos empresários entrevistados, contra 44% dos que acham que Bolsonaro não trata bem do Brasil.

Já para os desempregados que procuram emprego a opinião é radicalmente diferente, com 71% dizendo que Bolsonaro cuida mal do país e 27% avaliando que faz isso bem.

Da Redação, com informações da Folha de SP

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

TRE-AM dá nome a cartório eleitoral de indigenista assassinado em Atalaia do Norte

O pleno do TRE-AM reconheceu, por unanimidade, colaboração do indigenista Bruno Pereira, assassinado em junho no Vale do Javari, par a instalação de novas seções eleitorais.

13 de agosto de 2022

Michelle assume protagonismo na marcha para Jesus com evangélicos

Durante a marcha, presidente falou em 'luta contra o comunismo' e convocou população para ato em Copacabana no Sete de Setembro.

13 de agosto de 2022

Wilson adere ao TikTok para ampliar comunicação com eleitores

Wilson Lima anuncia adesão ao TikTok convocando seguidores e fazendo dancinha, para buscar o eleitorado mais jovem, maioria dos perfis do aplicativo.

13 de agosto de 2022

Com medo de rejeição, aliados escondem Bolsonaro nas redes sociais

Aliados oficiais do PL não mencionaram o mandatário nenhuma vez no atual semestre. Dos 27 palanques que Bolsonaro já garantiu, 10 não fazem menção a ele nas redes sociais.

13 de agosto de 2022

Floração dos ipês cria disputa entre os aliados Arthur e Amazonino na web

A floração dos ipês deu destaque às plantas nas redes sociais e os ex-prefeitos - e aliados de momento - aproveitaram para tentar associar seus nomes à autoria do projeto.

13 de agosto de 2022

Chico Preto pede registro de candidatura avulsa ao Senado

Ex-vereador deverá enfrentar dificuldade para obter registro por fora da coligação de apoio ao governador Wilson Lima, que escolheu coronel Menezes como candidato ao Senado.

13 de agosto de 2022

Prazo para pedir voto em trânsito termina na próxima quinta

Requerimento para votar em trânsito precisa ser feito presencialmente, em qualquer cartório eleitoral, sem necessidade de agendamento para o primeiro, o segundo ou ambos.

13 de agosto de 2022

Carol Braz quer destinar 30% dos cargos do Governo aos jovens

Carol Braz apresentou propostas para o incentivo dos jovens ao primeiro emprego e oferta de cargos comissionados para este público, caso seja eleita governadora.

12 de agosto de 2022