fbpx

sexta, 28 de janeiro de 2022

65% dos brasileiros acham que Bolsonaro cuida mal do país, aponta DataFolha

Desaprovação da gestão do país do presidente Bolsonaro sobe para 70% no segmento mais pobre da população. Presidente mantém simpatia de setores do empresariado.

17 de dezembro de 2021

Compartilhe

A pesquisa foi realizada de 13 e 16 de dezembro com 3.666 pessoas, em 191 cidades. A margem de erro é de dois pontos para mais ou menos (Foto: Divulgação)

Dois terços dos brasileiros avaliam que o presidente Jair Bolsonaro (PL) cuida mal do país, segundo aponta pesquisa do instituto Datafolha.

Essa é a opinião de 65% dos entrevistados, contra 30% que acham que Bolsonaro cuida bem do Brasil. Não souberam responder 5% dos pesquisados.

A pesquisa vem depois que o mesmo instituto colocou o ex-presidente Lula (PT) com 48% das intenções de voto no primeiro turno.

A pesquisa foi realizada de 13 e 16 de dezembro com 3.666 pessoas, em 191 cidades. A margem de erro é de dois pontos para mais ou menos.

A opinião dos brasileiros sobre este tema espelha a avaliação geral que têm com relação ao desempenho de Bolsonaro, com grupos de maior renda e escolaridade fazendo um juízo mais positivo do presidente e o oposto ocorrendo entre os mais pobres e com menor grau de instrução.

No segmento mais pobre, dos que têm renda mensal de até dois salários mínimos, o percentual do que dizem que Bolsonaro cuida mal do Brasil vai a 70%.

No outro extremo, o grupo dos que têm renda mensal maior do que dez salários mínimos, 43% acham que o presidente cuida bem do país.

A pesquisa também confirma que um dos segmentos em que Bolsonaro desperta maior simpatia é o dos empresários, o único em que mais pessoas avaliam que ele cuida bem do país do que o inverso.

A avaliação positiva neste quesito é feita por 54% dos empresários entrevistados, contra 44% dos que acham que Bolsonaro não trata bem do Brasil.

Já para os desempregados que procuram emprego a opinião é radicalmente diferente, com 71% dizendo que Bolsonaro cuida mal do país e 27% avaliando que faz isso bem.

Da Redação, com informações da Folha de SP

Leia Mais:

Leia mais sobre Política

Bolsonaristas apelam para reajuste de professores para cativar votos

Reajuste de 33,24% concedido pelo presidente Jair Bolsonaro ignorou técnico do Ministério do Educação e não considerou a pressão nas contas dos governadores e prefeitos.

28 de janeiro de 2022

Pré-candidato a deputado federal, Saullo Vianna caminha com Wilson e David

À TV RealTime1, o deputado revelou os planos dele para disputar uma vaga na Câmara Federal, bastidores da política local e quem está na frente na corrida presidencial no AM.

28 de janeiro de 2022

Bolsonaro avalia com AGU se vai ou não prestar depoimento à PF

O ministro Bruno Bianco analisa os precedentes que podem ser aplicados a Bolsonaro para tentar minimizar o desgaste que poderia sofrer ao prestar depoimento.

28 de janeiro de 2022

Justiça do Distrito Federal arquiva caso do tríplex contra Lula

O MPF afirma que os crimes imputados ao ex-presidente Lula prescreveram. O petista tem 76 anos e, mesmo se condenado, a pena estaria prescrita até que pudesse ser cumprida.

28 de janeiro de 2022

MPAM investiga licitação de fornecimento de gás ao Hospital de Coari

Para o MPAM, valor da compra do gás de cozinha (GLP), de R$ 71 mil ultrapassa o limite máximo de dispensa de licitação que, no ano de 2019, era de R$ 17,6 mil.

28 de janeiro de 2022

Trabalho em regime híbrido é prorrogado até o dia 7 de fevereiro no TCE

A decisão também prorroga, automaticamente, até o dia 7 de fevereiro o regime de home office para todos os servidores acima dos 60 anos de idade e imunossuprimidos.

28 de janeiro de 2022

David Reis libera mais de R$ 2,5 milhões em cinco licitações da CMM

O presidente da Câmara Municipal de Manaus, vereador David Reis, tem surpreendido com licitações bastante específicas, sem se preocupar com as críticas da opinião pública.

28 de janeiro de 2022

TSE e WhatsApp discutem medidas para enfrentamento da desinformação

Parceria prevê auxílio do aplicativo de mensagens na comunicação com os eleitores, além de facilitar o acesso a serviços da Justiça Eleitoral.

28 de janeiro de 2022