fbpx

quinta, 06 de maio de 2021

Prefeitura inicia nova etapa de vacinação e alerta sobre comorbidade

A partir desta terça (6), pessoas com idade entre 45 e 49 anos já podem procurar um dos sete postos de vacinação. O alerta é para que levem laudos que comprovem comorbidades.

5 de abril de 2021

Compartilhe

Os laudos e as receitas não precisam ter data recente (Foto: Divulgação)

Conforme adiantado pelo RealTime1, o Plano de Vacinação em Manaus vai avançar a partir desta terça-feira (6), quando um novo grupo prioritário pode buscar um dos sete postos da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) para receber a primeira dose do imunizante contra Covid-19. Desta vez, a convocação é para pessoas com idade entre 45 e 49 anos, que tenham comorbidades.

Sobre as comorbidades, a Prefeitura de Manaus faz um alerta: as informações cadastradas no site Imuniza Manaus devem ser, obrigatoriamente, comprovadas nos postos, não sendo permitido vacinar os que não se enquadrem nos critérios de idade e doenças preexistentes contempladas na etapa atual da campanha.

Como vem sendo realizada em etapas anteriores, a imunização para este grupo também prioriza pessoas com diabetes, cardiopatias e/ou obesidade (IMC>40).

“Considerando a disponibilidade de doses, que foram remanejadas para que pudéssemos avançar para o grupo das comorbidades, priorizamos as cardiopatias, o diabetes mellitus e a obesidade grave, que, dentre as comorbidades, respondem pelo maior índice de internação e morte quando associadas à Covid”, explica a secretária municipal de saúde interina, Aline Rosa Martins.

Como comprovar a comorbidade

Para comprovar que é portador de uma das doenças prioritárias, conforme cadastrado no Imuniza Manaus, o usuário deve apresentar laudo médico e, no caso de obesidade, laudo assinado por qualquer profissional de saúde de nível superior (médico, enfermeiro, nutricionista, farmacêutico, educador físico ou outro).

Para os diabéticos, é válido apresentar receita médica, desde que em papel oficial do Sistema Único de Saúde (SUS) ou da rede privada.

Os laudos e as receitas não precisam ter data recente, sendo aceita qualquer data de emissão, uma vez que se tratam de condições de saúde permanentes.

Da Redação, com informações da assessoria

Leia Mais:

Leia mais sobre a Pandemia

Rio de Janeiro identifica nova variante em circulação no estado

A cepa, que recebeu o nome P.1.2 foi encontrada principalmente na região Norte, mas também foi identificada em amostras nas regiões Metropolitana, Centro e Baixada Litorânea.

6 de maio de 2021

‘Capitã Cloroquina’ confirma plano de difundir medicamento em Manaus

Mayra Pinheiro é servidora do Ministério da Saúde e atuou como auxiliar de Pazuello - e agora de Queiroga. Afirmação foi dada ao Ministério Público Federal.

6 de maio de 2021

Plano Nacional de Imunização recebe hoje mais um milhão de doses da CoronaVac

Instituto Butantan informou que está negociando com a Sinovac o envio de mais um carregamento com três mil litros do ingrediente farmacêutico ativo (IFA).

6 de maio de 2021

Mais 628 mil vacinas da Pfizer chegaram ao Brasil nesta quarta-feira

Segundo a Pfizer, o lote que chegou a noite ao Aeroporto de Viracopos, em Campinas, tem 628,2 mil doses e faz parte de acordo firmado em março com o governo brasileiro.

6 de maio de 2021

Em 10 dias, Semsa quer imunizar 1,1 mil pessoas na calha do rio Negro

Nos dias de viagem, a UBS fluvial vai atender a oito comunidades. Além da vacina contra a Covid, os servidores também estão levando os imunizantes contra a Influenza.

5 de maio de 2021

Opas alerta sobre manutenção de medidas preventivas mesmo após vacinação

Diretora da Opas diz que vacina é fundamental no combate à pandemia, mas que países da América Latina ainda não receberam doses suficientes para imunização abrangente.

5 de maio de 2021

Mesmo sem novas doses, Prefeitura abre cadastro para educadores e PcDs

Por meio do site Imuniza Manaus, a Prefeitura de Manaus já está cadastrando estes grupos, mas ainda não há previsão para que Semsa retome aplicação da D1.

5 de maio de 2021

Covid-19: pesquisa testará presença de anticorpos em 211 mil pessoas

As amostras sorológicas serão processadas por unidades de apoio diagnóstico da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) em Fortaleza e no Rio de Janeiro.

5 de maio de 2021