fbpx

quarta, 21 de abril de 2021

Prefeitura estuda vacinar agora pessoas de 18 a 59 anos com comorbidades

Uma reunião técnica deve ocorrer na tarde desta segunda-feira e a previsão é de que o órgão já tenha uma decisão sobre adiantar ou não a imunização desse grupo

22 de março de 2021

Compartilhe

Decisão será divulgada na tarde desta segunda-feira (Foto: Reprodução)

Após o anúncio do Ministério da Saúde para que estados e municípios utilizem as todas as vacinas contra Covid-19, sem estoques para aplicação da segunda dose, a Prefeitura de Manaus estuda adiantar a vacinação contra a Covid-19 de pessoas com idades de 18 a 59 anos que tenham comorbidades. Esse grupo seria imunizado na próxima fase do Plano Municipal de Imunização .

Uma reunião para tratar deste assunto acontecerá na tarde desta segunda-feira (22) e a previsão é de que já se tenha uma decisão sobre adiantar ou não a imunização desse grupo. Se for confirmado, a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) deve decidir se já vai utilizar as novas doses que chegaram nesse sábado (20) para o grupo de 18 a 59 ou somente a próxima remessa.

Atualmente, o grupo que está recebendo as doses é o de pessoas com 60 a 64 anos. A Semsa não confirmou se o próximo grupo a ser vacinado será o de 18 a 59 anos com comorbidades, porque o órgão precisa verificar primeiro se as vacinas guardadas para aplicação da segunda dose serão suficientes para concluir a imunização de todo o grupo de idosos de 60 a 64 que ainda está sendo vacinado.

Vale ressaltar que não há confirmação de essa possibilidade estar ligada ao estudo da CovacManaus em que 10 mil profissionais de saúde e educação fazem parte, realizado pela Fundação de Medicina Tropical Doutor Heitor Vieira Dourado (FMT-HVD), Universidade do Estado do Amazonas (UEA), Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam) e Fiocruz.

Novas doses para Amazonas

Com as novas doses que chegaram neste sábado (22), o Amazonas conseguirá imunizar 66,8% pessoas do grupo de 60 a 64 anos em todo o Estado, segundo dados da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM). Restando, portanto, 33,2% desse grupo ser alcançado em todo o estado.

Texto: Milena Soares

Leia mais:

Leia mais sobre a Pandemia

AstraZeneca: novo lote completa esquema vacinal de idosos acima de 75 anos

A nova remessa de 152.250 doses do imunizante completa o cronograma vacinal dos idosos que receberam a primeira dose entre final de janeiro e início de fevereiro.

21 de abril de 2021

‘É urgente colocar em pratos limpos tudo o que deixou de ser feito’, frisa Omar

Futuro presidente da CPI da Covid, Omar Aziz diz a TV RealTime1 que Ministério da Saúde cometeu "erros feios" no combate ao coronavírus ao longo da pandemia.

21 de abril de 2021

Ministério da Saúde quer adquirir mais 100 milhões de doses da Pfizer

O início da entrega aconteceria ainda em 2021, mas o uso destes imunizantes só entraria no Plano de Vacinação a partir do ano que vem.

21 de abril de 2021

Crise de oxigênio: CPI da Covid vai chamar White Martins para depor

O senador, favorito para ser o presidente da CPI da Covid, revelou em entrevista a TV RealTime1, que diretores da empresa serão ouvidos como testemunhas da crise em Manaus.

21 de abril de 2021

Feriado não para ritmo da vacinação em Manaus; confira os locais

A programação desta quarta-feira contempla pessoas na faixa etária de 44 a 47 anos, com comorbidades. Também estão sendo vacinados com a segunda dose, idosos de 60 a 63 anos.

21 de abril de 2021

Decreto prorroga auxílio emergencial aos trabalhadores da cultura

Planalto ressaltou que o decreto não representa aumento de gastos públicos, apenas permite a execução dos restos a pagar e traz maior segurança jurídica ao setor da cultura.

21 de abril de 2021

Consultorias alertam para falta de previsão sobre impacto da Covid-19 na LDO 2022

Texto dos consultores alerta para a ausência de previsão sobre os riscos que podem afetar receitas, despesas e dívida pública em função dos efeitos da Covid-19.

21 de abril de 2021

Amazonas ultrapassa líder no ranking mundial em nº de mortos por Covid

Se fosse um país, o maior estado do Norte teria ultrapassado a República Theca que é, hoje, quem registra mais óbitos pela doença a cada milhão de habitantes.

20 de abril de 2021