fbpx

segunda, 19 de abril de 2021

Pessoas entre 18 e 59 anos devem apresentar laudo médico na vacinação

As pessoas de 18 a 59 anos com comorbidades integram o grupo prioritário para vacinação contra Covid-19 estabelecido pelo Ministério da Saúde

22 de março de 2021

Compartilhe

A Semsa informou que o MS ainda enviará as doses (Foto: Divulgação)

A Secretaria Municipal de Saúde de Manaus (Semsa) informou, nesta segunda-feira (22), que todas as pessoas que integram o grupo 14 (de 18 a 59 anos com comorbidades) do Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19, estabelecido pelo Ministério da Saúde (MS), deverão apresentar laudo médico para que possam ser vacinadas.

O documento deverá conter a Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados com a Saúde (CID). Entre as doenças do grupo de comorbidades estão: diabetes, pneumopatias crônicas graves, hipertensão arterial e doenças cardiovasculares e obesidade mórbida.

Clique aqui e veja a lista completa das comorbidades incluídas como prioritárias para vacinação contra a Covid-19.

A Semsa informou que, no momento, a campanha de vacinação ainda está imunizando as pessoas do grupo 13 (de 60 a 64 anos) e que o Plano Nacional prevê como próximo grupo o das pessoas de 18 a 59 com comorbidades, mas ressaltou que a vacinação desse grupo está condicionada à chegada de doses.

Segundo a Semsa, o MS ainda não informou a data que as doses serão enviadas para o Amazonas.

Procedimentos

Quem não possui laudo médico que comprove a comorbidade que possui deverá ter uma consulta com o profissional com quem se trata para que ele emita o laudo especificando o tipo de comorbidade.

O subsecretário de Gestão da Semsa, Djalma Coelho, disse, em entrevista coletiva nesta segunda-feira (22), que o órgão está verificando a possibilidade de aceitar laudo antigo, sem obrigar quem tem comorbidade comprovada a fornecer laudo atualizado.

“Provavelmente, vamos precisar que as pessoas tenham algum laudo – geralmente, essas doenças são degenerativas e não têm cura -, mesmo que sejam antigos, para priorizar quem precisa e não deixar quem não tem comorbidade usar as vacinas de quem precisa e tem”.

A Semsa informou que serão aceitos tanto documentos emitidos por médicos que atuam na rede pública de saúde (municipal e estadual) quanto da rede privada. De posse do laudo, a pessoa deverá ir ao posto de vacinação mais próximo da sua residência e apresentar um documento de identidade com foto e juntamente com o laudo médico.

Cadastro

Porém, a Semsa orienta que as pessoas desse grupo façam o cadastro previamente na plataforma Imuniza Manaus, porque isso agilizará o atendimento no posto de vacinação, diminuindo o tempo que a pessoa levará preenchendo ficha com os seus dados pessoais.

Além disso, a Semsa ressaltou que o cadastro prévio vai fornecer dados estatísticos para a secretaria estimar a quantidade de pessoas que deverão ser vacinadas e os tipos de comorbidades.

Da Redação

Leia mais:

Leia mais sobre a Pandemia

Guia apresenta iniciativas para suavizar efeitos da pandemia nas populações marginalizadas

Lançamento foi realizado na data em que é comemorado o Dia do Índio, e alerta que a pandemia chegou aos índios em um momento "de fragilização da política de saúde indígena".

19 de abril de 2021

Com reforço do Governo, municípios do Amazonas avançam na vacinação

De acordo com o presidente da FVS-AM, Cristiano Fernandes, equipes técnicas estão analisando as dificuldades enfrentadas de cada município para alcançar a meta de vacinação.

19 de abril de 2021

A pandemia não acabou: amazonenses precisam seguir medidas de prevenção

Usar máscaras faciais, limpar objetos de uso coletivo com álcool em gel e evitar aglomerações são as principais medidas que podem coibir o avanço da Covid-19 em todo o mundo.

19 de abril de 2021

Das Américas, é no Brasil onde há mais mortes por Covid a cada milhão de habitantes

País passou EUA, México e Peru em abril e agora é também o 13º com mais óbitos proporcionais à população no mundo. Em termos absolutos, é o 2º com mais vítimas do planeta.

19 de abril de 2021

Brasil alavanca curva e mundo registra recorde de contágio pelo coronavírus

O mundo teve 5,3 milhões de pessoas diagnosticadas com Covid em uma semana. O aumento é puxado pela Índia, mas Brasil também puxa curva para cima com novos contágios.

19 de abril de 2021

Conselho Federal de Medicina reprova tratamento precoce contra Covid-19

O posicionamento do órgão foi feito durante uma audiência pública da Comissão Temporária da Covid-19, realizada no Senado Federal na manhã desta segunda-feira (19).

19 de abril de 2021

Butantan recebe insumo e fabricará mais 5 milhões de vacinas CoronaVac

O Instituto Butantan recebeu nesta segunda-feira insumos para a fabricação de mais 5 milhões de doses da vacina chinesa CoronaVac.

19 de abril de 2021

Confira como funcionará a vacinação na semana de 19 a 23 de abril

A partir de segunda-feira, pessoas a partir dos 35 anos com comorbidades e idosos que já receberam a primeira dose das vacinas deverão comparecer aos postos de vacinação.

18 de abril de 2021