fbpx

quarta, 26 de janeiro de 2022

Pandemia intensifica ‘disputa por almas indígenas’ no Amazonas

Para o antropólogo Ademir Ramos, na Região Amazônica há uma 'geopolítica da fé' que tem intensificado o negacionismo em relação à Covid-19.

17 de março de 2021

Compartilhe

Geopolítica abrange os fenômenos históricos e políticos da atualidade (Foto: Reprodução)

Desde a chegada do primeiro lote de vacinas no Amazonas, uma das prioridades na fila de imunização tem sido a população indígena aldeada. Mas, até a data desta terça-feira (16), o contingente populacional que já recebeu, pelo menos, a primeira dose da vacina, corresponde a apenas 63,6% da meta a ser atingida.

Segundo dados da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM), são 100.642 os índios que vivem em aldeia e que deveriam receber o imunizante contra a Covid-19. Deste número, foram vacinados 64.033 indígenas aldeados.

Uma das explicações para que ainda não se tenha atingido a cota máxima para esta prioridade, segundo o antropólogo Ademir Ramos, estaria ligada ao “negacionismo bolsonarista”, intensificado por uma “geopolítica da fé” existente na Região Amazônica.

“Em determinadas regiões, como no Alto Rio Negro, que é dominada pela presença evangélica, há um processo de enculturação, baseado nas variantes dessa corrente religiosa, como o luteranismo e o neo-pentecostal. Este último em maior escala, onde há o fortalecimento do governo bolsonarista, evidenciando o negacionismo”, explicou o antropólogo.

Ademir explica ainda que essa “geopolítica da fé”, além de propagar o negacionismo é “isolacionista”. A ação, segundo ele, torna ainda mais forte o vínculo de dependência entre os índios e os missionários.

Organização tradicional

Outro fator pontuado por Ademir é o “negacionismo estrutural tradicional” pela parte dos índios mais jovens que, ao deixarem suas aldeias, “deixam os mais velhos à disposição de missionários e outros aventureiros”.

“Há uma disputa pelas almas dos índios”, disse o antropólogo, destacando que foi, a partir de 1978, quando o Conselho Indigenista Missionário (Cimi) entrou de forma mais efetiva na região, que as lideranças para as organizações de movimentos indígenas voltaram para dentro das aldeias.

Texto: Rosianne Couto

Leia Mais:

Leia mais sobre a Pandemia

Aeroporto Eduardo Gomes é o que mais detecta passageiros com Covid-19

As testagens no aeroporto iniciaram em 31 de maio e já somam 11.895 exames de diagnóstico de Covid-19, realizados por testes de antígeno e RT-PCR.

13 de agosto de 2021

Iranduba é o 1º município do interior a vacinar população de 12 a 17 anos

Foram enviadas para o município 1.170 doses do imunizante da Pfizer/BioNtech (Comirnaty). Nesta sexta-feira (13) também inicia a vacinação dos adolescentes na capital.

13 de agosto de 2021

Internada com Covid-19, paciente cola grau no Hospital Delphina Aziz

Daiana Pimenta teve a oportunidade de participar da tão sonhada colação de grau de maneira virtual, graças ao projeto Chamada do Bem. Amigos desejaram força à paciente.

12 de agosto de 2021

Início da vacinação contra Covid em adolescentes terá 44 postos em Manaus

Campanha para este público inicia sexta (13), para quem tem comorbidade, gestantes e puérperas. Os demais jovens incluídos nesta faixa etária devem se vacinar no sábado (14).

11 de agosto de 2021

Profissionais da Educação começam a tomar 2ª dose da vacina contra Covid-19

A ação visa o retorno seguro das atividades 100% presenciais, anunciado para os dias 23 de agosto, em Manaus, e 8 de setembro, no interior.

11 de agosto de 2021

Fiocruz: ocupação de UTIs de covid-19 chega ao melhor nível desde 2020

Hoje, a ocupação em Manaus é de 54%. O Brasil chegou a ter 25 capitais com mais de 80% da ocupação dos leitos, em 15 de março, quando a pandemia estava no pior momento.

11 de agosto de 2021

OMS vai testar três medicamentos para doentes hospitalizados com Covid

Na nova fase dos ensaios clínicos estão envolvidos cerca de 600 hospitais nos 52 países participantes, mais 16 países do que na fase inicial.

11 de agosto de 2021

‘Nova variante pode surgir em grupo de não vacinados’, alerta Anoar Samad

"Você que não se vacinou pense nas pessoas que você ama e estão do seu lado, porque você pode ser o ‘criadouro’ de novas cepas”, afirma o secretário de saúde, Anoar Samad.

11 de agosto de 2021