fbpx

quinta, 22 de abril de 2021

Ministério assina contrato para compra de 10 milhões da Sputnik V

A primeira remessa, de 400 mil doses, é esperada até o final de abril. O pagamento só será efetuado depois que a vacina tiver o uso liberado pela Anvisa, segundo o governo.

12 de março de 2021

Compartilhe

O governo federal tem agora contrato fechado para adquirir 4 vacinas diferentes (Foto: Divulgação)

Ministério da Saúde assinou nesta sexta-feira (12) contrato para compra de 10 milhões de doses da vacina Sputnik V. O imunizante contra a covid-19 será importado pelo laboratório brasileiro da União Quimíca.

A primeira remessa, de 400 mil doses, é esperada até o final de abril. O total contratado deve ser entregue até o final de junho. De acordo com o governo, os pagamentos só serão efetuados depois que a vacina tiver o uso liberado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

O governo federal tem agora contrato fechado para adquirir quatro tipos de vacinas diferentes:

CoronaVac: desenvolvida pelo Instituto Butantan e pela Sinovac. Governo contratou 100 milhões de doses;

Oxford/AstraZeneca: no Brasil, é importada por meio da Fiocruz, que também produzirá o imunizante no país. O Ministério da Saúde comprou 222 milhões de doses. Também receberá 42,5 milhões de doses da vacina por meio do consórcio Covax Facility;

Covaxin: da indiana Bharat Biotech. Governo importará 20 milhões de doses por meio da Precisa Medicamentos. Imunizante também não possui aval da Anvisa;

Sputnik V: 30 milhões de doses importadas por intermédio da União Química.

O Ministério também negocia contratos com a Pfizer (100 milhões de doses), Janssen (38 milhões de doses) e Moderna (13 milhões de doses). O cronograma de entregas sofre alterações constantemente.

Fonte: Poder 360

Leia mais:

Leia mais sobre a Pandemia

AstraZeneca: novo lote completa esquema vacinal de idosos acima de 75 anos

A nova remessa de 152.250 doses do imunizante completa o cronograma vacinal dos idosos que receberam a primeira dose entre final de janeiro e início de fevereiro.

21 de abril de 2021

‘É urgente colocar em pratos limpos tudo o que deixou de ser feito’, frisa Omar

Futuro presidente da CPI da Covid, Omar Aziz diz a TV RealTime1 que Ministério da Saúde cometeu "erros feios" no combate ao coronavírus ao longo da pandemia.

21 de abril de 2021

Ministério da Saúde quer adquirir mais 100 milhões de doses da Pfizer

O início da entrega aconteceria ainda em 2021, mas o uso destes imunizantes só entraria no Plano de Vacinação a partir do ano que vem.

21 de abril de 2021

Crise de oxigênio: CPI da Covid vai chamar White Martins para depor

O senador, favorito para ser o presidente da CPI da Covid, revelou em entrevista a TV RealTime1, que diretores da empresa serão ouvidos como testemunhas da crise em Manaus.

21 de abril de 2021

Feriado não para ritmo da vacinação em Manaus; confira os locais

A programação desta quarta-feira contempla pessoas na faixa etária de 44 a 47 anos, com comorbidades. Também estão sendo vacinados com a segunda dose, idosos de 60 a 63 anos.

21 de abril de 2021

Decreto prorroga auxílio emergencial aos trabalhadores da cultura

Planalto ressaltou que o decreto não representa aumento de gastos públicos, apenas permite a execução dos restos a pagar e traz maior segurança jurídica ao setor da cultura.

21 de abril de 2021

Consultorias alertam para falta de previsão sobre impacto da Covid-19 na LDO 2022

Texto dos consultores alerta para a ausência de previsão sobre os riscos que podem afetar receitas, despesas e dívida pública em função dos efeitos da Covid-19.

21 de abril de 2021

Amazonas ultrapassa líder no ranking mundial em nº de mortos por Covid

Se fosse um país, o maior estado do Norte teria ultrapassado a República Theca que é, hoje, quem registra mais óbitos pela doença a cada milhão de habitantes.

20 de abril de 2021