fbpx

sábado, 08 de maio de 2021

Líderes mundiais propõem acordo de prevenção para próximas pandemias

Uma nova pandemia como a de Covid-19 é vista como inevitável. Estados Unidos, Rússia e China são potências que ainda não concordaram com o tratado. Brasil também não.

30 de março de 2021

Compartilhe

Uma nova pandemia como a de covid-19 é vista como inevitável (Foto: Divulgação MMA)

A Organização Mundial de Saúde (OMS) e 25 chefes de Estado apoiaram um tratado internacional proposto pela União Europeia. O objetivo é criar mecanismos para auxiliar os países em futuras emergências de saúde.

Uma nova pandemia como a de Covid-19 é vista como inevitável. O Brasil não faz parte da iniciativa até o momento.

O diretor da OMS, Tedros Adhanom, disse que espera que o novo tratado esteja pronto para ser assinado em maio.

Os objetivos e mecanismos contidos no documento ainda podem ser alterados. Estados Unidos, Rússia e China são potências que ainda não concordaram com o tratado. Mas mesmo com as negociações, a OMS espera que três pontos não sejam alterados: a garantia de medicamentos, vacinas e testes para todos os países; o compartilhamento de informações científicas, incluindo a descoberta de novos vírus; e o estabelecimento de sistemas comuns para a prevenção e emergência em saúde.

Para Adhanom, a pandemia de Covid-19 demonstrou que é necessário um “compromisso universal“. Líderes mundiais como Angela Merkel, da Alemanha, Boris Johnson, do Reino Unido, e Emmanuel Macron, da França, concordam com a avaliação do diretor da OMS. Em comunicado conjunto, eles afirmaram: “A pandemia de Covid-19 é um lembrete forte e doloroso de que ninguém está seguro até que todos estejam seguros”.

Além da OMS e do Conselho Europeu, os países que assinam a defesa de um novo tratado internacional relacionado à saúde global são:

Espanha;

Reino Unido;

Portugal;

Alemanha;

Grécia;

Coreia do Sul;

Fiji;

Tailândia;

Itália;

Romênia;

Ruanda;

Quênia;

Chile;

Costa Rica;

Albânia;

África do Sul;

Trinidad e Tobago;

Holanda;

Tunísia;

Senegal;

Sérvia;

Noruega;

Indonésia; e

Ucrânia.

Com informações do Poder 360

Leia mais:

Leia mais sobre a Pandemia

Governadores pedem à Anvisa nova análise da vacina Sputnik V

Representante da União Química, Fernando Marques, responsável pelo imunizante russo no país, disse que apresentará novo pedido de uso emergencial de mais 10 milhões de doses.

7 de maio de 2021

Primeira semana de maio tem 37 óbitos por Covid-19 no Amazonas

A FVS tem destacado que os números vêm caindo em todo o estado, mas frisa que as medidas de proteção contra a Covid devem continuar, inclusive para quem recebeu a vacinação.

7 de maio de 2021

Covid-19: mortes seguem caindo lentamente, mas casos voltam a subir

No período de 25 de abril a 1º de maio, foram registrados 16.945 óbitos, enquanto na semana anterior foram contabilizadas 17.814 mortes para a doença, segundo dados do MS.

7 de maio de 2021

Queiroga quer fiscalizar recursos repassados aos estados na pandemia

A portaria publicada pelo ministro vem após Jair Bolsonaro reforçar a narrativa de que governadores têm utilizado recurso para enfrentamento da Covid-19 para outras áreas.

7 de maio de 2021

Fiocruz prevê produção de insumos da vacina contra Covid para junho

A produção do Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFA) leva cerca de 45 dias, mas os insumos ainda precisarão passar por etapas regulatórias e de testes.

7 de maio de 2021

‘Queima de arquivo’: recomendação para uso de cloroquina é tirada do ar

Após 337 dias no ar e com CPI acontecendo no Senado, Ministério da Saúde apagou recomendação para uso de cloroquina em casos leves, moderados e graves de Covid-19.

7 de maio de 2021

Aplicação da 1ª dose será retomada em Manaus ; confira o calendário

A partir deste sábado (8), a Semsa volta a aplicar a primeira dose do imunizantes nas pessoas com idade entre 18 e 59, que possuam algum tipo de comorbidade.

7 de maio de 2021

Estudo mostra que máscaras de algodão têm eficiência de 20% a 60

Pesquisadores da USP mediram a eficiência de filtração de aproximadamente 300 máscaras faciais. A de algodão é a mais comumente usada pela população.

7 de maio de 2021