fbpx

quinta, 06 de maio de 2021

Leitos de UTI criados no pico da pandemia não serão desativados no AM

A criação de leitos de UTI na rede pública do estado, de outubro até agora, subiu de 130 leitos para 426, um aumento de 227,69%.

1 de abril de 2021

Compartilhe

Número de leitos de UTI aumentou de 130 para 426 desde outubro do ano passado (Foto: Divulgação)

O secretário de Saúde do Amazonas, Marcellus Campêlo, assegurou a manutenção dos leitos de UTI para Covid-19, criados pelo Governo do Estado no enfrentamento à pandemia. Desde outubro de 2020 até março deste ano, houve uma expansão de leitos clínicos e de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), exclusivos para a doença, superior a 200% na rede de saúde.

Conforme dados apresentados pelo secretário Marcellus Campêlo, a quantidade de leitos clínicos para Covid-19 saiu de 312 para 1.039, desde outubro do ano passado, representando um crescimento de 233,01%. Paralelo a isso, a criação de UTIs, no mesmo período, subiu de 130 leitos para 426, um aumento de 227,69%.

De acordo com o secretário, a rede de assistência montada para o enfrentamento da Covid-19 no Amazonas permanecerá montada, podendo ser adequada, em algum momento, para o tratamento de outras doenças, a exemplo do que vem acontecendo nos prontos-socorros, onde leitos estão sendo convertidos.

“Temos muitos leitos novos que foram criados, inclusive um hospital de campanha na Nilton Lins, que permanece montado. Nenhum leito será desativado. O mesmo pode em algum momento ser convertido para atendimento de outras patologias, mas a quantidade de leitos permanece tanto nas maternidades, na Fundação de Medicina Tropical e outras unidades nas quais nós criamos novos leitos”, enfatizou.

Ainda segundo Marcellus, as equipes de profissionais de saúde também vão ser mantidas em todas as unidades. “Esses leitos permanecem, inclusive com os recursos humanos que ali estão empregados. As mudanças de recursos humanos acontecem de forma natural, seja por desistência, seja por necessidade de ajustes administrativos, mas a quantidade de recursos humanos será mantida”.

Com informações da assessoria

Leia Mais:

Leia mais sobre a Pandemia

Rio de Janeiro identifica nova variante em circulação no estado

A cepa, que recebeu o nome P.1.2 foi encontrada principalmente na região Norte, mas também foi identificada em amostras nas regiões Metropolitana, Centro e Baixada Litorânea.

6 de maio de 2021

‘Capitã Cloroquina’ confirma plano de difundir medicamento em Manaus

Mayra Pinheiro é servidora do Ministério da Saúde e atuou como auxiliar de Pazuello - e agora de Queiroga. Afirmação foi dada ao Ministério Público Federal.

6 de maio de 2021

Plano Nacional de Imunização recebe hoje mais um milhão de doses da CoronaVac

Instituto Butantan informou que está negociando com a Sinovac o envio de mais um carregamento com três mil litros do ingrediente farmacêutico ativo (IFA).

6 de maio de 2021

Mais 628 mil vacinas da Pfizer chegaram ao Brasil nesta quarta-feira

Segundo a Pfizer, o lote que chegou a noite ao Aeroporto de Viracopos, em Campinas, tem 628,2 mil doses e faz parte de acordo firmado em março com o governo brasileiro.

6 de maio de 2021

Em 10 dias, Semsa quer imunizar 1,1 mil pessoas na calha do rio Negro

Nos dias de viagem, a UBS fluvial vai atender a oito comunidades. Além da vacina contra a Covid, os servidores também estão levando os imunizantes contra a Influenza.

5 de maio de 2021

Opas alerta sobre manutenção de medidas preventivas mesmo após vacinação

Diretora da Opas diz que vacina é fundamental no combate à pandemia, mas que países da América Latina ainda não receberam doses suficientes para imunização abrangente.

5 de maio de 2021

Mesmo sem novas doses, Prefeitura abre cadastro para educadores e PcDs

Por meio do site Imuniza Manaus, a Prefeitura de Manaus já está cadastrando estes grupos, mas ainda não há previsão para que Semsa retome aplicação da D1.

5 de maio de 2021

Covid-19: pesquisa testará presença de anticorpos em 211 mil pessoas

As amostras sorológicas serão processadas por unidades de apoio diagnóstico da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) em Fortaleza e no Rio de Janeiro.

5 de maio de 2021