fbpx

terça, 20 de abril de 2021

Guedes diz que Governo tem obrigação de vacinar 38 milhões de brasileiros

Números referem-se às pessoas que serão beneficiadas pela nova rodada do auxílio emergencial.

22 de março de 2021

Compartilhe

Ministro disse que quem tem auxílio emergencial precisa sair para trabalhar (Foto: Agência Brasil)

O governo tem a obrigação de vacinar, nos próximos quatro meses, todos os 38 milhões de brasileiros que receberão a nova rodada do auxílio emergencial, disse hoje (22) o ministro da Economia, Paulo Guedes. Segundo Guedes, essas pessoas precisam sair de casa para trabalhar, mesmo recebendo o benefício.

“Quero dar ênfase para a necessidade de vacinação em massa. Está muito claro hoje que o desemprego, a recessão de hoje, teve uma focalização muito grande particularmente nos mais vulneráveis, os 38 milhões de brasileiros que ganham seu pão, seu dia a dia, literalmente a cada dia”, disse o ministro, ao comentar o resultado da arrecadação de fevereiro.

Na avaliação de Guedes, a vacinação em massa precisa ser acelerada ao máximo para assegurar o retorno seguro ao trabalho, principalmente dos informais, que constituem a população mais vulnerável.

“Particularmente, esses mais vulneráveis não podem ficar em casa, no isolamento social, tendo sua sobrevivência garantida. Mesmo a gente fornecendo auxílio emergencial, são as famílias mais frágeis. Eles têm às vezes 8, 9, 10 pessoas em habitações muitas vezes de só um cômodo, e são pessoas que querem trabalhar e precisam trabalhar, eles pedem para trabalhar”, declarou.

Nas palavras do ministro, há uma “assimetria de informação” entre a população de alta, média e baixa renda. Segundo Guedes, enquanto as pessoas de maior renda toleram melhor o distanciamento social, as pessoas de classes mais baixas “têm um desejo desesperado pelo trabalho”, daí a necessidade de vacinar em massa os trabalhadores informais e os demais beneficiários do auxílio emergencial.

“Mesmo com a cobertura que vamos estender, mais do que nunca, temos que evitar a crueldade do dilema que é: ou fica em casa com dificuldades para manutenção da sua sobrevivência pessoal, ou vão sair arriscado a perder a vida pela covid. Então, a vacinação em massa tem que ser acelerada ao máximo para garantir a chance de sobrevivência e o retorno seguro ao trabalho, principalmente para as camadas mais vulneráveis”, justificou o ministro.

Arrecadação

Guedes comemorou o resultado da arrecadação em fevereiro, um recorde de R$ 127,74 bilhões. “Foi não só o melhor desempenho em toda a série histórica, mas também em todo o bimestre. A arrecadação é um recorde histórico desde o ano 2000, quando teve início a série”, disse o ministro ao apresentar os números.

O ministro, no entanto, admitiu que, após os resultados positivos de fevereiro, a arrecadação federal deve cair, nos próximos meses, em decorrência das novas medidas de restrição social em diversas regiões do país. “Com o recrudescimento da pandemia, nós devemos sofrer algum impacto no mês de abril”, declarou Guedes.

Em valores corrigidos pela inflação oficial pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), a arrecadação federal registrou crescimento de 4,3% em fevereiro sobre o mesmo mês do ano passado. Nos dois primeiros meses do ano, a arrecadação avançou 0,81% acima da inflação, somando R$ 307,96 bilhões.

Com informações da Agência Brasil

Leia Mais:

Leia mais sobre a Pandemia

Guia apresenta iniciativas para suavizar efeitos da pandemia nas populações marginalizadas

Lançamento foi realizado na data em que é comemorado o Dia do Índio, e alerta que a pandemia chegou aos índios em um momento "de fragilização da política de saúde indígena".

19 de abril de 2021

Com reforço do Governo, municípios do Amazonas avançam na vacinação

De acordo com o presidente da FVS-AM, Cristiano Fernandes, equipes técnicas estão analisando as dificuldades enfrentadas de cada município para alcançar a meta de vacinação.

19 de abril de 2021

A pandemia não acabou: amazonenses precisam seguir medidas de prevenção

Usar máscaras faciais, limpar objetos de uso coletivo com álcool em gel e evitar aglomerações são as principais medidas que podem coibir o avanço da Covid-19 em todo o mundo.

19 de abril de 2021

Das Américas, é no Brasil onde há mais mortes por Covid a cada milhão de habitantes

País passou EUA, México e Peru em abril e agora é também o 13º com mais óbitos proporcionais à população no mundo. Em termos absolutos, é o 2º com mais vítimas do planeta.

19 de abril de 2021

Brasil alavanca curva e mundo registra recorde de contágio pelo coronavírus

O mundo teve 5,3 milhões de pessoas diagnosticadas com Covid em uma semana. O aumento é puxado pela Índia, mas Brasil também puxa curva para cima com novos contágios.

19 de abril de 2021

Conselho Federal de Medicina reprova tratamento precoce contra Covid-19

O posicionamento do órgão foi feito durante uma audiência pública da Comissão Temporária da Covid-19, realizada no Senado Federal na manhã desta segunda-feira (19).

19 de abril de 2021

Butantan recebe insumo e fabricará mais 5 milhões de vacinas CoronaVac

O Instituto Butantan recebeu nesta segunda-feira insumos para a fabricação de mais 5 milhões de doses da vacina chinesa CoronaVac.

19 de abril de 2021

Confira como funcionará a vacinação na semana de 19 a 23 de abril

A partir de segunda-feira, pessoas a partir dos 35 anos com comorbidades e idosos que já receberam a primeira dose das vacinas deverão comparecer aos postos de vacinação.

18 de abril de 2021