fbpx

quinta, 06 de maio de 2021

Grupo de 60 a 64 com comorbidades será prioridade na vacinação

A orientação é referente à aplicação da vacina CoronaVac, do Instituto Butantan. Capital segue sem definir data de início da vacinação para esta faixa etária.

5 de março de 2021

Compartilhe

Cabe aos municípios coordenar e executar as ações de vacinação (Foto: Divulgação)

A Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM) e a Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM) emitiram nota informativa conjunta para orientar e recomendar o uso adequado das 62.800 doses de vacina do tipo CoronaVac, do Instituto Butantan. O documento ressalta que as doses são destinadas a 25% da população entre 60 e 64 anos, devendo-se priorizar pacientes com maior risco de agravamento e óbito.

“Considerando o número limitado de doses de vacinas, a população entre 60 e 64 anos, que sejam prioritariamente vacinadas aquelas pessoas com comorbidades, os cardiopatas, pneumopatas, idosos acamados. A partir daí, considerando o limite de doses de vacina, essas orientações foram encaminhadas aos municípios”, detalhou Cristiano Fernandes, diretor-presidente da FVS em exercício.

Também estão incluídas no público prioritário, dentro da faixa etária de 60 a 64 anos, pacientes com insuficiência renal crônica, com diabetes (dependentes de insulina), obesos (IMC acima de 40), pacientes transplantados e imunossuprimidos.

A nota informativa ressalta, ainda, que cabe aos municípios coordenar e executar as ações de vacinação integrantes, de acordo com as diretrizes do Programa Nacional de Imunização (PNI), gerenciar o estoque municipal de vacinas e outros insumos, bem como manter a qualidade e a segurança das vacinas em condições adequadas de conservação e temperatura.

Capital ainda não definiu início da vacinação

Com os critérios definidos pela FVS-AM, cabe a Prefeitura de Manaus definir a data de início da vacinação do grupo de 60 a 64 na capital. Lembrando que há doses suficientes para a vacinar 35,7% desse público, que correspondem a 24.139 pessoas.

Texto: Milena Soares, com informações da assessoria

Leia mais:

Leia mais sobre a Pandemia

Mais 57.900 doses da vacina AstraZeneca desembarcam no Amazonas

As doses ficam na FVS-AM até o recebimento do informe técnico que direciona para quais grupos serão destinadas. A partir de então, cada município pode fazer sua retirada.

6 de maio de 2021

Rio de Janeiro identifica nova variante em circulação no estado

A cepa, que recebeu o nome P.1.2 foi encontrada principalmente na região Norte, mas também foi identificada em amostras nas regiões Metropolitana, Centro e Baixada Litorânea.

6 de maio de 2021

‘Capitã Cloroquina’ confirma plano de difundir medicamento em Manaus

Mayra Pinheiro é servidora do Ministério da Saúde e atuou como auxiliar de Pazuello - e agora de Queiroga. Afirmação foi dada ao Ministério Público Federal.

6 de maio de 2021

Plano Nacional de Imunização recebe hoje mais um milhão de doses da CoronaVac

Instituto Butantan informou que está negociando com a Sinovac o envio de mais um carregamento com três mil litros do ingrediente farmacêutico ativo (IFA).

6 de maio de 2021

Mais 628 mil vacinas da Pfizer chegaram ao Brasil nesta quarta-feira

Segundo a Pfizer, o lote que chegou a noite ao Aeroporto de Viracopos, em Campinas, tem 628,2 mil doses e faz parte de acordo firmado em março com o governo brasileiro.

6 de maio de 2021

Em 10 dias, Semsa quer imunizar 1,1 mil pessoas na calha do rio Negro

Nos dias de viagem, a UBS fluvial vai atender a oito comunidades. Além da vacina contra a Covid, os servidores também estão levando os imunizantes contra a Influenza.

5 de maio de 2021

Opas alerta sobre manutenção de medidas preventivas mesmo após vacinação

Diretora da Opas diz que vacina é fundamental no combate à pandemia, mas que países da América Latina ainda não receberam doses suficientes para imunização abrangente.

5 de maio de 2021

Mesmo sem novas doses, Prefeitura abre cadastro para educadores e PcDs

Por meio do site Imuniza Manaus, a Prefeitura de Manaus já está cadastrando estes grupos, mas ainda não há previsão para que Semsa retome aplicação da D1.

5 de maio de 2021