fbpx

terça, 20 de abril de 2021

Governo aborta ‘Operação Gratidão’ por falta de leitos no Amazonas

Governo do Estado explicou que recebeu dois pacientes vindos de Porto Velho apenas para atender um pedido de urgência feito pelo estado vizinho.

9 de março de 2021

Compartilhe

Sem leitos de UTIs suficientes, governo informa que não receberá pacientes de outros estados

Horas após divulgar ter iniciado a ‘Operação Gratidão’ ao receber dois pacientes acometidos pela Covid-19, vindos de Rondônia, o Governo do Amazonas reconheceu que “ainda não tem reserva de leitos suficiente para receber pacientes de outros estados”.

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM), na manhã desta terça-feira (9), explicou que a chegada dos dois pacientes “se tratou de uma ação emergencial e ainda não pode ser relacionada à operação que o Estado estuda realizar para auxiliar Rondônia e possivelmente outros estados”.

Segundo o órgão, a prioridade das vagas na rede estadual ainda é para os pacientes do interior do Amazonas.

SES explica

A vinda para Manaus de dois pacientes, um no sábado (6) e outro no domingo (7), atendeu a um pedido da secretaria de Saúde de Rondônia e do Ministério da Saúde, tendo em vista que, na sexta-feira (5), pelo menos 90 pacientes aguardavam por leitos de UTI naquele estado. Os pacientes estão internados no Hospital de Referência para Covid-19 Delphina Aziz, que abriu mais dez leitos de UTI neste fim de semana.

Ao atender os pedidos, a SES-AM levou em consideração o fato de Rondônia prestar assistência a pacientes do sul do Amazonas. Na sexta-feira, quando o primeiro pedido de remoção foi feito por Rondônia, seis pacientes com Covid-19 de Humaitá ocupavam UTI em Porto Velho, o que levou a SES-AM a abrir a exceção.

Leitos de UTI ainda estão escassos

Segundo a SES-AM, mesmo com queda nas internações e redução nas chamadas por leitos de UTI, ainda não é possível para o Estado receber de forma sistemática pacientes de fora do Amazonas.

“Temos leitos clínicos, mas a ocupação de UTI ainda é elevada. Como sabemos que, em média, 25% dos pacientes moderados que foram do Amazonas para outros estados evoluíram para UTI, estamos analisando o cenário epidemiológico para ver de que forma podemos apoiar outros estados”, disse o secretário Marcellus Campêlo.

Com informações da assessoria

Leia Mais:

Leia mais sobre a Pandemia

Guia apresenta iniciativas para suavizar efeitos da pandemia nas populações marginalizadas

Lançamento foi realizado na data em que é comemorado o Dia do Índio, e alerta que a pandemia chegou aos índios em um momento "de fragilização da política de saúde indígena".

19 de abril de 2021

Com reforço do Governo, municípios do Amazonas avançam na vacinação

De acordo com o presidente da FVS-AM, Cristiano Fernandes, equipes técnicas estão analisando as dificuldades enfrentadas de cada município para alcançar a meta de vacinação.

19 de abril de 2021

A pandemia não acabou: amazonenses precisam seguir medidas de prevenção

Usar máscaras faciais, limpar objetos de uso coletivo com álcool em gel e evitar aglomerações são as principais medidas que podem coibir o avanço da Covid-19 em todo o mundo.

19 de abril de 2021

Das Américas, é no Brasil onde há mais mortes por Covid a cada milhão de habitantes

País passou EUA, México e Peru em abril e agora é também o 13º com mais óbitos proporcionais à população no mundo. Em termos absolutos, é o 2º com mais vítimas do planeta.

19 de abril de 2021

Brasil alavanca curva e mundo registra recorde de contágio pelo coronavírus

O mundo teve 5,3 milhões de pessoas diagnosticadas com Covid em uma semana. O aumento é puxado pela Índia, mas Brasil também puxa curva para cima com novos contágios.

19 de abril de 2021

Conselho Federal de Medicina reprova tratamento precoce contra Covid-19

O posicionamento do órgão foi feito durante uma audiência pública da Comissão Temporária da Covid-19, realizada no Senado Federal na manhã desta segunda-feira (19).

19 de abril de 2021

Butantan recebe insumo e fabricará mais 5 milhões de vacinas CoronaVac

O Instituto Butantan recebeu nesta segunda-feira insumos para a fabricação de mais 5 milhões de doses da vacina chinesa CoronaVac.

19 de abril de 2021

Confira como funcionará a vacinação na semana de 19 a 23 de abril

A partir de segunda-feira, pessoas a partir dos 35 anos com comorbidades e idosos que já receberam a primeira dose das vacinas deverão comparecer aos postos de vacinação.

18 de abril de 2021