fbpx

terça, 20 de abril de 2021

Governadores querem priorizar vacinação de profissionais da educação

Pedido para priorizar profissionais da segurança pública e da educação foi feito ao ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, na terça-feira.

31 de março de 2021

Compartilhe

Wilson Lima quer profissionais da educação e segurança como prioridade (Foto: Divulgação)

O governador Wilson Lima e os governadores dos outros nove estados que compõem a Amazônia Legal solicitaram ao ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, na terça-feira (30), que inclua os profissionais da ativa da segurança pública e da educação nos grupos prioritários do Plano Nacional de Imunização (PNI), contra a Covid-19.

No último domingo (28), o Governo do Amazonas, com autorização da Justiça Federal, deu início à imunização de cinco mil profissionais da segurança pública, que atuam na linha de frente no enfrentamento da Covid-19, sem comprometer a programação do PNI, utilizando a reserva técnica de 5% e saldo remanescente de grupos já vacinados.

Além disso, durante reunião virtual entre os governadores de todas as unidades da federação e o presidente do Senado Federal, Rodrigo Pacheco, no último dia 26 de março, Wilson Lima defendeu prioridade na vacinação, também, dos profissionais da educação.

Profissionais de segurança pública

Segundo ofício enviado nesta terça-feira (30), pelo Consórcio da Amazônia Legal ao Ministério da Saúde (MS), os governadores da região argumentam que os profissionais do sistema de segurança pública devem ser vacinados com prioridade, porque vêm trabalhando, diuturnamente, na linha de frente do combate à Covid-19 e na garantia da segurança da população.

Do mesmo modo, o consórcio destaca no documento que os estados precisam, com prioridade, retomar as atividades educacionais presenciais, o que requer também celeridade na vacinação dos profissionais da área.

O Consórcio da Amazônia Legal solicita ao ministro, ainda, que o pedido seja apreciado na Comissão Intergestores Tripartite para que seja estabelecida regra nacional e excepcional, permitindo que os profissionais da ativa da segurança e educação sejam incluídos na prioridade das prioridades, estabelecendo critérios de acordo com a disponibilidade de vacinas e regras do PNI.

Leia mais:

Leia mais sobre a Pandemia

Guia apresenta iniciativas para suavizar efeitos da pandemia nas populações marginalizadas

Lançamento foi realizado na data em que é comemorado o Dia do Índio, e alerta que a pandemia chegou aos índios em um momento "de fragilização da política de saúde indígena".

19 de abril de 2021

Com reforço do Governo, municípios do Amazonas avançam na vacinação

De acordo com o presidente da FVS-AM, Cristiano Fernandes, equipes técnicas estão analisando as dificuldades enfrentadas de cada município para alcançar a meta de vacinação.

19 de abril de 2021

A pandemia não acabou: amazonenses precisam seguir medidas de prevenção

Usar máscaras faciais, limpar objetos de uso coletivo com álcool em gel e evitar aglomerações são as principais medidas que podem coibir o avanço da Covid-19 em todo o mundo.

19 de abril de 2021

Das Américas, é no Brasil onde há mais mortes por Covid a cada milhão de habitantes

País passou EUA, México e Peru em abril e agora é também o 13º com mais óbitos proporcionais à população no mundo. Em termos absolutos, é o 2º com mais vítimas do planeta.

19 de abril de 2021

Brasil alavanca curva e mundo registra recorde de contágio pelo coronavírus

O mundo teve 5,3 milhões de pessoas diagnosticadas com Covid em uma semana. O aumento é puxado pela Índia, mas Brasil também puxa curva para cima com novos contágios.

19 de abril de 2021

Conselho Federal de Medicina reprova tratamento precoce contra Covid-19

O posicionamento do órgão foi feito durante uma audiência pública da Comissão Temporária da Covid-19, realizada no Senado Federal na manhã desta segunda-feira (19).

19 de abril de 2021

Butantan recebe insumo e fabricará mais 5 milhões de vacinas CoronaVac

O Instituto Butantan recebeu nesta segunda-feira insumos para a fabricação de mais 5 milhões de doses da vacina chinesa CoronaVac.

19 de abril de 2021

Confira como funcionará a vacinação na semana de 19 a 23 de abril

A partir de segunda-feira, pessoas a partir dos 35 anos com comorbidades e idosos que já receberam a primeira dose das vacinas deverão comparecer aos postos de vacinação.

18 de abril de 2021