fbpx

quarta, 21 de abril de 2021

General Paulo Sérgio diz que Exército já se prepara para 3ª onda

A alternativa que o Exército vai seguir é melhorar a estrutura física dos hospitais, com mais leitos, recursos humanos para uma possível terceira onda da Covid-19.

31 de março de 2021

Compartilhe

Novo comandante diz que Exército já tem um planejamento contínuo (Foto: Reprodução)

O novo comandante do Exército, general Paulo Sérgio Nogueira, disse em entrevista ao Correio Braziliense que o órgão já está trabalhando com a hipótese de uma terceira onda da Covid-19 no país. De acordo com ele isso está sendo um “planejamento contínuo” desde a proliferação da segunda onda da doença no país.

“Tudo que a gente faz sempre tem a visão do futuro. Se temos a notícia de que, lá na frente, pode ter uma terceira onda, temos de estar preparado. Mas torcemos para não termos, que a gente avance, e a vacina está aí para isso”, afirmou.

Conforme o general, a alternativa que o Exército vai seguir é melhorar a estrutura física dos hospitais, com mais leitos, recursos humanos e etc, para que, se vier a terceira onda, os locais terem capacidade de reação.

Atual situação da Covid-19 no Exército

De acordo com o general, o índice de letalidade no Exército é baixo, menor do que na rede pública. “[Isso é] graças a essa conscientização, essa compreensão, que é o que eu acho que, se melhorasse no Brasil, provavelmente, o número de contaminados seria bem menor”, disse.

“Estamos com uma taxa de mortalidade de 0,13%. Ínfima, em termos de comparação com a do país. Eu diria que a maioria dos hospitais são modernos”, explicou.

Situação de Manaus

Ainda conforme o general, atualmente na capital amazonense, onde foi o epicentro da doença em janeiro com o início da segunda onda, a situação da pandemia acalmou e, por essa razão, foi possível ajudar outros estados do país.

“Em Manaus acalmou, tranquilizou, e no Sul, apertou. Então, deslocamos equipes. A logística no Amazonas é complicada, tem de usar aviões. Mas deslocamos equipamentos de Manaus para Porto Alegre. Nós temos um comando logístico, uma experiência logística”, revelou.

Com informações do Correio Braziliense

Leia mais:

Leia mais sobre a Pandemia

‘É urgente colocar em pratos limpos tudo o que deixou de ser feito’, frisa Omar

Futuro presidente da CPI da Covid, Omar Aziz diz a TV RealTime1 que Ministério da Saúde cometeu "erros feios" no combate ao coronavírus ao longo da pandemia.

21 de abril de 2021

Ministério da Saúde quer adquirir mais 100 milhões de doses da Pfizer

O início da entrega aconteceria ainda em 2021, mas o uso destes imunizantes só entraria no Plano de Vacinação a partir do ano que vem.

21 de abril de 2021

Crise de oxigênio: CPI da Covid vai chamar White Martins para depor

O senador, favorito para ser o presidente da CPI da Covid, revelou em entrevista a TV RealTime1, que diretores da empresa serão ouvidos como testemunhas da crise em Manaus.

21 de abril de 2021

Feriado não para ritmo da vacinação em Manaus; confira os locais

A programação desta quarta-feira contempla pessoas na faixa etária de 44 a 47 anos, com comorbidades. Também estão sendo vacinados com a segunda dose, idosos de 60 a 63 anos.

21 de abril de 2021

Decreto prorroga auxílio emergencial aos trabalhadores da cultura

Planalto ressaltou que o decreto não representa aumento de gastos públicos, apenas permite a execução dos restos a pagar e traz maior segurança jurídica ao setor da cultura.

21 de abril de 2021

Consultorias alertam para falta de previsão sobre impacto da Covid-19 na LDO 2022

Texto dos consultores alerta para a ausência de previsão sobre os riscos que podem afetar receitas, despesas e dívida pública em função dos efeitos da Covid-19.

21 de abril de 2021

Amazonas ultrapassa líder no ranking mundial em nº de mortos por Covid

Se fosse um país, o maior estado do Norte teria ultrapassado a República Theca que é, hoje, quem registra mais óbitos pela doença a cada milhão de habitantes.

20 de abril de 2021

Uso emergencial de coquetel de anticorpos contra Covid é autorizado pela Anvisa

O coquetel não é vendido em farmácias e seu uso é restrito aos hospitais. Em março, a agência aprovou o registro do antiviral experimental Remdesivir.

20 de abril de 2021