fbpx

terça, 18 de janeiro de 2022

Anvisa nega autorização para importação e uso da Sputnik V

Todos os diretores votaram para barrar a Sputnik V. A decisão desta segunda-feira para 10 Estados, mas a Anvisa ainda precisa avaliar outros 6 pedidos da mesma natureza.

26 de abril de 2021

Compartilhe

Técnicos identificaram falhas no desenvolvimento da vacina russa (Foto: Poder 360)

A diretoria da Agência Nacional da Vigilância Sanitária (Anvisa) negou nesta segunda-feira (26) permissão de importação e uso emergencial excepcional para 10 Estados. Técnicos identificaram falhas no desenvolvimento da vacina russa, na qualidade e na segurança do imunizante.

Todos os 5 diretores votaram para barrar a Sputnik V, depois de 5 horas de reunião. A decisão desta segunda-feira para 10 Estados (leia mais abaixo), mas a Anvisa ainda precisa avaliar outros 6 pedidos da mesma natureza. Se novas informações forem submetidas até lá, o parecer pode se alterar.

Briga judicial

Catorze estados e dois municípios pediram autorização para importar e comprar a Spunik V, ainda que a vacina não tenha uso autorização emergencial no país. São eles: Acre, Alagoas, Amapá, Bahia, Ceará, Maranhão, Mato Grosso, Pará, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Rondônia, Sergipe e Tocantins.

Também solicitaram autorização as cidades Maricá e Niterói, ambas no Rio de Janeiro.

As solicitações tem como base a Lei n º 14.124. Ela permite que Estados e municípios solicitem autorização para importar e aplicar vacinas contra covid-19 que ainda não estejam em uso emergencial no Brasil. Mas é necessário apresentar relatório técnico de certas autoridades sanitárias internacionais que comprovem, de forma satisfatória, a segurança e eficácia do imunizante.

Caso o documento não seja disponibilizado, a Anvisa tem 30 dias para apresentar sua decisão.

A Anvisa tentou conseguir mais prazo para analisar os pedidos referentes à Sputinik V. O pedido foi negado pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski.

Ele também determinou que, caso a Anvisa não se manifeste em até 30 dias depois que os pedidos para importação forem formalizados, os Estados e municípios estão automaticamente autorizados a importar e aplicar a vacina russa.

O prazo de 10 pedidos estava no limite. A reunião desta segunda-feira avaliou os pedidos de Acre, Bahia, Ceará, Maranhão, Mato Grosso, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Rondônia e Sergipe. As demais solicitações  serão avaliadas dentro do prazo –e podem ter um desfecho diferente, caso novos dados sejam apresentados.

O que diz a área técnica

Gustavo Mendes, gerente geral de medicamentos e produtos biológicos da Anvisa, explicou que a Sputnik V usa como vetor o adenovírus. Ele é usado como “transporte” do material genético do coronavírus que irá condicionar o organismo a combater e neutralizar a infecção.

Nesses casos, o adenovírus é manipulado para não se replicar dentro do corpo. Mas os técnicos encontraram adenovírus replicantes em todos os lotes da Sputnik V submetidos ao controle de qualidade da agência.

Sputnik V X Anvisa

Os responsáveis pela vacina russa afirmaram, pelas redes sociais, que apresentaram mais dados à Anvisa do que à qualquer outra agência reguladora. Acusa a agência brasileira de ceder à pressão política.

Com informações do Poder 360

Leia mais:

Leia mais sobre a Pandemia

Aeroporto Eduardo Gomes é o que mais detecta passageiros com Covid-19

As testagens no aeroporto iniciaram em 31 de maio e já somam 11.895 exames de diagnóstico de Covid-19, realizados por testes de antígeno e RT-PCR.

13 de agosto de 2021

Iranduba é o 1º município do interior a vacinar população de 12 a 17 anos

Foram enviadas para o município 1.170 doses do imunizante da Pfizer/BioNtech (Comirnaty). Nesta sexta-feira (13) também inicia a vacinação dos adolescentes na capital.

13 de agosto de 2021

Internada com Covid-19, paciente cola grau no Hospital Delphina Aziz

Daiana Pimenta teve a oportunidade de participar da tão sonhada colação de grau de maneira virtual, graças ao projeto Chamada do Bem. Amigos desejaram força à paciente.

12 de agosto de 2021

Início da vacinação contra Covid em adolescentes terá 44 postos em Manaus

Campanha para este público inicia sexta (13), para quem tem comorbidade, gestantes e puérperas. Os demais jovens incluídos nesta faixa etária devem se vacinar no sábado (14).

11 de agosto de 2021

Profissionais da Educação começam a tomar 2ª dose da vacina contra Covid-19

A ação visa o retorno seguro das atividades 100% presenciais, anunciado para os dias 23 de agosto, em Manaus, e 8 de setembro, no interior.

11 de agosto de 2021

Fiocruz: ocupação de UTIs de covid-19 chega ao melhor nível desde 2020

Hoje, a ocupação em Manaus é de 54%. O Brasil chegou a ter 25 capitais com mais de 80% da ocupação dos leitos, em 15 de março, quando a pandemia estava no pior momento.

11 de agosto de 2021

OMS vai testar três medicamentos para doentes hospitalizados com Covid

Na nova fase dos ensaios clínicos estão envolvidos cerca de 600 hospitais nos 52 países participantes, mais 16 países do que na fase inicial.

11 de agosto de 2021

‘Nova variante pode surgir em grupo de não vacinados’, alerta Anoar Samad

"Você que não se vacinou pense nas pessoas que você ama e estão do seu lado, porque você pode ser o ‘criadouro’ de novas cepas”, afirma o secretário de saúde, Anoar Samad.

11 de agosto de 2021