fbpx

sábado, 24 de julho de 2021

Anvisa autoriza estudos sobre proxalutamida e dose de reforço da Astrazeneca

A proxalutamida foi um dos medicamentos estudados pela rede hospitalar amazonense Samel e tem sido defendido pelo presidente Jair Bolsonaro.

19 de julho de 2021

Compartilhe

Os dois estudos serão desenvolvidos pelo Ministério da Saúde (Foto: divulgação)

Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou nesta segunda-feira (19) dois novos estudos clínicos relacionados à covid-19Um diz respeito a terceira dose da vacina da AstraZeneca e o outro é o uso da proxalutamida medicamento estudado pela rede hospitalar amazonense Samel como proposta para a redução da infecção e do processo inflamatório causado pelo vírus.

A possível terceira dose da AstraZeneca será com a mesma versão da vacina que já está sendo aplicada em todo o mundo. O estudo é para verificar a segurança e eficácia de uma terceira dose de 11 a 13 meses depois da segunda dose.

O reforço na vacina será testado nos participantes do estudo inicial, que já comprovou a segurança e eficácia das duas doses da vacina da AstraZeneca. Os voluntários precisam ter de 18 a 55 anos. Gestantes e pessoas com comorbidades não farão parte do estudo.

O estudo será conduzido apenas no Brasil. Os Estados participantes serão Bahia, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Rio Grande do Norte e São Paulo. No total, serão 10.000 voluntários envolvidos nos testes.

Com informações da Agência Brasil

Leia mais:

Leia mais sobre a Pandemia

Quer viajar? Saiba quais países aceitam brasileiros já vacinados

O viajante brasileiro que pretende embarcar rumo ao exterior, e que já foi vacinado, deve emitir o Certificado Online de Vacinação, por meio do aplicativo ou site ConecteSUS.

23 de julho de 2021

Sambódromo é o posto de vacinação contra Covid mais procurado em Manaus

O local, que é reconhecido por ser palco de festividades, está há quase um ano destinado ao combate à Covid-19, iniciando como ponto de testagem para diagnóstico da doença.

23 de julho de 2021

Estudo verifica eficácia em intervalo maior da Pfizer

Os pesquisadores avaliaram que o maior espaçamento entre os intervalos produziu uma resposta forte de anticorpos e de células T.

23 de julho de 2021

Caapiranga e Beruri recebem o Vacina Amazonas neste sábado

Governador anunciou o novo mutirão de vacinação contra a Covid nos dois municípios, quando o Amazonas alcançará 15 deles no programa.

23 de julho de 2021

MS prevê entrega de 63 milhões de vacinas contra a Covid-19 até agosto

De acordo com o Ministério da Saúde, 164 milhões de doses de todas as vacinas contra a covid-19 - que fazem parte do PNI -foram distribuídas aos estados.

22 de julho de 2021

Com 50 mil vacinados, 3º mutirão de vacinação continua até quinta

Com a meta de vacinar 60 mil pessoas, o mutirão continua até à meia-noite desta quinta-feira (22) em três postos.

22 de julho de 2021

Você criou algum hábito na pandemia? 61,7% da população recorreu ao autocuidado

Os dados mostram as estratégias adotadas para promover o autocuidado no primeiro ano da pandemia, um contexto de muitas incertezas e estresse, marcado pelo isolamento social.

22 de julho de 2021

Manaus alcança última idade vacinável e listas de espera são excluídas

Semsa explica que não há mais necessidade de regular a distribuição das sobras por grupos prioritários porque vacinação foi liberada a qualquer pessoa com mais de 18 anos.

22 de julho de 2021