segunda-feira, 24 de junho de 2024

faça parte da Comunidade RT1

MEIO AMBIENTE

MP-AM cobra dados dos responsáveis por queimadas ilegais no Amazonas

O Ministério Público expediu requisição ao IPAAM, cobrando informações sobre as queimadas ilegais no Amazonas.
COMPARTILHE
multa ambiental por queimadas na amazônia
O MP-AM pretende responsabilizar, nas esferas cível, criminal e administrativa, aqueles que, de maneira criminosa, desencadeiam incêndios no estado. (Foto: Divulgação)

O Ministério Público (MP-AM) expediu requisição ao Diretor-Presidente do Instituto de Proteção Ambiental (IPAAM), Juliano Valente, cobrando informações sobre os procedimentos administrativos instaurados relacionados às queimadas ilegais no Amazonas.

O MP-AM pretende responsabilizar, nas esferas cível, criminal e administrativa, aqueles que, de maneira criminosa, desencadeiam incêndios no estado.

A requisição abrange uma variedade de dados, incluindo todos os autos de infração emitidos, informações sobre áreas embargadas e multas aplicadas relacionadas às queimadas ilegais no Amazonas. O Grupo de Trabalho (GT) do MP-AM, criado para supervisionar as ações de combate ao desmatamento e queimadas, informou que essas medidas não são apenas um esforço para manter a população informada, mas também são fundamentais para as ações futuras do Ministério Público.

Além da iniciativa específica em relação ao IPAAM, o GT emitiu requisições e recomendações para melhorar a atuação de outros órgãos ambientais, incluindo Corpo de Bombeiros, Secretarias Municipais de Meio Ambiente e IBAMA. O objetivo é garantir o registro preciso de todas as ocorrências relacionadas às queimadas em todo o estado, permitindo a adoção de medidas extrajudiciais e judiciais contra infratores.

“Reuniões com órgãos públicos e a emissão de requisições e recomendações fazem parte do esforço incisivo do Ministério Público do Amazonas para enfrentar queimadas ilegais. Uma demanda específica do GT do MPAM é a disponibilização, no WebGIS (mapa) do GEOPORTAL do IPAAM, dos dados relacionados às queimadas.

Receba notícias do RT1 em primeira mão
quero receber no Whataspp
Quero receber no Facebook
Quero receber no Instagram


“Atualmente, apenas os dados federais do IBAMA são acessíveis, e a inclusão das informações do IPAAM é vital para uma compreensão abrangente da situação. Além disso, o GT busca coordenar e fiscalizar as medidas impostas pelos órgãos públicos em resposta à emergência ambiental no estado”, disse o órgão em nota.”

O Realtime1 solicitou uma nota da assessoria do Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (IPAAM), para mais esclarecimentos sobre esse assunto, mas não obteve respostas até o fechamento desta matéria.

Leia mais:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

COMPARTILHE