sexta-feira, 14 de junho de 2024

faça parte da Comunidade RT1

Militares montam cerco no CMA para evitar novo acampamento golpista

Após o Governo do AM reforçar a segurança na capital e no interior, nesta sexta (13) o Exército iniciou mobilização para evitar possível nova ocupação bolsonarista.
COMPARTILHE
CMA militares

Seguindo orientação federal, militares do Exército montaram, nesta sexta-feira (13), um cerco sobre o Comando Militar da Amazônia (CMA) para resguardar o quartel de novas ocupações bolsonaristas.

A mobilização dos militares do Exército em Manaus demonstra alinhamento e poder de diálogo do ministro da Defesa, José Múcio, com o alto comando da força terrestre, o que foi muito questionado nos últimos dias.

A principal entrada e saída do CMA esteve fechada por mais de dois meses devido ao acampamento bolsonarista em frente ao quartel, ocupação que chegou ao fim na última segunda-feira (9) – após forças militares estaduais desocuparem a área por determinação do ministro Alexandre de Moraes.

Com o fim do acampamento, o Exército fica incumbido de fazer a segurança da área militar para evitar uma nova ocupação antidemocrática.

O Amazonas possui um Comitê de Resposta Rápida, instalado pelo Governo do Estado, desde o último domingo (8) para monitorar e evitar vandalismo e ataques aos Três Poderes;

Receba notícias do RT1 em primeira mão
quero receber no Whataspp
Quero receber no Facebook
Quero receber no Instagram

Veja o vídeo da mobilização militar nesta sexta em frente ao CMA:

Governo do AM reforça segurança

Em reunião na tarde da última quarta-feira (11), o Comitê de Resposta Rápida definiu o reforço preventivo da segurança pública em prédios públicos de todo o Estado.

O objetivo é evitar eventuais tentativas de novas ocupações e bloqueios de vias públicas, rodovias e depredações de prédios públicos, seguindo nova determinação do Ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF).

Texto: Isac Sharlon

Leia Mais:

COMPARTILHE