segunda-feira, 24 de junho de 2024

faça parte da Comunidade RT1

Mãe de Jair Bolsonaro morre aos 94 anos no interior de São Paulo

Olinda Bonturi Bolsonaro, morreu na madrugada desta sexta-feira (21), aos 94 anos, em Registro, no interior de São Paulo, onde estava internada desde a última segunda-feira.
COMPARTILHE
Bolsonaro

A mãe do presidente Jair Bolsonaro (PL), Olinda Bonturi Bolsonaro, morreu na madrugada desta sexta-feira (21), aos 94 anos, em Registro, no interior de São Paulo, onde estava internada desde a última segunda-feira (17).

A morte foi confirmada pelo próprio presidente em uma publicação nas redes sociais. “Com pesar o passamento da minha querida mãe. Que Deus a acolha em sua infinita bondade”, escreveu. A causa da morte não foi informada.

O presidente que está em viagem oficial ao Suriname, para tratar de questões comerciais com o país, anunciou retorno antecipado ao Brasil.

Em seu canal no Telegram, o senador Flávio Bolsonaro, filho do presidente, publicou um vídeo com imagens de sua avó ao som de uma música italiana. “Vó, olhe por nós aí junto de Deus! Muito obrigado por tudo!”, disse Flávio.

Com a publicação do mesmo vídeo do irmão, o deputado federal Eduardo Bolsonaro relatou, no Instagram, que, na memória, “traz momentos doces da minha infância até os mais recentes com ela e sua risada peculiar”. “Que Deus a receba da melhor maneira possível.”

Receba notícias do RT1 em primeira mão
quero receber no Whataspp
Quero receber no Facebook
Quero receber no Instagram

A mãe do presidente residia no município de Eldorado, no Vale do Ribeira, mas foi internada em Registro por não haver hospital de referência onde mora. A distância entre as duas cidades é de pelo menos 52 quilômetros.

Quem era a mãe de Bolsonaro?

Olinda teve sete filhos com o dentista Percy Geraldo Bolsonaro, que faleceu em 1995. O presidente é o terceiro filho do casal. Descendente de italianos, ela fazia parte de uma família de imigrantes. A mãe de Bolsonaro era dona de casa e morou na zona rural a maior parte de sua vida.

Fonte: Portal UOL

Leia Mais:

COMPARTILHE