fbpx

domingo, 03 de julho de 2022

Candidaturas femininas crescem, mas ainda não representam população

No AM, dos 10.389 pedidos de registro de candidaturas, entre prefeitos, vice-prefeitos e vereadores, somente 3.378 foram feitos por mulheres, número que representa 32,5%.

9 de outubro de 2020

Compartilhe

Candidaturas femininas tiveram recorde para as eleições municipais em 2020 (Foto:Reproduão)

O Brasil continua longe de ter uma quantidade de candidatas mulheres proporcional ao número que as brasileiras representam na população.

Apesar de as mulheres serem 52,5% do eleitorado, elas representam apenas 33,3% do total de candidaturas neste ano, para prefeita, vice-prefeita ou vereadora.

Em todo o país, foram pouco mais de 522 mil pedidos de registro de candidatura, segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), sendo cerca de 183 mil de mulheres.

No Amazonas, dos 10.389 pedidos de registro de candidaturas, entre prefeitos, vice-prefeitos e vereadores, somente 3.378 foram feitos por mulheres, número que representa 32,5% do total.

Mesmo abaixo de uma real representação da população brasileira, esses dados são um recorde para as eleições municipais: em 2016, as candidaturas femininas foram 31,9% do total e, em 2012, 31,5%.

“[É] Um baixo crescimento, ainda muito tímido, em que pese o esforço realizado no último ano por vários partidos”, avalia a coordenadora da Bancada Feminina na Câmara, deputada Professora Dorinha Seabra Rezende (DEM-TO).

Segundo ela, alguns motivos explicam esse crescimento aquém do desejável. “Nós entendemos que, além do efeito da pandemia, também tem toda uma questão de uma política contínua de formação, para que as mulheres possam despertar esse interesse, ter segurança em relação ao envolvimento na política, a questão do financiamento não é automático, ainda está sob controle dos líderes partidários”, enumerou.

Fonte: Agência Câmara de Notícias

Veja mais notícias

Teste de publicação agendada

A Bemol comemora nesta sexta-feira (13) mais um aniversário como empresa referência para a sociedade amazonense desde 1942. Nascida em Manaus e presente nos estados Amazonas,

13 de agosto de 2021

Acompanhado da filha, David despede-se da mãe em Igreja no Morro da Liberdade

O candidato David Almeida antecipou o horário de votação para enterrar a mãe, dona Rosa, marcado às 10h deste domingo no cemitério Morro da Liberdade.

28 de novembro de 2020

Ex-candidatos lamentam falecimento da mãe de David Almeida

Após a morte de Dona Rosa Almeida, vários ex-candidatos a prefeito de Manaus que concorreram neste pleito emitiram nota de solidariedade à família.

28 de novembro de 2020

Boa Vista: Pesquisa aponta vitória de Arthur Henrique com 79% dos votos

Levantamento foi feito entre os dias 24 e 26 de novembro e ouviu 602 pessoas na capital Boa Vista. A pesquisa está registrada na Justiça Eleitoral com o n° RR 07926/2020.

28 de novembro de 2020

Belém: Justiça proíbe divulgação de pesquisa que aponta Eguchi à frente

A pesquisa do Instituto Ecodatta coloca Eguchi com 52% das intenções de voto contra 40,4% de Edmilson, dados diferentes da última pesquisa Ibope divulgada.

28 de novembro de 2020

2° turno na capital terá fiscalização do Ministério Público Eleitoral

Crimes como boca de urna, compra de votos, transporte de eleitores por candidatos poderão ser denunciados ao Ministério Público para apuração e fiscalização imediata.

28 de novembro de 2020

Campanha encerra mais cedo após morte da mãe de David Almeida

Os candidatos Amazonino Mendes e David Almeida cancelaram atividades de campanha na tarde deste sábado (28), devido a morte de Dona Rosa Almeida, ocorrida nesta manhã.

28 de novembro de 2020

Mesmo no pior cenário, média das pesquisas aponta vitória de David

Levantamento, comparando as médias das últimas pesquisas eleitorais, revelou que Amazonino perderia o 2º turno e David conquistaria a vitória, elegendo-se prefeito de Manaus.

28 de novembro de 2020