fbpx

sábado, 21 de maio de 2022

Quatro em dez brasileiros se dizem sem condições de pagar dívidas, indica ONU

Estudo das Nações Unidas revela que 69,7% dos brasileiros estão endividados e presidente do Corecon-Am, Marcus Evangelista, aponta que a culpa é do mau uso do cartão.

22 de fevereiro de 2022

Compartilhe

Pàra economista do Corecon-AM, maior causador de endividamento é o cartão (Foto: Reprodução)

Estudo do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud) em parceria com a Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon) concluiu estudo que revela o tamanho da crise econômica no País: quase 70% (69,7%) das famílias brasileiras estão endividadas e 42,3% dos consumidores declaram não ter condições de pagar dívidas este ano.

O RealTime1 conversou com o presidente do Conselho Regional de Economia (Corecon-Am) Marcus Evangelista sobre o estudo. O economista destacou que historicamente o endividamento das famílias se dá pelo uso errado do cartão de crédito. “Infelizmente a maioria das pessoas não sabem usar o cartão. Elas notam aquele limite e incorporam no salário, pagam o valor mínimo e acha que tá tudo bem. Aí começa o endividamento”, diz.

Para Evangelista a melhor orientação é não fazer uso do cartão de crédito, se as famílias ainda não aprenderam a usar o recurso. “O endividamento do cartão de crédito é o mais difícil de sair. Além de ter a cobrança de juros sobre juros, a taxa é muito alta, de 300% a 400%”, reforça.

O estudo da ONU apresenta doze recomendações. Entre elas, a regulamentação e aprimoramento de um programa de educação financeira em âmbito nacional, com projetos voltados aos jovens no ambiente escolar, à população em geral e a grupos vulneráveis; a definição de sistema para iniciação e centralização de acesso à via administrativa do processo de repactuação de dívidas; e a adoção de ferramentas que proporcionem parâmetros unificados para auxílio na caracterização do mínimo existencial.

O representante residente adjunto do PNUD, Carlos Arboleda, destaca a importância do debate para reflexão das causas do superendividamento da população brasileira e seu impacto no desenvolvimento do País. “Pensar na realocação do cidadão no mercado de consumo beneficia não somente o desenvolvimento do país, mas também o desenvolvimento humano – em dimensões que ultrapassam impactos econômicos”, disse.

Texto Emerson Medina

Leia Mais:

Leia mais sobre Economia & Negócios

Lei de tempo de espera máximo para atendimento é sancionada, no AM

O Instituto de Defesa do Consumidor do Amazonas destaca que, para que o consumidor consiga indenização perante a Justiça, é necessário recorrer ao Poder Judiciário.

20 de maio de 2022

PL destina recursos do pré-sal para políticas de pesca e aquicultura

Projeto de Lei 6114/19 destina para as políticas de aquicultura e pesca dos estados e municípios até 1% dos recursos arrecadados pela União com venda dos barris de petróleo.

20 de maio de 2022

PIM poderá ganhar fábrica da Tesla, empresa de Elon Musk, diz colunista

Informação é do colunista Igor Gadelha, do site Metrópoles. Em setembro do ano passado, a empresa apresentou, pela primeira vez, um protótipo de um veículo de duas rodas.

20 de maio de 2022

Em 4 meses, a arrecadação tributária do AM cresce 4% e supera R$ 5 bi

Crescimento reflete o bom desempenho da atividade comercial, e ainda, do subsetor de postos de combustíveis, que registraram alta na arrecadação, respectivamente, de 6% e 10%

20 de maio de 2022

Governo publica decreto com regras para mercado de carbono

Medida exige que os ministérios do Meio Ambiente e da Economia criem um plano de mitigação das mudanças climáticas, em que serão definidas metas de emissão de gases.

20 de maio de 2022

Eneva mais do que dobra reservas de gás na Bacia do Amazonas

Auditoria de reservas e recursos na Bacia do Amazonas mostra que as reservas de gás natural da Eneva passaram de 7,1 bilhão de m³ (Bm³) no fim de 2021 para 14,8 Bm³ em abril.

20 de maio de 2022

Brasil terá geração mais pobre com fechamento de escolas na pandemia, diz FMI

Aprendizado incompleto na pandemia pode diminuir o rendimento médio dessa geração de estudantes em 9,1%. Prognóstico coloca o país na 3ª pior posição entre os países do G20.

20 de maio de 2022

Startups podem obter crédito para acessar soluções tecnológicas

Programa Serpro Booster seleciona empresas tecnológicas e oferece créditos para que acessem algumas das melhores soluções tecnológicas de administração de dados públicos.

20 de maio de 2022