fbpx

sábado, 22 de janeiro de 2022

Produção da indústria do país cai 0,2% em novembro, 6ª queda seguida

Apesar de acumular, nos 11 meses de 2021, um avanço de 4,7% frente ao mesmo período do ano anterior, a indústria continua a se afastar cada vez mais do patamar pré-pandemia.

6 de janeiro de 2022

Compartilhe

Dados são da Pesquisa Mensal da Indústria divulgada nesta quinta-feira pelo IBGE (Foto: Reprodução)

A produção industrial do Brasil ficou em -0,2% na passagem de outubro para novembro de 2021. O resultado representa o sexto mês consecutivo de resultados negativos, período em que soma recuo de 4,0%. Apesar de acumular, nos 11 meses de 2021, um avanço de 4,7% frente ao mesmo período do ano anterior, a indústria continua a se afastar cada vez mais do patamar pré-pandemia. É o que aponta a Pesquisa Industrial Mensal (PIM), divulgada nesta quinta-feira (6) pelo IBGE.

“Quando olhamos para o ano anterior, os resultados ao longo de 2021 são quase sempre positivos, pois a base de comparação é baixa, já que no início da pandemia a indústria chegou a interromper suas atividades, com o ano de 2020 fechando com um recuo de 4,5%. Porém, analisando mês a mês, observamos que, das 11 informações de 2021, nove foram negativas. Ou seja, o setor industrial ainda sente muitas dificuldades, se encontrando atualmente 4,3% abaixo do patamar de produção em que estava em fevereiro de 2020”, explica o gerente da pesquisa, André Macedo.

Ele lembra que o setor ainda sofre os efeitos da pandemia mundial, que provocou o desabastecimento de alguns insumos e encareceu o custo da produção.

“Além disso, a indústria sofre com os juros em alta e a demanda em baixa, impactada pela inflação elevada e a precarização das condições de emprego, já que com o rendimento mais baixo, o trabalhador consome menos”, avalia Macedo.

Comparação com outubro

Apesar do resultado negativo no mês de novembro de 2021 frente a outubro, apenas uma das quatro das grandes categorias econômicas.

“A produção de bens de capital assinalou recuo de 3,0% e eliminou o avanço de 1,8% verificado em outubro. Já as categorias de bens semi-duráveis e intermediários registraram estabilidade, e elas respondem por 80% da média da indústria, por isso temos um resultado perto da estabilidade na média geral. Já o setor de bens de consumo duráveis apontou a única taxa positiva, de 0,5%”, pontua Macedo.

Entre as atividades, as principais influências negativas vieram dos produtos de borracha e de material plástico (-4,8%), que perderam toda a expansão acumulada (3,5%) nos meses de setembro e outubro, além da metalurgia (-3,0%), que assinalou a terceira queda consecutiva, acumulando perda de 7,7% no período.

Comparação com novembro de 2020

Já na comparação com novembro de 2020, a indústria recuou 4,4% em novembro de 2021, com resultados negativos em três das quatro grandes categorias econômicas, em 19 dos 26 ramos, 55 dos 79 grupos e 59,1% dos 805 produtos pesquisados. Sendo que novembro de 2021 teve o mesmo número de dias úteis (20) do que igual mês do ano anterior (20).

No índice acumulado no ano, frente a igual período do ano anterior, a expansão de 4,7% na média da indústria foi acompanhada por resultados positivos em todas as grandes categorias econômicas, 18 dos 26 ramos, 55 dos 79 grupos e 65,0% dos 805 produtos pesquisados.

Fonte: IBGE

Leia mais:

Leia mais sobre Economia & Negócios

Sorte grande: Mega-Sena deve pagar R$ 22 milhões neste sábado

O último concurso da Mega-Sena (2.445), na última quarta-feira (19), não teve acertadores. As apostas podem ser feitas até as 18h (horário de Manaus) deste sábado.

22 de janeiro de 2022

Projeto visa combater discriminação racial no acesso ao crédito

Levantamentos indicam que 32% dos empreendedores negros do país já tiveram pedidos de crédito negados sem que houvesse explicações. Problema foi inensificado com a pandemia.

22 de janeiro de 2022

Desempenho do varejo deve ser negativo no 1º trimestre, diz Ibevar

Segundo dados da pesquisa de intenção de compra, projeções do varejo ampliado indicam queda de 2,22% para o primeiro trimestre de 2022, em relação ao mesmo período de 2021.

22 de janeiro de 2022

Abertura de empresas cresce 4,5% em outubro, revela Serasa Experian

De acordo com o Indicador de Nascimento de Empresas, foram abertos 325.732 empreendimentos, sendo que em 2020 haviam sido registrados 311.590 novos negócios no Brasil.

22 de janeiro de 2022

Nubank oferece primeiro fundo da família de renda fixa, o Nu Reserva

Fundo é composto por títulos públicos, operações compromissadas e títulos de crédito privado. É uma opção para quem busca alternativa para investir sua reserva de emergência.

22 de janeiro de 2022

Itaú destina recursos para projetos de proteção à infância no Amazonas

Dois projetos de ações sociais em defesa da infância e da adolescência no interior do Amazonas foram contemplados com recursos oriundos do Fundo Itaú Social .

22 de janeiro de 2022

Dívidas do Simples poderão ser pagas ou renegociadas até 31 de março

Prazo encerraria em 31 de janeiro. Regularização dos débitos é necessária para os micro e pequenos empresários e os profissionais autônomos continuarem no Simples Nacional.

21 de janeiro de 2022

Falha de segurança expõe dados de mais de 160 mil chaves Pix

Dados referentes a 160.147 chaves Pix foram vazados. Segundo o BC, informações expostas são de natureza cadastral e não permitem movimentação de recursos ou acesso às contas.

21 de janeiro de 2022