fbpx

sábado, 28 de maio de 2022

Plano Nacional de Fertilizantes quer reduzir importação de insumos agrícolas

Plano foi lançado nesta sexta-feira (11), pelo Ministério da Agricultura. Política servirá como referência para o planejamento do setor de fertilizantes nas próximas décadas.

11 de março de 2022

Compartilhe

Plano quer a ampliar competitividade do agro brasileiro no mercado internacional (Foto: Reprodução)

O Governo Federal lançou na manhã desta sexta-feira (11) o Plano Nacional de Fertilizantes (PNF). Trata-se de uma nova política pública que servirá como referência para o planejamento do setor de fertilizantes nas próximas décadas. A ideia é ampliar e fomentar a produção competitiva e sustentável de fertilizantes no Brasil, diminuir a dependência externa tecnológica e de fornecimento desses insumos (adubos, corretivos e condicionadores), reduzindo os impactos de possíveis crises, e ampliar a competitividade do agro brasileiro no mercado internacional, respeitando as regulamentações ambientais.

O documento foi preparado pela Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República (SAE-PR) durante todo o ano de 2021, com a participação de dezenas de cientistas da Embrapa.

Para o pesquisador José Carlos Polidoro, da Embrapa Solos, representante oficial da Empresa na elaboração e implementação do plano, a nova política pública tem um papel fundamental: melhorar o manejo da fertilidade do solo em todos os ambientes de produção no Brasil, promovendo o uso mais eficiente dos fertilizantes para aumentar a produtividade das lavouras e diminuir custos de produção.

Segundo Polidoro, nos últimos dez anos as discussões sobre a necessidade de aumentar a fertilidade do solo brasileiro estavam concentradas no campo da ciência, da pesquisa e do ensino, sem uma ação ordenada para que esse conhecimento acumulado chegasse ao campo, entre técnicos e produtores. “Com o plano, essa passa a ser a busca de todos, estabelecendo metas específicas de curto, médio e longo prazos”, explica.

Os altos custos dos fertilizantes, crescentes a cada ano, e a enorme dependência brasileira da importação desses produtos já estavam na preocupação dos formuladores do plano no ano passado. Essa questão foi agravada nas últimas semanas com os impactos da guerra entre Rússia e Ucrânia, ambos fornecedores desse tipo de insumo para boa parte do mundo. Estima-se que, em 2020, mais de 80% dos fertilizantes que foram consumidos no Brasil tiveram origem estrangeira, e a produção nacional respondeu por menos de 20% da demanda.

O País é o quarto consumidor global de fertilizantes, responsável por cerca de 8% desse volume, e é o maior importador mundial, com a maior dependência externa de fertilizantes. Esse cenário impacta negativamente na competitividade, pois os fertilizantes já ocupam mais de 40% do custo de produção de culturas importantes como soja, milho e algodão, que compõem as principais exportações do agronegócio brasileiro, tornando o produto nacional menos competitivo.

Fonte: Embrapa

Leia mais:

Leia mais sobre Economia & Negócios

Em Manaus, empresa oferta vagas de emprego na área da Segurança

A empresa não recebe currículos por e-mail ou contato telefônico e a candidatura é feita somente online, por meio de um perfil na rede social LinkedIn.

28 de maio de 2022

Fapeam inscreve propostas de CT&I em editais de R$ 25 milhões

Sete editais da Fapeam buscam o desenvolvimento de diversas cadeias produtivas do Estado com incremento da Ciência, Tecnologia e Inovação e recursos que somam R$ 25 milhões.

27 de maio de 2022

Programa Manaus + Agro contempla 70 produtores no ramal do Brasileirinho

Produtores rurais da região receberam alevinos, sementes e kits de agricultura familiar. Além disso, foram entregues 10 toneladas de ração para avicultores e piscicultores.

27 de maio de 2022

Ipea: Uma a cada quatro pessoas poderia trabalhar remotamente

Maioria dos trabalhadores que poderiam exercer atividades remotas é mulher (58,3%); branca (60%); com nível superior completo (62,6%); e tem idade entre 20 e 49 anos (71,8%).

27 de maio de 2022

Fundador do Grupo Digitron, Sung Un Song é o Industrial do Ano 2022

Título será concedido nesta sexta pela Fieam. Também serão homenageados os industriais Irani Bertolini e Gilberto Novaes e a empresa maior exportadora de 2021, a Recofarma.

27 de maio de 2022

Havan inaugura primeira megaloja em Manaus no dia 25 de junho

Nova Havan estará em anexo ao Shopping Manaus Via Norte. De acordo com a rede varejista, serão geradas 150 novas vagas de emprego diretos e cerca de 650 indiretos na capital.

27 de maio de 2022

5G poderá ser o ‘divisor de águas’ para a indústria do PIM, avalia Cieam

Segundo avaliação de representantes do setor, a nova tecnologia, caso implantada de forma satisfatória, poderá proporcionar agilidade ao processo produtivo, ao operacional.

27 de maio de 2022

Grupo busca 20 startups para investir R$ 5 milhões em recursos

SdP Capital, área do Grupo de Inovação e Investimentos Sai do Papel, é responsável por apoiar empreendedores a escalarem empresas inovadoras e estabelecer redes de conexões.

27 de maio de 2022