fbpx

sexta, 27 de maio de 2022

Jayoro será apresentada em Brasília pela prefeita de Pres. Figueiredo

Prefeita de Presidente Figueiredo, Patrícia Lopes (UB) apresenta em Brasília os riscos do decreto que zerou o IPI dos concentrados de refrigerantes para 1,2 mil empregos.

10 de maio de 2022

Compartilhe

Prefeita Patrícia Lopes estima que Estado pode perder em até 30%, em receita (Foto: Reprodução)

Convidada para o ato que o vice-presidente da Câmara Federal, Marcelo Ramos (PSD) agendou para esta quarta-feira (11) pela defesa da Zona Franca de Manaus (ZFM), em Brasília, a prefeita de Presidente Figueiredo, Patrícia Lopes (UB), vai apresentar com detalhes a situação do município, onde 1,2 mil empregos da Agropecuária Jayoro estão ameaçados com o decreto que zerou o Imposto Sobre Produtos Industrializados (IPI) para os concentrados de refrigerantes.

A participação de Patrícia Lopes na agenda pela ZFM em Brasília foi confirmada ao RealTime1 durante o evento do Sebrae Amazonas ‘Prefeitos Empreendedores’, nesta segunda-feira (9), no bairro Adrianópolis, zona Centro-Sul e que premiou os gestores municipais com projetos voltados para o desenvolvimento dos pequenos empresários do interior.

Distante 117 quilômetros ao Norte de Manaus, Presidente Figueiredo abriga um investimento do grupo Coca-Cola, a fábrica da Jayoro, para beneficiamento de açúcar, álcool e o concentrado de xarope de refrigerante, este último, incluído em um decreto do Governo Bolsonaro que zerou o IPI em outros Estados, prejudicando o polo de refrigerantes da Zona Franca, já que fica mais atrativo para as empresas produzir o item fora do Amazonas.

“São famílias que estão instaladas no município, que produzem riqueza para Presidente Figueiredo e que também ajudam a circular a economia entre os comerciantes locais. A saída das empresas de bebidas no Amazonas pode acabar com 1,2 mil empregos e tirar arrecadação do Estado e os repasses para o próprio município”, detalha a prefeita que estima uma queda na receita e nos repasses da ordem de 30%.

O ato marcado por Marcelo Ramos está marcado para quarta-feira (11), 10h, na sala do Colégio de Líderes da Câmara e tem participação confirmada de representantes da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e da Universidade do Estado do Amazonas (UEA).

Texto: Emerson Medina

Leia Mais:

Leia mais sobre Economia & Negócios

Bolsonaro recua de reajuste para policiais e sugere 5% para todos os servidores

Chefe do Executivo busca garantir o apoio de servidores federais à sua reeleição, mas afirma que tem enfrentado dificuldade para abrir espaço no Orçamento.

27 de maio de 2022

Plano de saúde individual vai subir 15%, a maior alta em 22 anos

Percentual deve impactar cerca de 8,9 milhões de consumidores de planos individuais de saúde no Brasil. Reajuste não vale para planos coletivos empresariais e por adesão.

27 de maio de 2022

Manejo florestal sustentável é aposta para diversificação econômica do AM

O Estado está preparando uma política de governo para o tema. O planejamento estratégico, orientado por Wilson Lima, vislumbra novos vetores que gerem emprego e renda.

27 de maio de 2022

‘Catastrófico’, cita Sefaz sobre projeto que unifica ICMS em 17%

Secretário da Sefaz afirma que caso projeto de unificação do ICMS em 17% seja sancionado, arrecadação estadual terá perda de R$ 1 bilhão ao ano, afetando serviços à população

27 de maio de 2022

Com R$ 195 bilhões, Receita bate recorde de arrecadação em abril

No quadrimestre (de janeiro a abril de 2022), a arrecadação da Receita Federal alcançou o valor de R$ 743,2 bilhões, o que representa um acréscimo de 11,05% pelo IPCA.

26 de maio de 2022

Redução do ICMS: Bolsonaro sinaliza veto a compensação para estados

Bolsonaro disse que compensação, prevista em projeto aprovado na Câmara que limita ICMS da energia e de combustíveis, "não tem cabimento" e que poderá vetar o dispositivo.

26 de maio de 2022

Criticado até por bolsonarista, salário mínimo de R$ 1.212 é aprovado

Valor já está em vigor desde o primeiro dia do ano, quando Bolsonaro editou a medida provisória. A proposta, no entanto, precisava ser confirmada pelo Congresso Nacional.

26 de maio de 2022

Wilson Lima anuncia investimentos de quase R$ 25 milhões para CT&I

Por meio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado (Fapeam), os recursos serão aplicados em sete editais, sendo seis inéditos, de programas de apoio a pesquisas científicas.

26 de maio de 2022