fbpx

domingo, 05 de dezembro de 2021

Itacoatiara supera Presidente Figueiredo em exportações com U$ 6,88 milhões

O Amazonas exportou para a Venezuela o item: “misturas e pastas para preparação de produtos de padaria”, que foi o principal produto exportado com participação de 34,72%.

26 de novembro de 2021

Compartilhe

(Foto: Divulgação/internet)

A Balança Comercial do Amazonas referente ao mês de setembro de 2021, conforme levantamento feito pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação (Sedecti), registrou que o município de Itacoatiara (distante 176 quilômetros de Manaus) foi o maior exportador em setembro, ficando responsável por US$ 6,88 milhões do total exportado no Estado. A Espanha foi o destino principal do produto “soja” exportado por Itacoatiara.

Itacoatiara superou Presidente Figueiredo que vinha se mantendo no ranking dos municípios do interior do Amazonas desde dezembro de 2020. Em setembro, o município conhecido como a ‘Terra das Cachoeiras’ ficou em segundo lugar ao exportar o item: “ferro-ligas” para a China. O montante alcançado com as exportações foi de US$2,6 milhões.

Nas importações, Nova Olinda do Norte foi o destaque, com o total de US$7,5 milhões, tendo o produto “outros veículos aéreos” como principal item importado, com origem nos Estados Unidos. Também nas importações, Presidente Figueiredo ficou em segundo lugar registrando o valor de US$497,4 mil, tendo os Estados Unidos como principal local de origem de suas importações referente aos itens: “máquinas e aparelhos para seleção de minérios ou outras substâncias minerais sólidas” como principal produto.

Exportações crescem 4,07%

A exportação da Balança Comercial do Amazonas referente ao mês de setembro de 2021 apresentou aumento de 4,07%, na comparação com agosto de 2021. Os valores exportados alcançaram cifras de US$65,79 milhões.

Do total de 58 países exportadores, a Venezuela foi o principal destino responsável por US$14,52 milhões, com variação de 28,01% em relação a agosto de 2021. O Amazonas exportou para o país vizinho o item: “misturas e pastas para preparação de produtos de padaria”, o qual foi o principal produto exportado com participação de 34,72%.

Dentre todos os itens exportados pelo Amazonas e considerado isoladamente, o que mais se destacou em setembro de 2021 foi: “outras preparações alimentícias” – correspondendo ao total de US$13,93 milhões, o equivalente a 21,17% do total exportado. O item teve como principal destino a Colômbia, com 43,84%. Esse item apresentou expansão de 4,75% em relação a agosto de 2021, e de 52,09% comparado a setembro de 2020.

O segundo produto mais exportado foi “motocicletas (entre 50 e 250 cilindradas)”, representando pouco mais de US$9,65 milhões e o equivalente a 14,67% do total exportado. Nesse segmento, os Estados Unidos da América (EUA) foi responsável por 25,71% das aquisições do produto. A variação no crescimento das exportações desse item foi de 31,82% em relação a setembro de 2020.

Em terceiro lugar dos mais exportados ficou o item “ouro (incluído o ouro platinado) em outras formas semimanufaturadas”, registrando o valor de US$5,96 milhões, correspondente a 9,06% do total exportado. A Alemanha foi o principal destino deste produto, ficando com 100% do montante.

Importação

As importações do Amazonas em setembro de 2021 registraram cifras de US$1,163 bilhão – um aumento de 26,28% na comparação com setembro de 2020. A China se manteve como a principal origem das importações do Amazonas, registrando o montante de US$ 484,88 milhões, o que representa a participação de 41,69% das importações totais do Estado.

O principal produto importado foi: “outras partes destinadas aos aparelhos transmissores”, no valor de US$215,48 milhões, o equivalente a 18,53% das importações, sendo 68,2% originários da China. Em segundo lugar ficou o item: “processadores e controladores”, alcançando cifras de US$145,13 milhões com participação de 12,48% do total, também tendo a China como origem de 29,37% das compras desse produto para o Amazonas.

Enquanto isso, o item “partes de aparelhos telefônicos” foi o terceiro produto mais importado. O produto alcançou cifras de US$68,47 milhões e uma participação de 5,89% no total das importações, tendo também a China como origem de 48,45% do produto.

Corrente de Comércio

Em setembro de 2021, a Corrente de Comércio do Estado do Amazonas (soma das importações com as exportações) totalizou US$1,228 bilhão, um crescimento de 24,27% na comparação com setembro de 2020. O saldo em setembro foi de US$ -1,097 bilhão.
No ranking geral de maior relação comercial com o Estado do Amazonas estão os países: China, Estados Unidos e Vietnã.

Balança Comercial

A Balança Comercial do Amazonas é um dos estudos produzidos pelo Departamento de Estatística e Geoprocessamento (Degeo) da Secretaria Executiva de Planejamento (Seplan) da Sedecti. O estudo tem como fonte principal de informação a Secretaria de Comércio Exterior e Assuntos Internacionais (Secint) do Ministério da Economia (ME).

O objetivo do trabalho é de acompanhar o desempenho mensal das relações comerciais do Amazonas e, dessa forma, permitir o entendimento de sua evolução nas exportações e importações no Estado.

Para acompanhar esses e outros estudos, basta acessar o Painel da Balança Comercial do Amazonas no site da Sedecti: www.sedecti.am.gov.br e clicar na aba “Indicadores e Mapas”.

Com informações da assessoria

Leia Mais:

Leia mais sobre Economia & Negócios

Tecnologia usa robôs para cumprir funções administrativas nas empresas

Automação Robótica de Processos é uma ferramenta que usa robôs na execução de tarefas simples, como fazer pedidos ou emitir notas fiscais, hoje realizadas por humanos.

4 de dezembro de 2021

Inteligência Artificial e Vídeo Analytics otimizam atendimento e serviços

Ferramenta on-line transforma imagens em informações, consegue mapear trajeto de consumidores em empresas e identificar quais produtos mais chamaram a atenção do cliente.

4 de dezembro de 2021

Confira a programação para a 3ª Feira do Polo Digital de Manaus

A feira, que tem entrada gratuita, acontecerá entre os dias 9 e 11/12, de forma híbrida – on-line e presencial, no Centro de Convenções do Amazonas - Vasco Vasques.

4 de dezembro de 2021

Luiza Trajano é uma das 25 mulheres mais influentes de 2021

Empresária e presidente do conselho do Magazine Luiza, ela é a única brasileira na lista das 25 mulheres mais influentes de 2021 do jornal britânico Financial Times.

3 de dezembro de 2021

Super Nova Era completa 10 anos e já planeja abertura de novas lojas

Novas unidades previstas para o próximo ano fazem parte do plano de expansão da rede e seguem dentro do mesmo conceito que tornou o Super Nova Era uma referência na região.

3 de dezembro de 2021

Indicador de produtividade da indústria cai 1,3%, no 3º trimestre

Indicador que mede a relação entre o volume produzido e as horas trabalhadas na produção caiu 1,3% em relação ao segundo trimestre do ano, na série livre de efeitos sazonais.

3 de dezembro de 2021

Publicado decreto que regulamenta o benefício Auxílio Gás

Famílias beneficiadas terão direito, a cada dois meses, a um valor equivalente a 50% da média do preço nacional de referência do botijão de 13 quilos dos últimos seis meses.

3 de dezembro de 2021

Valor do imóvel residencial ficou 13,69% mais caro em 12 meses

Segundo a Ademi-AM, a alta dos custos dos materiais de construção pressionam segmentos da construção e imobiliário. Setores tentam equilibrar custos e preços dos imóveis.

3 de dezembro de 2021