fbpx

sexta, 27 de maio de 2022

Gol e Avianca anunciam união de negócios para economizar custos

Acordo cria o grupo Abra, holding que vai controlar as duas empresas e que engloba as marcas Gol, Avianca, Viva (Colômbia) e Sky (Chile), todas aéreas de baixo custo.

11 de maio de 2022

Compartilhe

A Folha de S.Paulo apurou que não se trata de uma fusão, pelo menos até o momento (Foto: Reprodução)

Os principais acionistas da companhia aérea colombiana Avianca e o acionista controlador da brasileira Gol, Constantino de Oliveira Junior, divulgaram comunicado nesta quarta-feira (11) anunciando a criação do grupo Abra, que reúne a operação das duas companhias aéreas. A holding vai controlar as duas empresas, que englobam as marcas Gol, Avianca, Viva (Colômbia) e Sky (Chile), todas aéreas de baixo custo.

A Folha de S.Paulo apurou que não se trata de uma fusão, pelo menos até o momento. É uma operação semelhante às já observadas na indústria automobilística, como a do grupo Volkswagen -dono das marcas Volkswagen, Audi, SEAT, Lamborghini, Porsche, Jetta, Ducati, Skoda, Bentley e Bugatti, que seguem atuando de maneira independente.

O principal objetivo com a criação da holding é reduzir custos com a compra de insumos importantes para a operação, como o querosene de aviação, cujo preço disparou depois do início da guerra na Ucrânia e elevou muito o preço das passagens, o que impediu a retomada das operações das aéreas, muito afetadas pela pandemia.

A Avianca Colômbia, que se une à Gol, não tem ligação com a Avianca Brasil, controlada pela Ocean Air -que apenas usava a marca da aérea e faliu.

“Os principais acionistas da Avianca (Colômbia) e o acionista controlador da Gol (Brasil) assinaram um acordo histórico para criar um grupo líder em transporte aéreo na América Latina, por meio de uma estrutura de holding denominada Abra Group Limited (Grupo Abra)”, diz o comunicado. A sede do Abra é em Londres.

De acordo com o comunicado, o Abra fornecerá uma plataforma para que as companhias aéreas reduzam custos, ganhem economia de escala, continuem a operar uma frota de aeronaves modernas e expandam suas rotas, serviços, ofertas de produtos e programas de fidelidade.

“As companhias aéreas manterão suas marcas, equipes e cultura enquanto se beneficiam de maior eficiência e investimentos feitos pelo mesmo grupo controlador”, informa o comunicado, destacando que os executivos devem fazer um pronunciamento sobre a operação na tarde desta quarta-feira.

Segundo o texto, a operação está sujeita às habituais aprovações regulatórias e condições de fechamento.

“Juntas, Avianca e Gol serão a base de uma malha pan-latinoamericana de companhias aéreas com
o objetivo de ter o menor custo unitário em seus respectivos mercados, os programas de fidelidade líderes em suas regiões e outros negócios sinérgicos”, informa o texto.

No final de abril, uma fusão entre Avianca e sua rival colombiana Viva Air já havia sido anunciada.
O comunicado diz ainda que o grupo vai deter uma “participação não controladora de 100% dos interesses econômicos nas operações da Viva na Colômbia e no Peru e um investimento em dívida conversível representando uma participação minoritária na Sky Airline.”

Oliveira Junior será o presidente do Abra e o presidente do conselho será Roberto Kriete, fundador da Taca, que depois foi fundida à Avianca Airlines. Adrian Neuhauser, atual presidente da Avianca, e Richard Lark, atual principal executivo financeiro da Gol, serão co-presidentes do Abra. Paulo Kakinoff segue como presidente da Gol.

A Gol é uma das três grandes operadoras aéreas do país, ao lado de Latam Brasil e Azul. No Brasil, as empresas estavam recuperando rotas e taxa de ocupação desde o fim do ano passado, com a aposta no turismo doméstico. Mas a guerra fez disparar o preço do querosene de aviação e, consequentemente, o preço das passagens.

Fonte: Folhapress

Leia mais:

Leia mais sobre Economia & Negócios

Fapeam inscreve propostas de CT&I em editais de R$ 25 milhões

Sete editais da Fapeam buscam o desenvolvimento de diversas cadeias produtivas do Estado com incremento da Ciência, Tecnologia e Inovação e recursos que somam R$ 25 milhões.

27 de maio de 2022

Programa Manaus + Agro contempla 70 produtores no ramal do Brasileirinho

Produtores rurais da região receberam alevinos, sementes e kits de agricultura familiar. Além disso, foram entregues 10 toneladas de ração para avicultores e piscicultores.

27 de maio de 2022

Ipea: Uma a cada quatro pessoas poderia trabalhar remotamente

Maioria dos trabalhadores que poderiam exercer atividades remotas é mulher (58,3%); branca (60%); com nível superior completo (62,6%); e tem idade entre 20 e 49 anos (71,8%).

27 de maio de 2022

Fundador do Grupo Digitron, Sung Un Song é o Industrial do Ano 2022

Título será concedido nesta sexta pela Fieam. Também serão homenageados os industriais Irani Bertolini e Gilberto Novaes e a empresa maior exportadora de 2021, a Recofarma.

27 de maio de 2022

Havan inaugura primeira megaloja em Manaus no dia 25 de junho

Nova Havan estará em anexo ao Shopping Manaus Via Norte. De acordo com a rede varejista, serão geradas 150 novas vagas de emprego diretos e cerca de 650 indiretos na capital.

27 de maio de 2022

5G poderá ser o ‘divisor de águas’ para a indústria do PIM, avalia Cieam

Segundo avaliação de representantes do setor, a nova tecnologia, caso implantada de forma satisfatória, poderá proporcionar agilidade ao processo produtivo, ao operacional.

27 de maio de 2022

Grupo busca 20 startups para investir R$ 5 milhões em recursos

SdP Capital, área do Grupo de Inovação e Investimentos Sai do Papel, é responsável por apoiar empreendedores a escalarem empresas inovadoras e estabelecer redes de conexões.

27 de maio de 2022

Secretaria de Empreendedorismo e Sebrae realizam a Semana do MEI

Semana do MEI vai acontecer de segunda (30/05) a sexta-feira (03/06). Objetivo é ofertar soluções inovadoras, para quem já é microempreendedor e para quem quer se formalizar.

27 de maio de 2022