fbpx

sexta, 28 de janeiro de 2022

Flórida foi a escolha de 8 em cada 10 que saíram do Brasil, em 2021

Agência que viabiliza residência em outros países afirma que a Flórida é o destino predileto de 80% dos brasileiros por suas praias e clima semelhante ao do nosso litoral.

20 de dezembro de 2021

Compartilhe

A Flórida nos EUA é o destino preferido dos brasileiros, seguido de Boston (Foto: Divulgação)

Litoral e clima praianos parecidos com o Brasil pesaram nas escolhas de quem decidiu sair do país e viver nos Estados Unidos. Levantamento recente feito pela empresa Morar-EUA, agência voltada para a prestação de serviços de imigração do Brasil, mostra que o país está entre os mais procurados pelos brasileiros na hora de buscar uma moradia estrangeira. Oito em cada dez pessoas que buscaram consultoria em 2021 escolheram a Flórida como destino.

“Embora as razões pelas quais as pessoas decidem imigrar para os EUA sejam diferentes, todas elas passam por um profundo processo de transformação em suas vidas, quando isso acontece. Nosso maior compromisso é ajudar os nossos clientes a desenvolver um projeto sólido de vida. Além de contribuir com questões que envolvem habitação, rotina e adaptação cultural, procuramos oferecer toda a nossa expertise para que eles possam se desenvolver economicamente e concretizar todos os seus objetivos de maneira plena e sustentável”, afirma Roberto Spighel, consultor especializado em imigração e idealizador da Morar-EUA.

Ainda segundo o consultor, a Flórida é o destino mais procurado pelos brasileiros por ser famosa por seu litoral paradisíaco e por seu clima praiano, parecido com o do Brasil. A região de Boston, segue em segundo lugar, sendo mais procurada por jovens e estudantes, seguida por Nova Jersey e Texas, destino que atrai muitos engenheiros brasileiros por conta da área rica em petróleo. O quinto destino mais procurado em 2021 por brasileiros que querem morar nos EUA foi a Califórnia.

Fundada em 2016, a Morar-EUA intermediou a imigração de mais de 3 mil famílias, desde a sua fundação. Hoje, a Morar-EUA, viabiliza, aproximadamente, 700 processos de imigração por ano.

Com informações da Assessoria

Leia mais sobre Economia & Negócios

Empresários de serviços iniciam 2022 menos confiantes, aponta FGV

A confiança dos empresários do setor de serviços recuou 4,3 pontos em janeiro e atingiu 91,2 pontos. É o menor nível desde maio de 2021, quando alcançou 88,1 pontos.

28 de janeiro de 2022

Amazonas teve a 4ª maior arrecadação de royalties de Petróleo em 2021

O Estado recebeu R$ 307,9 milhões em royalties segundo balanço da ANP referente a 2021 que assinalou recorde na distribuição do recurso no País com crescimento de 65%.

28 de janeiro de 2022

Amazonas Shopping promove Liquidação Ponto Mix a partir desta sexta

Durante a Liquidação Ponto Mix, lojas de todos os segmentos estarão com produtos com descontos que vão de 5% a 70%. Promoção acontece até o próximo domingo (30).

28 de janeiro de 2022

Confiança do comércio cai e atinge menor nível desde abril de 2021

Índice de Confiança do Comércio (Icom) cedeu 0,4 ponto em janeiro, ao passar de 85,3 para 84,9 pontos, menor nível desde abril de 2021 (84,1 pontos).

28 de janeiro de 2022

Desemprego recua, mas ainda atinge 12,4 milhões de brasileiros

Apesar do recuo, o rendimento real dos trabalhadores caiu. A queda é de 4,5% frente ao trimestre anterior, para R$ 2.444. É o menor rendimento da série histórica do IBGE.

28 de janeiro de 2022

Procurando emprego? Sine Manaus oferta 253 vagas nesta sexta–feira

O candidato que deseja concorrer a uma das vagas disponíveis, deve enviar mensagem para os números de WhatsApp disponibilizados na vaga pretendida, informando dado completos.

28 de janeiro de 2022

Defensoria Pública abre processo seletivo de estágio em Direito

As inscrições no Cadastro de Reserva da Defensoria Pública do Estado do Amazonas estão abertas para candidatos ao Estágio de Direito com bolsa de R$987 e auxílio transporte.

27 de janeiro de 2022

Secretários de Fazenda aprovam congelamento de ICMS dos combustíveis

Congelamento do preço médio ponderado ao consumidor final (PMPF), base para cálculo do ICMS, tinha validade até 31 de janeiro. Com a decisão, valerá por mais 60 dias.

27 de janeiro de 2022