fbpx

domingo, 28 de novembro de 2021

Falta de parafina e importação encarece produção de velas em até 25%

Fabricantes de velas registram alta na procura pelo produto à véspera do dia de finados. Falta da parafina no país obriga fabricantes a importar, o que encarece preço final.

1 de novembro de 2021

Compartilhe

Falta de parafina e importação encarece produção de velas em até 25% (Foto: Reprodução)

Na véspera do Dia de Finados fabricantes de velas registram demanda crescente pelo artigo utilizado para fazer homenagens em memória de entes falecidos. O produto teve um aumento no preço de até 25% em relação ao valor comercializado em 2020. O motivo é falta de parafina no mercado interno.

A representante de vendas da AGM Indústria de Velas, Tânia Mara Rodrigues, afirma que a reabertura dos cemitérios para visitação, neste ano, impulsionou a procura por velas. A empresa decidiu realizar entregas nos cemitérios com o intuito de facilitar a venda e proporcionar comodidade ao cliente que não puder ir até ao comércio.

“A procura está alta. Com a reabertura dos cemitérios as pessoas estão procurando velas para fazer as homenagens. Vemos que os cemitérios estão lotados. Para facilitar para o clientes, estamos fazendo entregas dentro do cemitério”, relatou.

A empresa fabrica as marcas D’Luz, Cometa e Estrela. Tânia relata que desde 2020 a empresa sente reflexos da falta de parafina no mercado interno, insumo necessário à produção de velas. Para dar continuidade à produção foi necessário optar pela importação do insumo, o que encarece o preço do produto final.

“Desde 2020 estamos com problemas para a compra da parafina no país, sendo necessário importar, o que encarece todo o processo. Houve um aumento nos preços entre 20% e 25% em relação ao valor comercializado no último ano”, contou.

O proprietário da fábrica Nova Luz, Milton Félix, relata que também registra demanda crescente pelas velas. A fabricante produz velas religiosas. Porém, ele optou por não importar a parafina por conta dos elevados preços da importação e do frete.

“Estamos há um mês sem fazer pedidos, por outro lado a demanda só cresce. A parafina é importada da China e os problemas logísticos e frete caro inviabilizam a compra e encarecem o preço final ao dobro do preço normal. Quando compramos material nacional barateia o produto em até 40%”, disse.

Texto: Priscila Caldas

Leia Mais:

Leia mais sobre Economia & Negócios

Pilotos e Comissários aceitam proposta do TST e cancelam greve

A proposta lançada pelo TST para renovação da Convenção Coletiva de Trabalho da aviação regular foi aprovada por meio de votação eletrônica entre a categoria.

27 de novembro de 2021

Senai oferta mais de 1,7 mil vagas em cursos técnicos gratuitos

As aulas iniciarão em janeiro de 2022, de forma presencial e a distância (EaD). Os interessados deverão se inscrever a partir de segunda-feira (29) até o dia 7 de janeiro.

27 de novembro de 2021

Defensoria lança concurso para provimento de servidores auxiliares

São ofertadas duas vagas para o cargo de analista jurídico e uma para assistente técnico administrativo. Os aprovados vão trabalhar na DPE-AM em Manicoré.

27 de novembro de 2021

Manaus faz Cultura destina R$900 mil para descentralização artística

No total, 45 projetos foram contemplados. Cada projeto receberá o valor de R$ 20 mil, totalizando R$ 900 mil destinados à formação, vivências artísticas e oficinas.

27 de novembro de 2021

Projeto de renovação dos incentivos fiscais é encaminhado à Aleam

Governador pediu à Aleam a tramitação do PL em regime de urgência. PL prorroga a política estadual de incentivos fiscais e extrafiscais para atrair investimentos ao AM.

27 de novembro de 2021

Para indústria, Projeto não vai eliminar atrasos na aprovação de PPB

Proposta quer garantir atração de investimentos ao Polo Industrial de Manaus a partir de prazos mais céleres para respostas da Suframa e governo federal à empresa solicitante

27 de novembro de 2021

Preocupação com nova variante derruba Bolsas da Europa

Ações ligadas a turismo e petroleiras despencaram. Paralelamente, dirigentes do Banco Central Europeu (BCE) reforçaram que inflação na zona do euro será temporária.

26 de novembro de 2021

Qualidade de vida no AM foi a sexta pior do país entre 2017 e 2018

Segundo dados do IBGE, a taxa de perda de qualidade de vida do Amazonas ficou em 0,216, obtendo resultado melhor apenas em relação ao Maranhão, Pará, Acre, Amapá e Alagoas.

26 de novembro de 2021