fbpx

domingo, 23 de janeiro de 2022

Empresa automobilística vê melhorias e antecipa volta de funcionários

O pior momento da crise números de peças ficou para trás e fez a Fiat antecipar na segunda-feira a volta de 970 dos 1,8 mil trabalhadores que estavam dois meses afastados.

11 de dezembro de 2021

Compartilhe

Fiat passa por crise de fornescimeto de peças (Foto: Reprodução)

A percepção de que o pior momento da crise de fornecimento de peças ficou para trás fez a Fiat antecipar na segunda-feira a volta de 970 dos 1,8 mil trabalhadores que estavam havia dois meses afastados da produção na fábrica de Betim, em Minas Gerais.

Nesta sexta-feira(10) durante apresentação à imprensa das perspectivas da montadora, o presidente da Stellantis na região, Antonio Filosa, projetou crescimento de 10% a 12% do mercado de veículos leves no ano que vem, quando, acredita, haverá maior equilíbrio, ainda que não por completo, no abastecimento de componentes eletrônicos.

A tendência é que os demais operários em layoff (suspensão de contratos de trabalho) da fábrica que produz os modelos mais populares do grupo voltem, como já estava previsto, após as férias tradicionais do fim de ano.

“Em relação aos semicondutores, temos sinais de que começa a haver equilíbrio. Não vai se equilibrar totalmente, mas vai melhorar em relação à performance anterior”, disse Filosa.

Segundo ele, tanto os fornecedores quanto a própria indústria de veículos global vêm se movimentando para reduzir a escassez de chips, responsável atualmente pelo maior gargalo de produção nas montadoras .

“Não posso ser louco e falar que os problemas vão acabar, mas vejo sinais de melhora da oferta de semicondutores … Devemos ter menos problemas em 2022”, acrescentou o presidente da Stellantis.

Liderança

Ao explicar por que a Fiat está terminando o ano como a marca de carro mais vendida no País, Filosa disse que, na “luta pelos semicondutores”, a montadora perdeu menos produção do que a maioria dos concorrentes. Nas contas dele, a Fiat conseguiu ganhar 2,5 pontos porcentuais em participação de mercado por não ter tido que parar tanto a produção quanto a concorrência.

No objetivo de não perder posições conquistadas quanto as demais fabricantes tiverem melhor condição de produzir, a montadora conta com o sucesso de lançamentos recentes e previstos para 2022. “Plantamos as sementes para ter um ano cheio de tudo isso novos modelos em 2022, quando também vamos lançar mais carros. O único direito que tenho depois de pedir tantos investimentos aos acionistas é crescer.”

Mesmo com a volatilidade que costuma marcar anos eleitorais, em especial no câmbio, a direção da Stellantis reafirmou o programa de investimentos, lançado há mais de dois anos, que prevê R$ 7,5 bilhões, até 2023, na fábrica que produz modelos da Fiat e da Jeep em Pernambuco. O valor inclui a chegada de novos fornecedores de peças – a meta é alcançar 60 deles no entorno do parque industrial.

Sobre o desempenho financeiro do grupo na América do Sul, Filosa disse que cabe ao presidente global do grupo, o português Carlos Tavares, fazer o anúncio. Adiantou, porém, que a rentabilidade foi melhor do que a do ano passado, quando a montadora ficou no chamado breakeven, ou seja praticamente no zero a zero entre receitas e despesas.

Com informações do Estadão Conteúdo

Leia Mais:

Leia mais sobre Economia & Negócios

Sorte grande: Mega-Sena deve pagar R$ 22 milhões neste sábado

O último concurso da Mega-Sena (2.445), na última quarta-feira (19), não teve acertadores. As apostas podem ser feitas até as 18h (horário de Manaus) deste sábado.

22 de janeiro de 2022

Projeto visa combater discriminação racial no acesso ao crédito

Levantamentos indicam que 32% dos empreendedores negros do país já tiveram pedidos de crédito negados sem que houvesse explicações. Problema foi inensificado com a pandemia.

22 de janeiro de 2022

Desempenho do varejo deve ser negativo no 1º trimestre, diz Ibevar

Segundo dados da pesquisa de intenção de compra, projeções do varejo ampliado indicam queda de 2,22% para o primeiro trimestre de 2022, em relação ao mesmo período de 2021.

22 de janeiro de 2022

Abertura de empresas cresce 4,5% em outubro, revela Serasa Experian

De acordo com o Indicador de Nascimento de Empresas, foram abertos 325.732 empreendimentos, sendo que em 2020 haviam sido registrados 311.590 novos negócios no Brasil.

22 de janeiro de 2022

Nubank oferece primeiro fundo da família de renda fixa, o Nu Reserva

Fundo é composto por títulos públicos, operações compromissadas e títulos de crédito privado. É uma opção para quem busca alternativa para investir sua reserva de emergência.

22 de janeiro de 2022

Itaú destina recursos para projetos de proteção à infância no Amazonas

Dois projetos de ações sociais em defesa da infância e da adolescência no interior do Amazonas foram contemplados com recursos oriundos do Fundo Itaú Social .

22 de janeiro de 2022

Dívidas do Simples poderão ser pagas ou renegociadas até 31 de março

Prazo encerraria em 31 de janeiro. Regularização dos débitos é necessária para os micro e pequenos empresários e os profissionais autônomos continuarem no Simples Nacional.

21 de janeiro de 2022

Falha de segurança expõe dados de mais de 160 mil chaves Pix

Dados referentes a 160.147 chaves Pix foram vazados. Segundo o BC, informações expostas são de natureza cadastral e não permitem movimentação de recursos ou acesso às contas.

21 de janeiro de 2022