fbpx

quinta, 26 de maio de 2022

Economistas são contra Bolsonaro receber título de Cidadão Amazonense

Classe se posicionou por meio de nota emitada pela Associação Brasileira de Economistas pela Democracia. Eles classificam posição política do presidente como 'nefasta'.

21 de abril de 2021

Compartilhe

Classe diz que comportamento de Bolsonaro na pandemia afetou economia do país (Foto: Reprodução)

Os economistas amazonenses, vinculados à Associação Brasileira de Economistas pela Democracia (ABED), emitiram uma nota de repúdio a decisão da Assembleia Legislativa do Amazonas de conceder ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) o título de Cidadão Amazonense. O documento foi divulgado nesta quarta-feira (21).

Segundo a classe, o posicionamento contra tal homenagem se dá pela “nefasta política ambiental, indigenista, econômica e, principalmente, sanitária” adotada pelo presidente.

“A atuação do presidente no combate à pandemia do novo coronavírus foi e é de uma irresponsabilidade tão grande, que levou o país, começando pelo Amazonas, a atingir recordes de mortes, muitas delas que poderiam ser salvas. Até o momento, são mais de 378 mil mortos no país, sendo 12,4 mil somente no Estado”, justifica o documento.

A nota de repúdios dos economistas dá destaque ao comportamento negacionista do presidente em relação aos protocolos de combate e prevenção à Covid-19, como o uso de máscara facial, por exemplo. O documento lembra ainda a crise do oxigênio vivida pelos amazonenses na segunda quinzena de janeiro, ressaltando que a atitude de Bolsonaro afetou a economia do país.

“A política econômica de restrições fiscais do presidente afeta investimentos, empregos e a imperiosa necessidade, neste momento da crise sanitária, de ajudar a população mais vulnerável, que voltou a passar fome. Somente no Amazonas são cerca de 1 milhão de cidadãos em situação de insegurança alimentar”, destaca a nota, que também cita as decisões do Governo Federal pela privatização dos Correios e outros órgãos importantes para o setor.

“Conceder este título a alguém que tanto mal fez pelo povo do Amazonas, consideramos uma afronta e um desrespeito que criam constrangimento a centenas de milhares de amazonenses que perderam seus entes queridos ou seus empregos pela inação ou omissão do presidente da República”, finaliza o documento.

A nota, na íntegra, pode ser lida NESTE LINK.

Texto: Rosianne Couto

Leia Mais:

Leia mais sobre Economia & Negócios

‘Nosso Centro’ quer expandir empreendimentos na região central de Manaus

Programa da Prefeitura prevê a revitalização do centro histórico com a implantação dos projetos 'Mais Negócios', 'Mais Vida' e 'Mais História', ao longo dos próximos 3 anos.

25 de maio de 2022

Em apoio a petroleiros, parlamentares questionam venda da Reman no TCU

Deputado Zé Ricardo e o senador Jean Paul (PT/RN) acionaram o Tribunal de Contas da União solicitando medida cautelar para suspender o processo de privatização da refinaria.

25 de maio de 2022

Comércio do Amazonas teve alta de até 20% nas vendas do Dia das Mães

Mais da metade dos estabelecimentos do comércio disse que as vendas do Dia das Mães cresceram entre 11% e 20% com destaque para pagamento no cartão parcelado.

25 de maio de 2022

Programa do Cetam realiza curso de criação de startups em Itacoatiara

Programa Trilhas de Empreendedorismo Digital vai receber 40 alunos para três dias de imersão no processo de criação de startups. Curso começa nesta quarta-feira (25).

25 de maio de 2022

Wilson Lima institui Sistema de Informações de Custos do Amazonas

Com o Sica, o governo vai ampliar o rigor no controle das informações com o objetivo de melhorar a qualidade dos investimentos. O sistema funcionará de forma eletrônica.

25 de maio de 2022

Operadoras de telemarketing vão ao STF contra uso do prefixo 0303

Argumento é de que a norma viola a Constituição por supostamente afetar o exercício de atividade empresarial e prejudicar a livre iniciativa e a busca do pleno emprego.

25 de maio de 2022

Fieam aponta distorção e afirma que ‘lista misteriosa’ prejudica o PIM

Fieam considera que a lista de produtos elaborada pela Suframa e pelo Ministério da Economia não atende às necessidades do PIM. Presidente da entidade demonstra preocupação.

25 de maio de 2022

Resultado preliminar do concurso público da PGE-AM é divulgado

Provas ocorreram no dia 17 de abril, quando quase oito mil candidatos concorreram a uma das 44 vagas ofertadas, sendo 37 para ampla concorrência e sete para PcDs.

25 de maio de 2022