fbpx

quinta, 23 de setembro de 2021

CNI divulga estudo sobre mercado de carbono no mundo

Iniciativas de precificação de carbono cobrem cerca de 21,5% das emissões mundiais de gases de efeito estufa, e há 64 ações implementadas ou em estudo, diz o Banco Mundial.

15 de setembro de 2021

Compartilhe

Ações de precificação cobrem 21,5% das emissões mundiais de gases (Foto: Agência Brasil)

A Confederação Nacional da Indústria (CNI) lançou nesta terça-feira (14) o estudo Mercado de Carbono: Análise de Experiências Internacionais. O documento apresenta iniciativas da União Europeia, do México, do Western Climate Initiative (WCI) no Canadá e Califórnia, do Japão e da Coreia do Sul. O objetivo é apontar elementos comuns que possam ser úteis para a reflexão sobre a governança de um mercado de carbono no Brasil.

Os principais pilares apontados no estudo para mercados de carbono estão liderança no Executivo, descentralização, criação de novas estruturas, organização dos sistemas de compensação, interface com o setor privado e formas de interação com setores não regulados.

De acordo com dados do Banco Mundial, as iniciativas de precificação de carbono cobrem cerca de 21,5% das emissões mundiais de gases de efeito estufa, com 64 iniciativas implementadas ou em estudo. Os preços de comercialização variam entre US$ 1 e US$ 137 por tonelada de CO² equivalente, sendo que mais de 51% das emissões cobertas por sistemas de precificação de carbono têm preço médio de US$ 10 por tonelada de CO² equivalente.

O estudo mostra que, nos países analisados, o sucesso na implementação de programas duradouros esteve associado a três elementos: governos com forte capacidade de articulação com o setor privado, vontade política para avançar na agenda climática como um tema de Estado, e não de governo, com um sistema de relato obrigatório de emissões.

Segundo o presidente da CNI, Robson Braga de Andrade, o mercado regulado de carbono precisa ser planejado com uma estrutura de governança adequada para que seja viável e atrativo a investimentos. O objetivo do estudo, que foi entregue a representantes do governo e parlamentares, é subsidiar os debates da regulamentação desse mercado.

Os cinco mercados analisados têm modelos de governança distintos e, portanto, com graus diferentes de descentralização. Os programas que nascem com o desafio de integrar jurisdições de países diferentes, como o sistema de comércio de carbono europeu (EU-ETS) e a WCI, apresentam maior grau de descentralização.

De acordo com o documento, todos os programas estudados têm um ou mais entes privados em sua estrutura de governança. A função mais frequente atribuída a um ente privado é a verificação dos relatos, que é feita total ou parcialmente por ele nos cinco modelos.

A segunda função mais frequente é a de plataforma de comércio de permissões, que é executada por bolsas de valores na União Europeia e Coreia do Sul, por uma empresa privada na WCI e que, potencialmente, também será executada pela bolsa de valores no México.

Fonte: Agência Brasil

Leia Mais:

Leia mais sobre Economia & Negócios

Reajuste salarial fica abaixo da inflação em agosto, aponta Fipe

Apenas 9,5% das negociações resultaram em ganhos reais, de acordo com o boletim Salariômetro, divulgado nesta quinta-feira pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômica.

23 de setembro de 2021

Serasa: Demanda de crédito recua 7,87% em agosto em relação a julho

Queda no mês de agosto é a menor variação mensal desde o mês de fevereiro de 2019 quando foi indicado recuo da demanda por crédito de 9,58% em relação ao mês anterior.

23 de setembro de 2021

Feirão de imóveis oferece subsídio de até R$ 23 mil e entrada parcelada

Feirão promovido pela construtora MRV, em parceria com a Lopes Consultoria, acontece neste sábado e domingo, das 8h às 18h, na sede da Lopes, na avenida Pedro Teixeira.

23 de setembro de 2021

Arrecadação federal cresce mais de 7% e bate recorde em agosto

Segundo a Receita Federal, o governo arrecadou R$ 146,463 bilhões, com aumento de 7,25% acima da inflação em valores corrigidos pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor.

23 de setembro de 2021

Fórum irá debater desafios e oportunidades do setor de energias renováveis

Evento, sediado em Manaus, vai acontecer entre os dias 29 e 30 de setembro de forma híbrida. O objetivo é debater os desafios e oportunidades do setor para a região norte.

23 de setembro de 2021

Habitação: novas taxas de juros favorecem compra de imóvel popular

O programa atende três faixas de renda mensal: de até R$2 mil, de R$2 mil a R$4 mil e de R$4 mil a R$7 mil. As taxas de juros serão reduzidas em 0,5 ponto percentual.

23 de setembro de 2021

Confira 10 opções para comemorar o Dia do Sorvete sem sair de casa

Em tempos de pandemia, sorveterias de Manaus também aderem ao delivery. No Dia do Sorvete, o RealTime1 lista os principais locais que oferecem serviços de entrega na cidade.

23 de setembro de 2021

Emprego na indústria mantém trajetória de crescimento, aponta CNI

Sondagem Industrial, divulgada pela CNI, mostra que índice de evolução do número de empregados ficou em 52,3 pontos, acima da linha divisória pelo quarto mês consecutivo.

23 de setembro de 2021